Abrir menu principal
Lindolfo Gaya
Informação geral
Nome completo Lindolfo Gomes Gaya
Também conhecido(a) como Maestro Gaya
Nascimento 6 de maio de 1921
Morte 15 de setembro de 1987 (66 anos)
Nacionalidade Brasileiro
Gênero(s) Bossa nova, MPB, Samba, Jazz
Período em atividade 1955 - 1987
Gravadora(s) EMI, Odeon, Philips, Continental, Movieplay
Afiliação(ões) Hermeto Pascoal, Milton Nascimento, Taiguara, Clube da Esquina, Dick Farney, Eumir Deodato.

Lindolfo Gomes Gaya (Itararé, 9 de Maio de 1921Curitiba, 15 de setembro de 1987), ou Lindolpho Gaya, ou Maestro Gaya ou apenas Lindolfo Gaya foi um maestro e compositor brasileiro. Foi muito ativo nos anos 1960, lançando álbuns e dirigindo peças,[1] além de reger diversos álbuns do cantor e compositor Taiguara e do clássico álbum da MPB Clube da Esquina, esteve como regente também em álbuns de sua esposa, a cantora de músicas de folclore Stellinha Egg, Paulinho da Viola, Jorge Ben, Elza Soares, Marcos Valle, Chico Buarque, Joyce, Clara Nunes, Sérgio Sampaio, dentre outros. É considerado um dos maiores arranjadores da música brasileira, tendo também atuação no exterior, na Polônia e na antiga União Soviética.[2]

DiscografiaEditar

Carreira SoloEditar

  • Os mais belos cânticos de Umbanda (1961)
  • O pinheirinho de Natal (1961)
  • Esse Mundo é meu (Com Sérgio Ricardo) (1964)
  • Dick Farney: piano orquestra: Gaya (Com Dick Farney) (1967)
  • Os Maestros Premiados (Com Rogério Duprat) (1968)
  • 1970 (1970)
  • Iemanjá (1970)
  • Love, Strings And Jobim - The Eloquence Of Antonio Carlos Jobim (Com Eumir Deodato) (1975)

Como maestroEditar

Jorge Ben JorEditar

Paulinho da ViolaEditar

Chico BuarqueEditar

TaiguaraEditar

Clara NunesEditar

Clube da EsquinaEditar

Referências

Ligações externasEditar