Lista de estádios de futebol do Brasil

Listas dos estádios de futebol por unidade federativa do Brasil.

AcreEditar

AlagoasEditar

AmapáEditar

AmazonasEditar

BahiaEditar

CearáEditar

Fortaleza

Interior

Distrito FederalEditar

Espírito SantoEditar

Lista dos estádios capixabas com capacidade de pelo menos 3.000 pessoas.[1]

Estádio Localidade Proprietário Capacidade
Estádio Kléber Andrade   Cariacica Governo do Estado do Espírito Santo 21.000[2]
Estádio Engenheiro Araripe   Cariacica Associação Desportiva Ferroviária Vale do Rio Doce 7.700
Estádio Sumaré   Cachoeiro de Itapemirim Estrela do Norte Futebol Clube 6.000
Estádio José Olímpio da Rocha   Águia Branca Real Noroeste Capixaba Futebol Clube 5.281[3]
Estádio do Bambu   Aracruz Esporte Clube Aracruz 5.058
Estádio Sernamby   São Mateus Centro Educativo Recreativo Associação Atlética São Mateus 4.500[4]
Estádio Salvador Costa   Vitória Vitória Futebol Clube 3.000

GoiásEditar

Goiânia

Interior

MaranhãoEditar

São Luís

Interior

Mato GrossoEditar

Cuiabá

Interior

Minas GeraisEditar

ParáEditar

ParaíbaEditar

João Pessoa

Interior

ParanáEditar

Curitiba

Interior

PernambucoEditar

 
Estádio do Arruda, o maior do Estado

PiauíEditar

Teresina

Interior

Rio de JaneiroEditar

Rio Grande do NorteEditar

Rio Grande do SulEditar

RondôniaEditar

RoraimaEditar

Santa CatarinaEditar

São PauloEditar

SergipeEditar

Aracaju

Interior

TocantinsEditar

Palmas

Interior

Maiores capacidadesEditar

Referências

  1. «Cadastro Nacional de Estádios de Futebol - 2016» (PDF). CBF. 18 de janeiro de 2016. Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  2. «Torcedores assistem jogo do Flamengo até de telhado no estádio Kleber Andrade». Gazetaonline. 30 de junho de 2016. Consultado em 5 de julho de 2016 
  3. «Kleber Andrade e José Olímpio da Rocha serão os palcos da final do Capixabão 2018». globoesporte.com. 26 de março de 2018. Consultado em 28 de março de 2018 
  4. «Sernamby é liberado e São Mateus pode jogar em casa do Capixabão». globoesporte.com. 6 de fevereiro de 2017. Consultado em 6 de fevereiro de 2017