Leonor de Aragão, rainha de Chipre

Leonor de Aragão (1333 - Barcelona, 26 de dezembro de 1417) era membro da Casa de Barcelona como filha de Don Pedro de Aragão e sua esposa Jeanne de Foix. Pelo seu casamento com o rei Pedro I, Leonor foi rainha consorte de Chipre.[1] Também foi conhecida como Leonor de Aragão-Gandia.

Leonor de Aragão
Rainha de Chipre
Reinado 24 de novembro de 1358 - 17 de janeiro de 1369
Coroação 5 de abril de 1360, em Famagusta
Antecessor(a) Alix de Ibelin
Sucessor(a) Valentina Visconti
Condessa de Trípoli
Reinado setembro de 1353 - 1359
Predecessor(a) Esquiva de Monforte
Sucessor(a) Margarida de Lusinhão
 
Nascimento 1333
Morte 26 de dezembro de 1417 (84 anos)
  Barcelona, Espanha
Cônjuge Pedro I de Chipre
Descendência Pedro II de Chipre
Margarida de Lusinhão, Condessa de Trípoli
Casa Barcelona (por nascimento)
Lusinhão (por casamento)
Pai Don Pedro de Aragão, Conde de Ribagorza, Empúries e Prades
Mãe Joana de Foix
Brasão da Coroa de Aragão.
Seu túmulo em Barcelona.

Família

editar

Os avós paternos de Leonor eram Jaime II de Aragão e sua segunda mulher Branca de Anjou. Os avós maternos eram Gastão I de Foix e sua esposa Joana de Artois. Joana foi filha de Filipe de Artois e Branca da Bretanha. Blanche era filha de João II, Duque da Bretanha e de Beatriz de Inglaterra. Por sua vez, Beatriz era filha de Henrique III de Inglaterra e de Leonor da Provença.

Leonor foi a segunda filha de três; todos os seus filhos eram irmãos. O mais velho, Afonso, foi 1º Marquês de Villena e foi igualmente um de cinco candidatos ao trono de Aragão à morte de Martim de Aragão.

Referências

  1. Mijalis Pierís, A (1999): “Nuevos testimonios sobre la vida de Eleonor de Aragón, reina de Chipre (circa 1333-1416). Revista de Estudios Bizantinos y Neogriegos, Madrid 153-171.
  Este artigo sobre uma Rainha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.