Liga Ouro de Basquete

A Liga Ouro de Basquete foi um torneio de acesso para o NBB, sendo equivalente à Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro de Basquete Masculino do Brasil. Era organizada pela Liga Nacional de Basquete com a chancela da Confederação Brasileira de Basketball.[1]

Liga Ouro de Basquete
Liga Ouro.jpg
Esporte Basquete
Fundada 23 de janeiro de 2014 (8 anos)
Temporada inaugural 2014
País(es)  Brasil
Continente União Sul-Americana de Nações América do Sul
Maior campeão São Paulo Rio Claro (1 título)
Rio Grande do Sul Caxias do Sul (1 título)
Rio de Janeiro Vasco da Gama (1 título)
Rio de Janeiro Botafogo (1 título)
São Paulo Corinthians (1 título)
Paraíba Unifacisa (1 título)
Website LNB.com.br

HistóriaEditar

A Liga Nacional de Basquete (LNB) e a Confederação Brasileira de Basketball (CBB) oficializaram a criação da Divisão de Acesso para o NBB em novembro de 2013.

A primeira edição, em princípio, teria início previsto para o começo do mês de fevereiro de 2014 e término em maio do mesmo ano, o campeonato deveria contar com a participação de oito a doze clubes. Porém, após a definição de apenas quatro equipes participantes, o regulamento e a data foram alteradas.[2][3]

A quantidade de participantes aumentou com o tempo, enquanto nas 3 primeiras edições houve apenas 4 participantes, em 2017 o número subiu para 6 participantes e em 2018 para o recorde de 9 participantes.

Em outubro de 2018, foi anunciado que a edição de 2019 seria a última da Liga Ouro e que o Campeonato Brasileiro de Clubes, organizada pela CBB, tomaria o seu lugar.[4][5][6][7]

TemporadaEditar

Temporada RegularEditar

A temporada regular da Liga Ouro geralmente era disputada no primeiro semestre do ano.

Durantes as primeiras edições, com poucos participantes, a temporada regular funcionava em um sistema onde todos os times se enfrentam quatro vezes (dois jogos em casa, dois fora), onde o primeiro time se classifica para a Final automaticamente, e os segundo e terceiro colocados decidem a outra vaga. Em 2018, com o aumento do campeonato, o formato mudou para um sistema onde todos os times se enfrentam duas vezes (uma em casa e outra fora), os dois primeiros se classificam direto para a semifinal e do terceiro ao sexto se classificam para as quartas de final.

PlayoffsEditar

Os playoffs começam logo após o fim da temporada regular, com as partidas entre os times que ficaram em terceiro ao sexto lugar na tabela, disputando as quartas de final em melhor de três jogos.

Nas semifinais os classificados nas quartas enfrentam o primeiro e segundo lugares da tabela da temporada regular, disputando no esquema melhor de cinco jogos.

A final decidia o campeão da temporada que também ganharia o acesso ao NBB, decidida em cinco jogos, caso reunisse condições financeiras para disputar a elite do Brasileiro.[8]

EdiçõesEditar

Ano Campeão Placar(es) Vice 3º lugar 4º lugar
2014
Detalhes
 
Rio Claro
3 – 1  
Lins Basquete
 
Campo Mourão
 
Sport
2015
Detalhes
 
Caxias do Sul
3 – 1  
Sport
 
Campo Mourão
 
CEUB
2016
Detalhes
 
Vasco da Gama
3 – 2  
Campo Mourão
 
Ginástico
 
Sport
2017
Detalhes
 
Botafogo
3 – 2  
AABJ-Joinville
 
Contagem Towers
 
Blumenau
2018
Detalhes
 
Corinthians
3 – 1  
São José
 
APVE-Londrina
 
Macaé
2019
Detalhes
 
Unifacisa
3 – 2  
São Paulo
 
APVE-Londrina
 
Campo Mourão

TítulosEditar

Por equipeEditar

Clube Títulos Vices 3º lugar 4º lugar
  Rio Claro 1 (2014) 0 0 0
  Caxias do Sul 1 (2015) 0 0 0
  Vasco da Gama 1 (2016) 0 0 0
  Botafogo 1 (2017) 0 0 0
  Corinthians 1 (2018) 0 0 0
  Unifacisa 1 (2019) 0 0 0
  Campo Mourão 0 1 (2016) 2 (2014 e 2015) 1 (2019)
  Sport 0 1 (2015) 0 2 (2014 e 2016)
  Lins Basquete 0 1 (2014) 0 0
  AABJ-Joinville 0 1 (2017) 0 0
  São José 0 1 (2018) 0 0
  São Paulo 0 1 (2019) 0 0
  APVE-Londrina 0 0 2 (2018 e 2019) 0
  Ginástico 0 0 1 (2016) 0
  Contagem Towers 0 0 1 (2017) 0
  CEUB 0 0 0 1 (2015)
  Blumenau 0 0 0 1 (2017)
  Macaé 0 0 0 1 (2018)

Por federaçãoEditar

Estado Títulos Vices 3º lugar 4º lugar
  São Paulo 2 3 0 0
  Rio de Janeiro 2 0 0 1
  Rio Grande do Sul 1 0 0 0
  Paraíba 1 0 0 0
  Paraná 0 1 4 1
  Pernambuco 0 1 0 2
  Santa Catarina 0 1 0 1
  Minas Gerais 0 0 2 0
  Distrito Federal 0 0 0 1

Ver tambémEditar

Referências