Abrir menu principal
Leonardo Gutiérrez
Nascimento 16 de maio de 1978 (41 anos)
Marcos Juárez
Cidadania Argentina
Estatura 201 centímetros
Ocupação jogador de basquetebol

Leonardo Gutiérrez (Marcos Juárez, 16 de Maio de 1978) é um ex-basquetebolista profissional argentino. Sua última equipe foi o Peñarol de Mar del Plata. Jogava na posição de ala-pivô e é um dos jogadores que mais venceu a Liga Nacional de Basquete da Argentina. Em abril de 2017, ele anunciou sua aposentadoria da prática profissional no final da temporada 2016-2017.[1] Em 13 de maio de 2017, ele jogou seu último jogo como profissional.[2] Em 2017, ele iniciou sua carreira como treinador quando assumiu o comando da primeira equipe de Peñarol de Mar del Plata.[3]

Disputou 133 jogos na Seleção Argentina de Basquetebol[4], 131 em torneios internacionais[5] sendo um dos jogadores com mais aparições e títulos alcançados na história da "albiceleste".[6]

Leo Gutiérrez juntou-se à chamada "geração dourada", que alcançou grandes conquistas, como a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas em 2004, o segundo lugar em Indianápolis 2002, e o ouro na FIBA Diamond Ball 2008 [7] e nas Copas Américas de Basquetebol Masculino de 2001 e de 2011, entre outras realizações.

Além disso, é o maior vencedor da Liga Nacional, onde chegou a dez campeonatos de cinco equipes diferentes, com Olimpia de Venado Tuerto em 1996, com Atenas de Córdoba três vezes, 1999, 2002 e 2009, com Ben Hur de Rafaela em 2005, com Boca Juniors em 2007 e Peñarol de Mar del Plata quatro vezes, em 2010, 2011, 2012 e 2014. Na mesma liga, chegou às 1000 partidas jogadas, um número que até esse momento ostentava um jogador, Diego Osella.[8] Em 2017, se tornou o jogador com mais presença na competição ultrapassando os 1096 que Diego Osella alcançou.[9]

Referências

  1. basquetplus.com. «Leo Gutiérrez anunció su retiro: "Es el momento de decir basta"». Consultado em 24 de abril de 2017 
  2. basquetplus.com. «La despedida ideal: Leo y Peñarol festejaron en el clásico por 77-74». Consultado em 14 de maio de 2017 
  3. La Capital. «Leo Gutiérrez será el entrenador de Peñarol». Consultado em 8 de junho de 2017 
  4. TyC Sports. «Leo Gutiérrez tuvo su homenaje en la Selección». Consultado em 1 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 2 de dezembro de 2017  |dataacesso= e |acessodata= redundantes (ajuda)
  5. basquetplus.com. «Siempre con el alma, el emotivo homenaje a Leo Gutiérrez». Consultado em 8 de setembro de 2015 
  6. basquetplus.com. «Scola y otro récord: más partidos jugados en la selección». Consultado em 8 de setembro de 2015. Batió la marca que tenía Leonardo Gutiérrez de 133 partidos... 
  7. losandes.com.ar. «Argentina se quedó con el Diamond Ball». Cópia arquivada em 4 de março de 2016 
  8. basquetplus.com. «Leyenda viva: Leo Gutiérrez cumple 1000 partidos de Liga». Consultado em 10 de março de 2016. Cópia arquivada em 2 de setembro de 2015 
  9. Prensa AdC. «Reconocimiento a Leo Gutiérrez». Consultado em 29 de março de 2017 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um(a) basquetebolista, integrado ao Projeto Basquetebol, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.