Lista de brasileiros considerados para o Prêmio Nobel

Esta é uma lista de brasileiros indicados ou considerados ao Prêmio Nobel, mas que por algum motivo não receberam o prêmio.

"Porque o Brasil não tem nenhum Prêmio Nobel? Eu fiz essa pergunta aos membros da Academia Sueca. Eles não responderam imediatamente. Acho que ficaram embaraçados, mas depois de umas doses de vodca um deles falou: 'Eu vou responder a sua pergunta! Vocês brasileiros são destruidores de heróis. Todos os candidatos brasileiros que apareceram, contrariamente aos dos outros países, em particular dos Estados Unidos, quando aparece um candidato brasileiro todos do Brasil jogam pedra. Não tem apoio da população. Parece que o brasileiro desconfia do outro ou tem ciúme do outro, sei lá o que acontece."[1]

Ozires Silva, em Entrevista ao Roda Viva.

Na história do Prêmio Nobel em geral, muitas conquistas foram negligenciadas em especial das Américas. Não apenas o Brasil, mas também grandes intelectuais foram injustiçados pelo prêmio. O historiador literário Kjell Espmark admitiu que "quanto aos primeiros prêmios, a censura de más escolhas e omissões flagrantes é frequentemente justificada. Tolstoi, Ibsen e Henry James deveriam ter sido recompensados ​​em vez de, por exemplo, Sully Prudhomme, Eucken e Heyse. ". Mas também vale ressaltar que há omissões que estão além do controle do Comitê Nobel, como a morte prematura de um autor, como foi o caso de Marcel Proust, Italo Calvino, Roberto Bolaño[2] e os brasileiros Guimarães Rosa e César Lattes, este último falecendo após a sua sétima indicação ao Nobel de Física, quando especula-se que finalmente o receberia. Jorge de Lima também receberia o Nobel de Literatura de 1958, sendo cotado em 1953, mas como já havia uma lista de autores a serem laureados até 57 ele o receberia em 1958, porém faleceu em 1953, e o Nobel não faz premiações póstumas.

Prêmios concorridosEditar

As quarenta indicações foram apresentadas nas seguintes categorias:

