Abrir menu principal
Soldo em ouro com a efígie do jovem Licínio II paramentado como imperador.

Licínio II ou Licínio, o Jovem (em latim: Valerius Licinianus Licinius ; c. 315326 (11 anos)), conhecido também como Licínio Júnior, era filho do imperador romano do oriente Licínio que serviu nominalmente como césar no oriente entre 317 e 324 enquanto seu pai era o augusto. Sua mãe era a esposa de Licínio, Flávia Júlia Constância, que era meio-irmã de Constantino I, o augusto no Império Romano do Ocidente.

Depois de ser derrotado por Constantino na Batalha de Crisópolis, Licínio, o pai, foi poupado e mantido preso em Tessalônica. Porém, no mesmo ano Constantino parece ter mudado de ideia e mandou enforcar o adversário. O jovem Licínio, que era sobrinho dele, também foi vítima de suas suspeitas e foi assassinato, provavelmente na mesma época da execução de Crispo, o primogênito de Constantino, em 326.[1]

Outros relatos afirma que Licínio foi forçado a servir como escravo nas tecelagens imperiais na África, como atesta um registro em 336. Porém, este mesmo registro deixa claro que o "filho de Licinianus" referido não era Licínio II, pois ordena que o tal Licínio fosse reduzido ao "status de escravo que nasceu". Nenhum filho de uma irmã de Constantino jamais seria referido desta forma.[2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Grant, Michael (1993). The Emperor Constantine. London: [s.n.] pp. 47–48. ISBN 0-7538-0528-6 
  2. Pohlsander, Hans A.P. (1996). The Emperor Constantine. New York/London: Routledge. pp. 43–44. ISBN 0-415-13178-2 

BibliografiaEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Licínio II
  • Dietmar Kienast: Römische Kaisertabelle. Grundzüge einer römischen Kaiserchronologie. Wiss. Buchgesellschaft, 3. Auflage, Darmstadt 2004 (unveränderter Nachdruck der 2., durchgesehenen und erw. Auflage 1996), S. 296, ISBN 3-534-18240-5. (em alemão)