Abrir menu principal
A Aldeia Aérea
Le Village aérien
Autor(es) Júlio Verne
Idioma francês
País  França
Lançamento 1901
Edição portuguesa
Tradução José Coelho de Jesus Pacheco
Editora Bertrand
Lançamento 1982
Páginas 236
Edição brasileira
Páginas 238
Cronologia
A segunda pátria
Les Histoires de Jean-Marie Cabidoulin

A Aldeia Aérea (no original, Le Village aérien) é um romance de 1901 por Jules Verne. Neste livro, Julio Verne, em sua narrativa, mostra a sua visão sobre o darwinismo e do desenvolvimento humano[1] .

Sobre o livroEditar

  Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Este livro conta a história de um grupo de exploradores em uma viagem pelo interior da África, em uma época onde o interior daquele continente ainda era bastante desconhecido, que devido a um ataque de uma manada de elefantes se vêm obrigados a fazer o percurso a pé, na selva, até à bacia do Oubanghi onde têm mais hipoteses de serem resgatados. Pelo caminho acabam por se cruzar com um grupo de “seres” que habitam uma aldeia aérea[2].

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Le Village aérien

Referências

  Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.