Lista de brasileiros indicados e considerados ao NobelEditar

Ano Nome Área Indicações Mérito (Justificativa) País vencedor Vencedores do ano Refs.
1911 Barão do Rio Branco Nobel da Paz 1 Advogado, diplomata e historiador. Participou de diversas negociações envolvendo as fronteiras brasileiras.     Tobias Asser e Alfred Fried [8]
1913,21 Carlos Chagas Medicina 2 Identificou todo o ciclo (parasita, vetor, hospedeiros, sintomas e a epidemiologia) de duas das mais graves doenças tropicais: a malária e a doença de Chagas.   Charles Richet, Alexis Carrel
/ Vital Brazil Medicina Cotado Fundador do Instituto Butantan, criou soros específicos contra venenos de animais peçonhentos, como cobras, aranhas e escorpiões. / / [9]
1925 Marechal Rondon Nobel da Paz 1 Após a Independência e proclamação da República, contribuiu para a interiorização pacífica e a aproximação com os indígenas brasileiros. Chefiou em 1914, uma excursão pela Amazônia, na companhia do presidente Theodore Roosevelt, e que quase custou a vida deste último. Roosevelt tinha Rondon na mais alta conta, e parece ter sido por sua influência a indicação de Rondon para o Nobel, por uma entidade militar norte-americana. Indicação foi endossada por Albert Einstein, em carta ao comitê do Nobel.     Charles G. Dawes e Sir Austen Chamberlain [10]
1930 Coelho Neto Literatura 1 Político e professor brasileiro, membro da Academia Brasileira de Letras onde foi o fundador da Cadeira número 2.   Sinclair Lewis
1934 Antônio Cardoso Fontes Medicina 1 Desenvolveu trabalhos sobre o bacilo da tuberculose (Mycobacterium tuberculosis).   George Whipple, George Minot, William Murphy [11]
1938 Adolfo Lutz Medicina 1 Por seu estudo sobre doenças tropicais, como cólera, malária e tuberculose. Primeiro latino-americano a estudar os mecanismos de transmissão da febre amarela pelo Aedes aegypti, usando a si mesmo como cobaia para comprovar sua tese.   Corneille Heymans
1938 Osvaldo Cruz Medicina Cotado Coordenou as campanhas de erradicação da febre amarela, peste bubônica e varíola. Convenceu o então presidente do Brasil, Rodrigues Alves, a decretar a vacinação obrigatória contra a varíola. / /
1939 Flávio de Carvalho Literatura 1 Foi um dos grandes nomes da geração modernista brasileira, atuando como arquiteto, engenheiro, cenógrafo, teatrólogo, pintor, desenhista, escritor, filósofo e músico.   Frans Eemil Sillanpää
1946 Manoel de Abreu Medicina 1 Inventou a abreugrafia, exame que permite o diagnóstico precoce da tuberculose. Por ser rápido e barato, possibilitou uma redução considerável no número de casos fatais da doença.   Ernst Chain, Alexander Fleming
1950-56 César Lattes Física 7 Codescobridor do méson-π, descoberta que levou à concessão do Nobel de Física a Cecil Frank Powell. Lattes foi o principal pesquisador e primeiro cientista do artigo que descreve o méson pi. Também é um dos principais responsáveis pela criação do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).       Cecil Powell, John Cockcroft, Ernest Walton, Felix Bloch, Edward Mills Purcell, Frits Zernike [12][13]
1958 Jorge de Lima Nobel de Literatura 1, Faleceu Foi um talento reconhecido em 1947 por um olheiro do Nobel. Impressionado com a obra do poeta, Artur Lunkvist convenceu a academia a dar o Nobel de Literatura a ele no ano de 1958, já que havia uma lista de autores para ganhar antes. Infelizmente, Jorge morreu em 1953. / / [14]
1965 Alceu Amoroso Lima Literatura 1 Foi um crítico literário, professor, pensador, escritor e líder católico brasileiro. Foi conde, pela Santa Sé.   Michail Sholokhov
1967 Jorge Amado Literatura 5 É o autor brasileiro mais adaptado do cinema, do teatro e da televisão. Sua obra literária foi tema de escolas de samba por todo o País e seus livros foram traduzidos em 80 países, em 49 idiomas, bem como em braille e em fitas gravadas para cegos. Recebeu também o Prémio Camões.     Miguel Ángel Asturias e Yasunari Kawabata [15]
