Linha 13 da CPTM

Linha do sistema ferroviário de São Paulo, Brasil

A Linha 13–Jade da CPTM compreende o trecho da rede metropolitana definida entre a Estação Engenheiro Goulart e a Estação Aeroporto–Guarulhos, passando pela Estação Guarulhos–Cecap, também em Guarulhos.[1]


     Linha 13–Jade da CPTM

Diagrama das estações
Dados gerais
Tipo Trem suburbano
Sistema Metrô de São Paulo
Local Grande São Paulo, Brasil
Terminais Engenheiro Goulart
Aeroporto-Guarulhos
Estações 3
Operação
Abertura 31 de março de 2018 (3 anos)
Proprietário Bandeira do estado de São Paulo.svg Governo do Estado de São Paulo
Operador(es) CPTM red symbol.gif CPTM
Armazém(ns) Pátio Lapa
Material circulante
Dados técnicos
Comprimento das linhas 12,2 km (7,6 mi)
Bitola 1 600 mm (5 ft 3 in)
Eletrificação 3 kV DC catenária
Velocidade de operação 100 km/h (62 mph)
Mapa

L12 C.jpg sentido Brás
Engº Goulart
L12 C.jpg
L12 C.jpg sentido Calmon Viana
Rodovia Dutra (BR-116)
Guarulhos–Cecap
BUS C.jpg EMTU - Symbol logo.png
Aeroporto–Guarulhos
AVI C.jpg EMTU - Symbol logo.png
Serviços especiais
Luz
EXT C.jpg L07 C.png L11 C.png Metrô-SP icon.svg L01 C.jpg ViaQuatro logo.png L04 C.png
Brás
CECAP
BUS C.jpg EMTU - Symbol logo.png
Aeroporto
AVI C.jpg EMTU - Symbol logo.png

Legenda

Expresso Aeroporto - Sentido Aeroporto-Guarulhos
Expresso Aeroporto - Sentido Luz
  1. A Linha L13 C.png é atendida pela Estação Brás
    através do serviço Expresso Aeroporto, no
    retorno à Estação da Luz.

Esta foi a primeira linha totalmente construída e operada pela CPTM, começando a operar em de 31 de março de 2018, inicialmente em fase de testes.[2]

HistóricoEditar

 
Obras do viaduto estaiado da Linha 13, sobre as Rodovias Ayrton Senna (SP-070) e Hélio Smidt (SP-019).

Desde o início da década de 2000 o governo paulista planejava a construção de uma linha de trens ligando Guarulhos ao restante da malha metropolitana.[3][4] Inicialmente, previam-se dois serviços de passageiros que não avançaram[5]:

  • Trem de Guarulhos: atual Linha 13–Jade, uma linha de trem metropolitano operada pela CPTM e composta por três estações (Brás, Engenheiro Goulart e Zezinho Magalhães-CECAP);
  • Expresso Aeroporto: antiga Linha 14–Ônix, uma linha de trem exclusiva entre Brás e o aeroporto, operada pela iniciativa privada (PPP), com tarifa diferenciada, espaço para bagagens e check-in nas estações. Após algumas tentativas de licitar o projeto, a CPTM abandonou o Expresso Aeroporto, alegando falta de interesse da iniciativa privada, indefinição da expansão do Aeroporto de Guarulhos e a concorrência do projeto com o TAV Rio-São Paulo.[6]

Em 2012, o projeto do Trem de Guarulhos foi retomado e renomeado para Linha 13–Jade. A fase I foi definida com 12,2 quilômetros de extensão e três estações (Engenheiro Goulart, Guarulhos–Cecap e Aeroporto–Guarulhos), sendo parte do trajeto feita em superfície (4,3 km) e outra em elevado (7,9 km).[7]

 
Obras do trecho elevado da Linha 13 em Guarulhos
 
Ônibus do GRU Airport para o traslado gratuito entre a Estação Aeroporto e os terminais.

O projeto original previa a construção da Estação Aeroporto–Guarulhos bem próxima ao Terminal 2, o mais movimentado do aeroporto, porém a concessionária do aeroporto alegou a utilização da área para a construção futura de um centro comercial. Assim, a estação foi remanejada para próximo ao Terminal 1, de baixo movimento e a cerca de dois quilômetros distante do Terminal 2. A concessionária se comprometeu com a disponibilização de transporte gratuito aos outros terminais mais movimentados[8].

