Abrir menu principal

Lista de ministros das Obras Públicas de Portugal

artigo de lista da Wikimedia
Bandeira de ministro de Portugal.
Pedro Nuno Santos, atual ministro das Infraestruturas e da Habitação.

Esta é uma lista de ministros detentores da pasta das Obras Públicas em Portugal, entre a criação do Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria a 30 de agosto de 1852 e a atualidade, enquanto Ministério do Planeamento e das Infraestruturas. A lista cobre a Monarquia Constitucional (1830–1910), a Primeira República (1910–1926), o período ditatorial da Ditadura Militar, Ditadura Nacional e Estado Novo (1926–1974) e o atual período democrático (1974–atualidade).

Índice

DesignaçãoEditar

Entre 1852 e 2011, o cargo de ministro das Obras Públicas teve as seguintes designações:

  • Ministro e secretário de Estado dos Negócios das Obras Públicas, Comércio e Indústria, também conhecido como Ministro dos Negócios das Obras Públicas, Comércio e Indústria ou apenas Ministro das Obras Públicas, Comércio e Indústria — designação (ou designações) usadas entre 30 de agosto de 1852 e 5 de outubro de 1910; o ministério era um verdadeiro ministério da Economia, concentrando as obras públicas, os transportes terrestres e comunicações, mas também os assuntos económicos (Comércio, Indústria e Agricultura);
  • Ministro das Obras Públicas, Comércio e Indústria — designação usada entre 5 de outubro de 1910 e 10 de outubro de 1910;
  • Ministro do Fomento — designação usada entre 10 de outubro de 1910 e 5 de novembro de 1917;
  • integrado no Ministério do Comércio (Ministério do Comércio e Comunicações a partir de 9 de maio de 1919) — entre 5 de novembro de 1917 e 5 de julho de 1932;
  • Ministro das Obras Públicas e Comunicações — designação usada entre 5 de julho de 1932 e 1 de janeiro de 1947;
  • Ministro das Obras Públicas — designação usada entre 1 de janeiro de 1947 e 25 de abril de 1974;
  • Ministro do Equipamento Social e do Ambiente — designação usada entre 16 de maio de 1974 e 17 de outubro de 1975;
  • Ministro do Equipamento Social — designação usada entre 17 de outubro de 1975 e 10 de fevereiro de 1976;
  • Ministro das Obras Públicas — designação usada entre 10 de fevereiro de 1976 e 30 de janeiro de 1978;
  • Ministro da Habitação e Obras Públicas — designação usada entre 30 de janeiro de 1978 e 4 de setembro de 1981;
  • Ministro da Habitação, Obras Públicas e Transportes — designação usada entre 4 de setembro de 1981 e 9 de junho de 1983;
  • Ministro do Equipamento Social — designação usada entre 9 de junho de 1983 e 6 de novembro de 1985;
  • Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações — designação usada entre 6 de novembro de 1985 e 28 de outubro de 1995;
  • Ministro do Equipamento Social — designação usada entre 28 de outubro de 1995 e 15 de janeiro de 1996;
  • Ministro do Equipamento Social, do Planeamento e da Administração do Território — designação usada entre 15 de janeiro de 1996 e 25 de outubro de 1999;
  • Ministro do Equipamento Social — designação usada entre 25 de outubro de 1999 e 23 de janeiro de 2002;
  • integrado na Presidência do Conselho de Ministros, com as funções delegadas no Ministro do Ambiente e do Ordenamento do Território — entre 23 de janeiro de 2002 e 6 de abril de 2002;
  • Ministro das Obras Públicas, Transportes e Habitação — designação usada entre 6 de abril de 2002 e 17 de julho de 2004;
  • Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações — designação usada entre 17 de julho de 2004 e 21 de junho de 2011;
  • integrado no Ministério da Economia e do Emprego (Ministério da Economia a partir de 24 de julho de 2013) — entre 21 de junho de 2011 e 26 de novembro de 2015;
  • Ministro do Planeamento e das Infraestruturas — designação usada entre 26 de novembro de 2015 e 18 de fevereiro de 2019;
  • Ministro das Infraestruturas e da Habitação — designação usada entre 18 de fevereiro de 2019 e a atualidade.

NumeraçãoEditar

Para efeitos de contagem, regra geral, não contam os ministros interinos em substituição de um ministro vivo e em funções. Já nos casos em que o cargo é ocupado interinamente, mas não havendo um ministro efetivamente em funções, o ministro interino conta para a numeração. Os casos em que o ministro não chega a tomar posse não são contabilizados. Os períodos em que o cargo foi ocupado por órgãos coletivos também não contam na numeração desta lista.

