Linha 6 do Metropolitano de Paris

Linha do Metrô de Paris

A Linha 6 é uma da 16 linhas do Metropolitano de Paris. Ela liga Charles de Gaulle - Étoile a Nation. Constitui em grande parte de trechos em elevado e o resto em subterrâneo. Forma com a Linha 2 um anel que circunda o centro de Paris.[1][2]

Um trem MP 73 cruzando o Rio Sena no Viaduto de Bir-Hakeim com a Torre Eiffel ao fundo.

HistóriaEditar

A Linha 6 surgiu em 1900 como parte da Linha 1 no trecho entre Étoile e Trocadéro. Esse trecho foi passado para a Linha 2, estendendo-se para Place d'Italie, tornando-se a Linha 2 Sud. Em 1907 a Linha 2 Sud foi incorporada à Linha 5. A Linha 6 foi inaugurada em 1909 indo da Place d'Italie a Nation. Em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial, a Linha 6 incorporou a Linha 5, no trecho entre Étoile e Place d'Italie, com a extensão da linha 5 para além de Gare du Nord. Com isso a linha passou a formar com a Linha 2 um anel.

EstaçõesEditar

 
Plano da linha.

TurismoEditar

A linha 6 é uma das linhas mais apreciadas para turistas e Parisienses, graças à sua localização principalmente em viaduto[3]. Ela oferece pontos de vista únicos sobre vários monumentos. Da Ponte de Bir-Hakeim, pode se ver a Torre Eiffel com vista para o Sena, o Palais de Chaillot, a torre do sino da Igreja de Santo Agostinho, o topo do telhado de vidro do Grand Palais, a Torre Montparnasse, o Dôme des Invalides e a Butte Montmartre no horizonte de um lado, do outro a Maison de la Radio France, a Île aux Cygnes e o bairro de Beaugrenelle. Antes da estação Cambronne, pode se ver os Invalides por alguns segundos, antes de encontrá-los perto da estação Sèvres-Lecourbe, onde se pode ver a perspectiva da Avenue de Breteuil nos Invalides antes de voltar para o subterrâneo. A leste, se distinguem durante o percurso elevado o Ministério das Finanças e o Palais Omnisports de Paris-Bercy, bem como a Biblioteca François-Mitterrand e, ao longe, a cabeceira da Catedral de Notre-Dame.

A linha atende monumentos e áreas turísticas principalmente em sua seção ocidental. Depois da estação Montparnasse - Bienvenüe, ela tem como vocação essencial de unir os pontos mais animados do sul da capital. Podemos citar de oeste a leste:

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar