Abrir menu principal
Leopoldo Serran
Nascimento 6 de maio de 1942
Rio de Janeiro
Morte 20 de agosto de 2008 (66 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação diretor de cinema, escritor, roteirista
Causa da morte câncer de fígado

Leopoldo Serran (Rio de Janeiro, 6 de maio de 1942 — Rio de Janeiro, 20 de agosto de 2008) foi um roteirista e escritor brasileiro.[1]

BiografiaEditar

Trabalhou com Bruno Barreto em filmes como Dona Flor e Seus Dois Maridos, Gabriela, Cravo e Canela e O Que É Isso, Companheiro?. Escreveu também roteiros para Arnaldo Jabor, Fábio Barreto (O Quatrilho), Cacá Diegues e Murilo Salles, entre outros.

Escreveu os romances Shirley, a história de um travesti (1979)[2] e Arara Carioca (2007).[3]

Morreu de câncer no fígado, depois de quatro meses lutando contra a fase crítica da doença.

Referências

Ligações externasEditar