1967 Guimarães Rosa Literatura 1, Faleceu Aclamado internacionalmente por seu genial Grande Sertão: Veredas . Foi indicado por seus leitores alemães e italianos. / / [16]
1967 Carlos Drummond de Andrade Literatura 1 Um dos mais influentes escritores brasileiros do século XX. Foi um dos principais poetas da segunda geração do modernismo brasileiro.   Miguel Ángel Asturias [17]
1968 Érico Veríssimo Literatura 1 Foi um dos maiores escritores brasileiros do século XX.   Yasunari Kawabata [15]
1970 Dom Hélder Câmara Nobel da Paz 4 Foi um bispo católico, arcebispo emérito de Olinda e Recife. Foi um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e defensor dos direitos humanos.   Norman Borlaug [8]
1970 Clarice Lispector Literatura Cotada Poeta pioneira do movimento modernista. / / [18]
1981-82 Chico Xavier Nobel da Paz 2 Médium filantropo.       UNHCR, Alva Myrdal e Alfonso Robles [8]
1982 Maurício Silva e Sérgio Ferreira Medicina Cotado Descobriu que o veneno da cobra jararaca age sobre as proteínas do sangue e libera a "bradicinina", substância vasodilatadora.   John Vane colaborador de Sério e Maurício
1983 Mario Schenberg Nobel de Física 1 Formulou, com George Gamow, o processo Urca, que explica a perda de energia nas supernovas comparando-a ao sumiço da grana nos cassinos da Urca. Schenberg trabalhou com os celebres Enrico Fermi e Wolfgang Pauli. Também descobriu, em parceria com o indiano Subramanyan Chandrasekhar (que ganhou o Prêmio Nobel em Física em 1983), a massa máxima que o núcleo inerte (ou seja, desativado) de uma estrela é capaz de suportar, por pressão térmica, as forças gravitacionais, antes de contrair e levar a estrela a se tornar uma gigante vermelha.     William Alfred Fowler eSubrahmanyan Chandrasekhar [19]
1988 Santa Irmã Dulce Nobel da Paz 1 Considerada o “anjo bom da Bahia”, realizou diversos trabalhos de caridade e assistência às pessoas mais pobres e necessitadas. Foi canonizada com o título de Santa Dulce dos Pobres em 2019 pelo Papa Francisco.   FM-ONU [20]
1989 Dom Paulo Evaristo Arns Nobel da Paz 1 Conhecido como o “Cardeal da Esperança”. Durante dez anos, deu assistência à população carente de Petrópolis (RJ). Criou a Comissão Brasileira Justiça e Paz, da Diocese de São Paulo, para denunciar os abusos do regime militar e criou a Pastoral da Criança, com a irmã Zilda Arns.   Tenzin Gyatso
1994 Herbert de Souza Nobel da Paz 1 Sociólogo brasileiro, realizou diversas atividades em defesa dos direitos humanos. Foi o fundador do Instituto Brasileiro de Análise Social e Econômica (IBASE), voltado para a democratização da informação, e realizou ações contra a fome e a miséria.   Yitzhak Rabin e Shimon Peres
1997 Johanna Dobereiner Nobel de Química 1 Suas pesquisas, fundamentais para que o Brasil desenvolvesse o Programa Nacional do Álcool e se tornasse o segundo produtor mundial de soja, poupam ao país um gasto anual próximo a 1,5 bilhão de dólares e tiveram impacto direto na economia nacional. Seu trabalho com fixação biológica do nitrogênio permitiu que milhares de pessoas consumissem alimentos mais baratos e saudáveis, o que lhe valeu a indicação ao Prêmio Nobel em 1997. EUAb Paul Delos Boyer [21]
1999 Otto Gottlieb Nobel de Química 1 Estudou a estrutura química das plantas que permitem analisar o estado de preservação de vários ecossistemas brasileiros. Foi membro da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e criou o Laboratório de Química de Produtos Naturais da USP. Integrando a química à biologia, à ecologia e à geografia, desenvolveu uma nova área de estudo no campo da química de produtos naturais: a sistemática bioquímica das plantas, também chamada de quimiossistemática ou taxonomia química, que consiste na identificação de grupos de substâncias químicas presentes nas plantas.   Ahmed Zewail [22]
