Abrir menu principal

Lili, a Estrela do Crime

filme de 1989 dirigido por Lui Farias
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Lili, A Estrela do Crime
Lili, A Estrela do Crime
 Brasil
1989 •  Cor •  91 min 
Direção Lui Farias
Roteiro Lui Farias
Vicente Pereira
Aguinaldo Silva
Elenco Betty Faria
Reginaldo Farias
Mário Gomes
João Signorelli
Patrícia Travassos
Género ação
comédia
policial
Idioma português

Lili, a Estrela do Crime é um filme brasileiro de 1989, dos gêneros policial e comédia, dirigido pelo cineasta Lui Farias. Seu roteiro é baseado no livro Lili Carabina, de autoria do novelista Aguinaldo Silva e também num episódio da série Plantão de Polícia, do mesmo autor, que por sua vez se baseou na vida de uma criminosa real, Djanira Metralha ou Djanira da Metralhadora. A trilha sonora é de Ary Sperling e a música-tema foi composta e interpretrada por Kid Abelha. Outras canções ouvidas no filme são de Lobão, Paralamas do Sucesso e Rita Lee.[1]

Índice

ElencoEditar

SinopseEditar

Elisa do Nascimento fica viúva com dois filhos, depois que seu marido é assassinado por ter sido confundido com um assaltante de uma empresa de transportes ("Viação Americana"). O líder da quadrilha que realizou o assalto, Guerreiro, vai até ela e lhe oferece dinheiro, dizendo que o marido era inocente. Elisa não aceita mas quer entrar para o bando. Usando uma peruca loira e uma maquiagem branca no rosto, ela adota a alcunha de "Lili Carabina" e comanda ao lado de Guerreiro uma série de assaltos e se vinga de Arnaldo, o dono da viação que fora o mandante do assassinato do marido. O obstinado e honesto Delegado Renato (paródia de detetives policiais da TV americana, principalmente Columbo) começa a persegui-la e não quer fracassar pois está prestes a se aposentar.

Trilha sonoraEditar

  • A canção "Sexo e Dólares" foi composta especialmente para o filme por Paula Toller e gravada pela banda Kid Abelha no álbum Kid, de 1989.

Referências