Abrir menu principal

Let's Play That é um álbum gravado por Jards Macalé e Naná Vasconcelos em 1983, porém lançado comercialmente apenas em 1994[1][2].

O disco foi gravado numa jam session com os dois músicos nos Estúdios Transamérica, no Rio de Janeiro. O empresário Claudio Cohen, que bancou o aluguel do estúdio e a gravação, morreu num acidente de carro e não chegou a ouvir o álbum. O único outro músico que participa da gravação é o clarinetista Roberto Guima, na faixa Pano pra Manga. Guima morreu afogado poucos meses depois[3].

A faixa-título, com letra de Torquato Neto, parodia o Poema de Sete Faces de Carlos Drummond de Andrade[4]. Puntos Cardinales, parceria com Jorge Mautner, é inspirada num discurso de Fidel Castro[5].

FaixasEditar

  1. Let's Play That (Jards Macalé/Torquato Neto)
  2. Pano pra Manga (Jards Macalé/Xico Chaves)
  3. Mulheres no Retrato (Jards Macalé/Fausto Nilo)
  4. Luz (Jards Macalé)
  5. Lua Luar (Jards Macalé)
  6. Língua de Mosquito (Domínio público)
  7. Puntos Cardinales (Jards Macalé/Jorge Mautner)
  8. Estranha (Jards Macalé/Xico Chaves)
  9. Encontro (Jards Macalé/Naná Vasconcelos)
  10. Let's Play That 2 (Jards Macalé/Torquato Neto)[6]

Referências

  1. Jards Macalé. MPBNet
  2. Ao vivo e solto, Jards Macalé põe à prova sua liberdade. O Tempo, 5 de junho de 2018
  3. CD continua bem atual. Folha de S.Paulo, 12 de fevereiro de 1994
  4. ANDRADE, Paulo. Torquato Neto: uma poética de estilhaços. Annablume, 2002. P. 147
  5. Mautner e Macalé se encontram no Sesc. Folha de S.Paulo, 16 de fevereiro de 2008
  6. Let's Play That. Discos do Brasil

Ligações externasEditar