2006 Zilda Arns Nobel da Paz 1 Médica pediatra e sanitarista. Foi fundadora da Pastoral da Criança e da Pastoral da Pessoa Idosa. A Pastoral da Criança teve duas indicações ao Nobel da Paz, e Zilda recebeu sua indicação no ano de 2006.   Muhammad Yunus e Grameen Bank
2017 Maria da Penha Nobel da Paz 1 Ícone da luta contra a violência doméstica. No início da década de 1980, sofreu duas tentativas de homicídio do então marido e lutou por 19 anos na Justiça até vê-lo preso. Inspirou a criação da Lei nº 11.340/2006 – a Lei Maria da Penha, de combate à violência doméstica.   ICAN
2017 Lygia Fagundes Telles Literatura 1 Considerada por acadêmicos, críticos e leitores uma das mais importantes e notáveis escritoras brasileiras do século XX e da história da literatura brasileira.   Bob Dylan [23]
2021 Alysson Paulinelli Nobel da Paz 1 Foi ministro da Agricultura no governo de Ernesto Geisel, quando modernizou a Embrapa e promoveu a ocupação econômica do Cerrado. Transformou tais áreas nas maiores produtoras agrícolas do mundo, possibilitando que a agricultura brasileira alimente 800 milhões de pessoas no planeta. ≅10% da população mundial.[24]     Maria Ressa e Dmitry Muratov [25]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Ozires Silva, em Entrevista ao Roda Viva, 2016. [1]
  2. Parks, Tim. «What's Wrong With the Nobel Prize in Literature | by Tim Parks». The New York Review of Books (em inglês). Consultado em 13 de maio de 2021 
  3. «The Nobel Peace Prize». NobelPrize.org (em inglês). Nobel Prize. Consultado em 5 de março de 2019 
  4. «The Nobel Prize in Literature». NobelPrize.org (em inglês). Nobel Foundation. Consultado em 5 de março de 2019 
  5. «The Nobel Prize in Physics». NobelPrize.org (em inglês). Nobel Foundation. Consultado em 5 de março de 2019 
  6. «The Nobel Prize in Physiology or Medicine». NobelPrize.org (em inglês). Nobel Foundation. Consultado em 5 de março de 2019 
  7. «The Nobel Prize in Chemistry». NobelPrize.org (em inglês). Nobel Foundation. Consultado em 5 de março de 2019 
  8. a b c Conheça os brasileiros já indicados ao prêmio Nobel da Paz, jun. 2021. Acesso em 7 de out. 2021. [2]
  9. Vital Brazil (1865-1950). Fundador dos institutos Butantan (em 1901, em São Paulo) [Leia mais em: https://saude.abril.com.br/medicina/quais-brasileiros-poderiam-ter-levado-o-premio-nobel-de-medicina/]
  10. Carlos Chagas, Rondon e César Lattes quase ganharam o Prêmio Nobel. Acessado em 7 de out. de 2021. [3]
  11. Quais brasileiros poderiam ter levado o Prêmio Nobel de Medicina [4]
  12. César Lattes, o brasileiro cuja descoberta foi premiada com Nobel [5]
  13. César Lattes: conheça a trajetória do brasileiro injustiçado. [6]
  14. O Caso Jorge de Lima, Academia Brasileira de Letras. Acessado em 8 de out. de 2021. [7]
  15. a b Os brasileiros que já foram indicados para o Nobel de Literatura. Acesso em 7 de out. de 2021. [Leia mais em: https://super.abril.com.br/cultura/os-brasileiros-que-ja-foram-indicados-para-o-nobel-de-literatura/]
  16. João Guimarães Rosa seria indicado para o prêmio Nobel de Literatura. A indicação, iniciativa dos seus editores alemães, franceses e italianos, foi barrada pela morte do escritor. Acesso em 7 de out. 2021. [8]
  17. Jorge Amado e Carlos Drummond de Andrade foram considerados para Nobel de 1967 [9]
  18. Clarice Lispector considerada ao Nobel de 1970[Leia mais em: https://super.abril.com.br/cultura/os-brasileiros-que-ja-foram-indicados-para-o-nobel-de-literatura/]
  19. Mario Schenberg (1914-1990) [10]
  20. Biografia de Irmã Dulce, 2021. Acesso em 7 de out. 2021. [11]
  21. https://www.embrapa.br/memoria-embrapa/personagens/johanna-dobereiner
  22. Otto Richard Gottlieb, Instituto FioCruz. Acessado em 8 de out. de 2021. [12]
  23. A escritora tem 92 anos e mais de quinze obras lançadas no Brasil e no exterior indicado ao Nobel [13]
  24. O agro brasileiro alimenta 800 milhões de pessoas, diz estudo da Embrapa, EMBRAPA. Acesso em 22 de out. de 2021. [14]
  25. Esalq oficializa indicação de Alysson Paolinelli ao Prêmio Nobel da Paz [15]