No final de 2012, foi lançado o edital de licitação das obras e após vários meses de contestações judiciais por parte das empresas interessadas nas obras, a licitação de R$ 1,1 bilhão foi dividida em quatro lotes, sendo vencidos por dois consórcios[9]:

  • Consórcio HFTS Jade (Helleno e Fonseca-Trail-Spavias), lotes 1 e 3;
  • Consórcio CST Linha 13–Jade (Consbem-Serveng-TIISA), lotes 2 e 4;

Em dezembro de 2013, o governo paulista iniciou as obras, logo após a liberação de verbas do PAC pelo governo federal.[10]

Em maio de 2016, o consórcio formado pelas empresas chinesa CRRC Qingdao Sifang e a brasileira Temoinsa, venceu a licitação internacional para a produção de oito novos trens para a atender a Linha 13–Jade. As composições chamadas de TUE Série 2500, formarão a primeira série de origem chinesa da companhia e começaram a ser entregues em 2019.

Em 31 de março de 2018, após pouco mais de quatro anos de construção, a primeira fase da linha foi inaugurada pelo então governador Geraldo Alckmin, inicialmente funcionando nos fins de semana das 10 às 15 horas.[11][12] Entre 30 de abril e 3 de junho de 2018, o atendimento foi ampliado para os dias da semana, também das 10 às 15 horas.[13] Depois desse período, passou a operar no mesmo horário que as demais linhas da CPTM, com cobrança normal da tarifa.[14]

Na Estação Aeroporto–Guarulhos foi construída uma passarela que a liga ao Terminal 1 do Aeroporto de Guarulhos, de onde parte um ônibus sob responsabilidade da concessionária que administra o aeroporto, que percorre todos os outros terminais, transportando os usuários gratuitamente.[15]

Em paralelo às obras da fase I, a CPTM abriu licitação para desenvolvimento do projeto funcional para a extensão da linha em Guarulhos (fase II).

De 3 de outubro de 2018 a março de 2020, os usuários contavam com o serviço Connect, com trens partindo da Estação Brás até a Estação Aeroporto–Guarulhos em horários pré-determinados, sem necessidade de baldeação na Estação Engenheiro Goulart. As composições trafegavam pelas vias das linhas 13 e 12, num percurso de aproximadamente 35 minutos, com paradas nas estações Tatuapé, Engenheiro Goulart e Guarulhos–Cecap.[16]

Em 16 de outubro de 2018, entrou em operação o serviço Airport Express (ou Expresso Aeroporto), que transportava os usuários diretamente entre a Estação da Luz e a Estação Aeroporto–Guarulhos em cinco horários pré-determinados em cada sentido, sem paradas intermediárias, porém com cobrança à parte do restante do sistema metroferroviário, equivalente ao preço de duas tarifas. Este serviço permitia aos usuários do aeroporto acessar as linhas 7–Rubi, 11–Coral, 1–Azul e 4–Amarela a partir da Estação da Luz, mediante cobrança de nova tarifa.[17] Em março de 2020, os serviços Connect e Airport Express foram suprimidos, devido à queda na demanda causada pela pandemia de COVID-19.[18]

Material rodanteEditar

 
Primeiro trem da Série 2500 entregue para a Linha 13.

Na inauguração e ao longo do período da operação assistida (teste), unidades TUE Série 9500 serviram a linha na ligação entre as estações Aeroporto Guarulhos - Estação Engenheiro Goulart (vindos, provisoriamente, da Linha 7–Rubi). Dois únicos trens (mais um de reserva) faziam o percurso com intervalos de 30 minutos. Conforme o horário foi sendo ampliado, diminuição do intervalo, a inauguração do serviço Connect e o Expresso Aeroporto, mais trens foram necessários para esta linha. Como a Série 9500 está prevista para renovar a frota da Linha 7–Rubi (com prioridade de baixar os trens antigos da série 1100), a CPTM optou em devolver os 9500 para sua linha originária (Linha 7–Rubi), e deslocar unidades TUE Série 9000 para a linha do Aeroporto (estes trens eram da Linha 11–Coral, em processo de renovação de frota para as unidades TUE Série 8500).

Hoje, a Linha 13–Jade é servida por seis trens da série 9000, incluindo a Linha 13–Jade, Connect e Expresso Aeroporto.

A Linha 13–Jade conta com frota exclusiva: denominada "Série 2500", serão oito unidades que já estão em fase de testes ou em operação plena e serão incorporados à Linha 13–Jade até dezembro de 2020, segundo planos da CPTM.[19][20]

Serviços expressosEditar

 
Composição alinhando na plataforma da Estação Engenheiro Goulart.

A partir de 1 de dezembro de 2020, a CPTM implantou na Linha 13 o serviço Expresso Aeroporto, que parte de hora em hora dos terminais a partir das 5 horas. Esse serviço atende, partindo da Estação da Luz, às estações Guarulhos-CECAP e Aeroporto-Guarulhos, e, no sentido inverso, partindo de Aeroporto-Guarulhos, às estações Guarulhos-CECAP, Brás e Luz. Diferentemente do extinto Airport Express, esse serviço tem integração tarifária com o resto do sistema metroferroviário, não exigindo compra de bilhete especial.[21]

EstaçõesEditar

Sigla Estação Município Integração MDU (11/2019)[22]
EGO Engenheiro Goulart São Paulo   Gratuita com a Linha 12–Safira (CPTM). 7.249
GCE Guarulhos–Cecap Guarulhos   Tarifada com a Estação Parada Rodoviária do Corredor Metropolitano Norte (EMTU) e com o Terminal Rodoviário de Guarulhos. 3.628
AGU Aeroporto–Guarulhos Guarulhos   Tarifada com o Terminal Metropolitano Taboão do Corredor Metropolitano Norte (EMTU)
  Translado gratuito para o Aeroporto Internacional de São Paulo–Guarulhos
  Futura gratuita com o people mover da GRU Airport
7.698

Expansão da linhaEditar

A CPTM já manifestou interesse por uma expansão da linha até a Estação Chácara Klabin, onde se conectaria com as linhas metroviárias 2–Verde e 5–Lilás. Também foi levantada a hipótese de a linha seguir até a futura Estação Parque da Mooca, onde a interligação seria com as linhas 6–Laranja e 10–Turquesa. Também há o projeto da futura Estação Tiquatira, que se conectará com as linhas 2–Verde e 12–Safira, e a previsão da construção de uma estação intermediária, a Cangaíba, localizada entre as estações Engenheiro Goulart e Tiquatira.[23][24][25] Em julho de 2020, o governo paulista anunciou que a linha poderá estendida até a Estação Palmeiras–Barra Funda, seguindo em paralelo com a Linha 3–Vermelha.[26]

Na outra ponta da linha em Guarulhos, o projeto prevê a expansão para os bairros Jardim São João e Bonsucesso. No total serão mais quatro estações no município, sendo Jardim dos Eucaliptos, São João, Presidente Dutra e Bonsucesso.[27][28] A expansão sentido Guarulhos, entretanto, foi descartada dos planos do governo Doria e não será retomada até o final de 2022.[26]

Em maio de 2019, devido ao fato de a estação mais próxima do aeroporto ainda se localizar a mais de um quilômetro de distância dos dois principais terminais, o Governo de São Paulo confirmou junto ao Governo Federal a construção de um people mover, que ligaria a linha da CPTM aos três terminais do aeroporto. O ministro da Infraestutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que a construção do modal começaria em setembro de 2019, com previsão de entrega para 2021, sendo esta linha um monotrilho operado pela concessionária GRU Airport.[29] Apesar da fala do ministro, até o final de novembro de 2019 não ocorreu nenhuma confirmação oficial do início das obras. A GRU Airport então se manifestou dizendo que as propostas dos projetos de construção do people mover seriam analisadas no início de 2020. [30]