São contabilizados os períodos em que o ministro esteve no cargo ininterruptamente, não contando se este serve mais do que um mandato consecutivo, e não contando ministros provisórios durante os respetivos mandatos. Ministros que sirvam em períodos distintos são, obviamente, distinguidos numericamente.

ListaEditar

Monarquia Constitucional (1830–1834)Editar

# Ministro e secretário de Estado dos Negócios
das Obras Públicas, Comércio e Indústria
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
1 António Maria de Fontes Pereira de Melo
(interino)
(1819–1887)
  30 de agosto de 1852 8 de novembro de 1855
XXI
Rodrigo da Fonseca Magalhães
(interino)
(1787–1858)
  8 de novembro de 1855 3 de janeiro de 1856
António Maria de Fontes Pereira de Melo
(interino; continuação)
(1819–1887)
  3 de janeiro de 1856 6 de junho de 1856
2 Bernardo de Sá Nogueira de Figueiredo,
Visconde de Sá da Bandeira

(interino)
(1795–1876)
  6 de junho de 1856 25 de junho de 1856
XXII
3 D. Nuno José Severo de Mendoça Rolim de Moura Barreto,
Marquês de Loulé
e Conde de Vale de Reis

(1804–1875)
  25 de junho de 1856 14 de março de 1857
4 Carlos Bento da Silva
(1812–1891)
  14 de março de 1857 16 de março de 1859
5 António de Serpa Pimentel
(1825–1900)
  16 de março de 1859 4 de julho de 1860
XXIII
XXIV
6 Tiago Augusto Veloso da Horta
(1819–1863)
  4 de julho de 1860 26 de fevereiro de 1862
XXV
7 D. Nuno José Severo de Mendoça Rolim de Moura Barreto,
Marquês de Loulé
e Conde de Vale de Reis

(2.ª vez; interino)
(1804–1875)
  26 de fevereiro de 1862 12 de setembro de 1862
Joaquim Tomás Lobo de Ávila
(interino)
(1822–1901)
  12 de setembro de 1862 6 de outubro de 1862
D. Nuno José Severo de Mendoça Rolim de Moura Barreto,
Duque de Loulé
e Conde de Vale de Reis

(2.ª vez continuação; interino)
(1804–1875)
  6 de outubro de 1862 16 de janeiro de 1864
8 João Crisóstomo de Abreu e Sousa
(1811–1895)
  16 de janeiro de 1864 17 de abril de 1865
9 Carlos Bento da Silva
(2.ª vez)
(1812–1891)
  17 de abril de 1865 4 de setembro de 1865
XXVI
10 José Joaquim Gomes de Castro,
Conde de Castro

(1794–1878)
  4 de setembro de 1865 9 de maio de 1866
XXVI
11 José Maria Caldeira do Casal Ribeiro
(1825–1896)
  9 de maio de 1866 6 de junho de 1866
12 João de Andrade Corvo
(1824–1890)
  6 de junho de 1866 4 de janeiro de 1868
13 Sebastião do Canto e Castro Mascarenhas
(1821–1875)
  4 de janeiro de 1868 22 de julho de 1868
XXVIII
14 Sebastião Lopes de Calheiros e Meneses
(1816–1899)
  22 de julho de 1868 11 de agosto de 1869
XXIX
15 Joaquim Tomás Lobo de Ávila
(interino)
(1822–1901)
  11 de agosto de 1869 20 de maio de 1870
XXX
16 D. João Carlos Gregório Domingos Vicente Francisco de Saldanha Oliveira e Daun,
Duque de Saldanha

(interino)
(1790–1876)
  20 de maio de 1870 26 de maio de 1870
XXXI
17 D. Caetano Gaspar de Almeida e Noronha Portugal
Camões de Albuquerque Moniz e Sousa,

Marquês de Angeja,
Conde de Peniche e Senhor de Vila Verde

(1820–1881)
  26 de maio de 1870 1 de agosto de 1870
18 D. Luís da Câmara Leme
(interino)
(1819–1904)
  1 de agosto de 1870 29 de agosto de 1870
19 Carlos Bento da Silva
(3.ª vez)
(1812–1891)
  29 de agosto de 1870 29 de outubro de 1870
XXXII
20 António José de Ávila,
Marquês de Ávila e Bolama

