Abrir menu principal
Liliana Sulzbach
Nascimento 27 de dezembro de 1965 (53 anos)
Cidadania Brasil

Liliana Sulzbach é uma cineasta brasileira, natural de Blumenau, Santa Catarina[1][2].

Formou-se em jornalismo e fez mestrado em Ciência Política pela UFRGS. Estudou também na Universidade Livre de Berlim (Freie Universität Berlin).

Trabalhou na Spiegel TV Alemanha como autora e diretora de documentários e na Hamburger Kino Kompanie/Hamburgo como assistente de direção e montagem de longas-metragens.

Sócia-diretora da Tempo Porto Alegre, foi coordenadora de produções e do Núcleo de Cinema e Televisão da Zeppelin Filmes, de 1996 a 2008, onde realizou vários filmes documentários e séries para TV. Coordenadora Nacional do INPUT (International Public Television Conference) de 2001 a 2004.

Seu primeiro longa-metragem foi o documentário O cárcere e a rua (2004). O filme, realizado ao longo de três anos, mostra o cotidiano de três detentas na Penitenciária Feminina Madre Pelletier, em Porto Alegre[3]. Foi premiado no 32º Festival de Gramado como melhor documentário e venceu o Femina de 2005.

FilmografiaEditar

CurtasEditar

  • 2012 - A Cidade
  • 2000 - A Invenção da Infância
  • 2000 - O Branco
  • 1997 - Continuidade (
  • 1997 - O Pulso (Produtora)
  • 1992 - Batalha Naval[4]

LongasEditar

  • 2004 - O cárcere e a rua

Séries para TV

Notas de Amor (2015)

Sonho de Guri (2012)

Referências