Abrir menu principal
Vertical Limit
No Brasil Limite Vertical[1]
Em Portugal Limite Vertical[2]
 Estados Unidos
2000 •  cor •  124 min 
Direção Martin Campbell
Produção Martin Campbell
Robert King
Marcia Nasatir
Lloyd Phillips
Roteiro Robert King
Terry Hayes
História Robert King
Elenco Chris O'Donnell
Bill Paxton
Robin Tunney
Scott Glenn
Izabella Scorupco
Temuera Morrison
Stuart Wilson
Gênero ação, thriller
Música James Newton Howard
Cinematografia David Tattersall
Edição Thom Noble
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 8 de dezembro de 2000
Idioma inglês
Orçamento US$ 75 milhões[3]
Receita US$ 215 milhões[4]

Vertical Limit (título em Portugal e no Brasil Limite Vertical) é um filme americano de ação thriller de 2000, do gênero cinema de montanha, dirigido por Martin Campbell, escrito por Robert King e estrelado por Chris O'Donnell, Bill Paxton, Robin Tunney e Scott Glenn.

Limite Vertical foi filmado em locações nos Estados Unidos, no Paquistão e na Caxemira Livre do Paquistão (local do K2), e Queenstown, Nova Zelândia.[5] O Monte Cook/Aoraki foi usado para reproduzir o cenário do K2.[6] A equipe teve o alpinista profissional Barry Blanchard, que supervisionou as filmagens.[6] Após um treinamento de um mês, começaram as filmagens. Todos os dias, a equipe de atores, diretor e produtores faziam uma viagem de uma hora de ônibus, mais 15 minutos em veículo especialmente desenhado para andar sobre a neve fofa e, muitas vezes, seguia-se a isso um passeio de helicóptero a pontos ainda mais inóspitos da montanha.[6] Helicópteros Bell 212 contratados da Hevilift Austrália foram pintados em uma cor verde cáqui para representar a Força Aérea do Paquistão.

O filme foi lançado em 8 de dezembro de 2000 nos Estados Unidos pela Columbia Pictures com um orçamento de US$75 milhões, Limite Vertical faturou US$69,2 milhões no mercado interno e US$215,7 milhões em todo o mundo, o filme foi um sucesso, tornando-se o 17º filme de maior bilheteria de 2000. Nos Estados Unidos, o filme estreou em primeiro lugar durante seu dia de abertura, 8 de dezembro, ganhando cerca de US$5,1 milhões, ultrapassando How the Grinch Stole Christmas, que tinha ficado nesta posição desde 17 de novembro. Em sua semana de estreia, Limite Vertical terminou em segundo lugar nas bilheterias, com US$15,5 milhões.[7]

O filme recebeu críticas mistas dos críticos, já que o filme detém uma classificação de 48% no Rotten Tomatoes com base em 110 comentários, com uma classificação média de 5,2/10.[8] Em Metacritic, o filme tem uma pontuação média ponderada de 48 em 100, com base em 29 críticos, indicando "revisões mistas ou médias".[9] O filme tem a classificação 3 de 5 estrelas. em Allmovie.com.[10] De acordo com o alpinista Alex Honnold a cena de abertura irrealista é "horrendo e provavelmente a pior cena em toda escalada em Hollywood".[11] O filme também foi indicado ao BAFTA de melhores efeitos visuais, mas perdeu para The Perfect Storm.

FilmeEditar

Peter Garrett (Chris O´Donnell) é um fotógrafo de vida selvagem em tempo integral da National Geographic que antes era um jovem alpinista que se afastou da sua irmã Annie Garrett (Robin Tunney) e do desporto após a trágica morte do pai Royce Garrett (Stuart Wilson) numa escalada no Monument Valley. Três anos depois, a equipe da sua irmã fica presa na K2, a segunda montanha mais alta do mundo. A 8 mil metros de altitude e com temperaturas muito baixas, eles sobreviverão por pouco tempo. Para salvá-los, Peter tem que organizar uma expedição de resgate, enfrentar os seus próprios limites, as forças da natureza e um dos picos mais temidos do mundo.

ElencoEditar

  A Wikipédia tem os portais:

Referências

Ligações externasEditar