GaleriaEditar


Referências

  1. «Linha 13 Jade» (PDF). CPTM. Consultado em 21 de julho de 2016 
  2. «Trem para o Aeroporto de Guarulhos começa a funcionar após 14 anos de atraso». G1 
  3. Alencar Izidoro (13 de março de 2002). «SP faz convênio para levar trem a Cumbica». Folha Online. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  4. Enerconsult-Mabe. «Estudo de Viabilidade do Expresso Aeroporto e do Trem de Guarulhos». Arcadis Logos. Consultado em 14 de outubro de 2014 [ligação inativa]
  5. Renato Viegas (1 de julho de 2006). «Trem de Guarulhos-Expresso Aeroporto» (PDF). CPTM/Revista Ferroviária. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  6. Renato Machado (19 de outubro de 2010). «Estado desiste de fazer Expresso Aeroporto». Jornal da Tarde. Consultado em 14 de outubro de 2014. Arquivado do original em 22 de outubro de 2014 
  7. «Apresentação de audiência pública para linha 13 Jade» (PDF). cptm.sp.gov.br. Consultado em 3 de agosto de 2013. Arquivado do original (pdf) em 12 de maio de 2013 
  8. Russo, Rodrigo (23 de fevereiro de 2017). «Passageiro de trem para Cumbica terá de pegar ônibus até terminais». Folha de S. Paulo 
  9. Eurico Cruz (2 de setembro de 2013). «Obras do trem de Guarulhos começam em um mês». Diário de Guarulhos. Consultado em 14 de outubro de 2014 
  10. «Dilma libera R$ 5,4 bi para o metrô de SP». Associação Nacional de Transportes Públicos - ANTP. 26 de outubro de 2013 
  11. «Após atrasos, Alckmin promete entregar linha que liga SP ao aeroporto de Cumbica até o início de abril». G1 
  12. «Trem que liga São Paulo a aeroporto de Guarulhos começa a funcionar este sábado». epocanegocios.globo.com 
  13. «Trem para Aeroporto de Guarulhos passa a operar todos os dias a partir desta segunda». G1. 30 de abril de 2018. Consultado em 30 de abril de 2018 
  14. «Linha 13-Jade da CPTM, que liga São Paulo a Cumbica, começa a operar o dia todo nesta segunda». G1. 4 de junho de 2018. Consultado em 4 de junho de 2018 
  15. «Ligação da estação de trem ao Aeroporto de Guarulhos será improvisada». Rodrigo Russo, Folha de S.Paulo. Consultado em 10 de dezembro de 2016 
  16. «Linha 13-Jade completa 1 ano e CPTM amplia número de viagens até o Brás». CPTM. 29 de março de 2019. Consultado em 1 de abril de 2019 
  17. Ricardo Meier (12 de outubro de 2018). «Serviço expresso entre Luz e o Aeroporto de Guarulhos estreará no dia 16 de outubro». Metrô CPTM 
  18. Meier, Ricardo (25 de março de 2020). «Com queda na demanda, CPTM suspende serviços expressos». Metrô CPTM. Consultado em 2 de dezembro de 2020 
  19. Lobo, Renato (4 de dezembro de 2019). «CPTM quer todos os trens da série 2500 em operação até Abril». Via Trolebus. Consultado em 7 de dezembro de 2019 
  20. Lobo, Renato (18 de novembro de 2020). «CPTM quer todos os trens da série 2500 em funcionamento até o fim do ano». Via Trolebus. Consultado em 1 de dezembro de 2020 
  21. Meier, Ricardo (1 de dezembro de 2020). «Em novo formato, Expresso Aeroporto da Linha 13 estreia nesta terça-feira». Metrô CPTM. Consultado em 2 de dezembro de 2020 
  22. «Tabela Novos Negocios Abril 2019» (PDF). CPTM. Consultado em 7 de abril de 2019 
  23. «Conheça a futura estação Parque da Mooca». Ricardo Meier, MetroCPTM. Consultado em 10 de dezembro de 2016 
  24. «Projeto de expansão da linha 13 da CPTM» (PDF) 
  25. Meier, Ricardo (30 de março de 2020). «Assim como João Dias, quantas outras estações intermediárias podem surgir na CPTM?». Metrô CPTM. Consultado em 2 de dezembro de 2020 
  26. a b Bazani, Adamo; Moreira, Willian (23 de julho de 2020). «Governo pretende levar Linha 13-Jade até a Barra Funda». Diário do Transporte. Consultado em 25 de julho de 2020 
  27. «Projeto de extensão da Linha 13 até Bonsucesso». Guarulhos em Rede. Consultado em 10 de dezembro de 2016 
  28. «Governo diz que Linha 13 da CPTM irá além do aeroporto de Guarulhos» (html). g1.globo.com. 3 de julho de 2013. Consultado em 3 de agosto de 2013 
  29. Ricardo Meier (28 de maio de 2019). «Monotrilho será a solução de ligação entre a Linha 13 e o Aeroporto de Guarulhos, anuncia governo». Metrô CPTM. Consultado em 30 de maio de 2019 
  30. «Atraso de dois meses mantém no papel obra do monotrilho para aeroporto de Cumbica». Folha de S.Paulo. 29 de novembro de 2019. Consultado em 4 de dezembro de 2019 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Linha 13 da CPTM
  Este artigo sobre transportes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.