Ligadura (cirurgia)

Ligadura, ou laqueação é o processo cirúrgico de amarração de uma estrutura oca, mais frequentemente vasos sanguíneos, com fios cirúrgicos. É um tipo de hemostasia ou hemostase definitiva, ou seja, interrompe definitivamente o lúmen ou "luz" da estrutura oca, que pode ser um vaso sanguíneo, mas é também utilizado em outras estruturas, como a uretra e a tuba uterina (antigamente chamada de trompa de Falópio), em que o objetivo não é necessariamente a interrupção do fluxo sanguíneo.[1] Os outros tipos de hemostasia definitiva são cauterização, sutura, obturação e tamponamento. É um procedimento utilizado no tratamento de hemorragia aguda por ataque direto ao vaso.[1]

Ligadura em vaso roto.

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b GOFFI, Fábio Schmidt. Técnica Cirúrgica - Bases Anatômicas, Fisiopatológicas e Técnicas da Cirurgia. 4ª ed. 2004. Editora Atheneu. Pgs 63, 64, 774.
  Este artigo sobre cirurgia é um esboço relacionado ao Projeto Saúde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.