(1807–1881)
  29 de outubro de 1870 1 de março de 1871
XXXIII
21 Sebastião José de Carvalho,
Visconde de Chanceleiros

(1833–1905)
  1 de março de 1871 12 de julho de 1871
22 Carlos Bento da Silva
(4.ª vez; interino)
(1812–1891)
  12 de julho de 1871 13 de setembro de 1871
23 António Cardoso Avelino
(1822–1889)
  13 de setembro de 1871 9 de novembro de 1876
XXXIV
24 Lourenço António de Carvalho
(1837–1890)
  9 de novembro de 1876 5 de março de 1877
25 João Gualberto de Barros e Cunha
(1827–1882)
  5 de março de 1877 29 de janeiro de 1878
XXXV
26 Lourenço António de Carvalho
(2.ª vez)
(1837–1890)
  29 de janeiro de 1878 1 de junho de 1879
XXXVI
27 Augusto Saraiva de Carvalho
(1839–1882)
  1 de junho de 1879 25 de março de 1881
XXXVII
28 Ernesto Rodolfo Hintze Ribeiro
(interino desde 24 de outubro de 1883[Nota 1])
(1849–1907)
  25 de março de 1881 3 de dezembro de 1883
XXXVIII
XXXIX
XL
29 António Augusto de Aguiar
(1838–1887)
  3 de dezembro de 1883 4 de fevereiro de 1885
30 António Maria de Fontes Pereira de Melo
(2.ª vez; interino)
(1819–1887)
  4 de fevereiro de 1885 19 de novembro de 1885
31 Tomás António Ribeiro Ferreira
(1831–1901)
  19 de novembro de 1885 20 de fevereiro de 1886
32 Emídio Júlio Navarro
(1844–1905)
  20 de fevereiro de 1886 23 de fevereiro de 1889
XLI
33 Eduardo José Coelho
(1835–1913)
  23 de fevereiro de 1889 14 de janeiro de 1890
34 Frederico de Gusmão Correia Arouca
(1846–1902)
  14 de janeiro de 1890 13 de outubro de 1890
XLII
35 Tomás António Ribeiro Ferreira
(2.ª vez)
(1831–1901)
  13 de outubro de 1890 21 de maio de 1891
XLIII
36 João Ferreira Franco Pinto Castelo Branco
(1855–1929)
  21 de maio de 1891 17 de janeiro de 1892
XLIV
37 Sebastião José de Carvalho,
Visconde de Chanceleiros

(2.ª vez)
(1833–1905)
  17 de janeiro de 1892 27 de maio de 1892
XLV
38 Pedro Vítor da Costa Sequeira
(1846–1905)
  27 de maio de 1892 22 de fevereiro de 1893
XLVI
39 Bernardino Luís Machado Guimarães
(1851–1944)
  22 de fevereiro de 1893 20 de dezembro de 1893
XLVII
40 Carlos Orta Lobo de Ávila
(1860–1895)
  20 de dezembro de 1893 1 de setembro de 1894
41 Artur Alberto de Campos Henriques
(1853–1922)
  1 de setembro de 1894 7 de fevereiro de 1897
42 Augusto José da Cunha
(1834–1919)
  7 de fevereiro de 1897 18 de agosto de 1898
XLVIII
43 Elvino José de Sousa e Brito
(1851–1902)
  18 de agosto de 1898 25 de junho de 1900
XLIX
44 José Gonçalves Pereira dos Santos
(1855–1927)
  25 de junho de 1900 30 de novembro de 1900
L
45 Manuel Francisco de Vargas
(1849–1921)
  30 de novembro de 1900 28 de fevereiro de 1903
46 Alfredo Vieira Coelho Peixoto Pinto de Vilas-Boas,
Conde de Paçô Vieira

(1860–1926)
  28 de fevereiro de 1903 20 de outubro de 1904
LI
47 Eduardo José Coelho
(2.ª vez)
(1835–1913)
  20 de outubro de 1904 26 de abril de 1905
LII
48 João de Alarcão Velasques Sarmento Osório
(1854–1918)
  26 de abril de 1905 27 de dezembro de 1905
49 António Ferreira Cabral Pais do Amaral
(1863–1956)
  27 de dezembro de 1905 20 de março de 1906
LIII
50 José Gonçalves Pereira dos Santos
(2.ª vez)
(1855–1927)
  20 de março de 1906 19 de maio de 1906
LIV
51 José Malheiro Reimão Teles de Meneses e Sá
(1860–1951)
  19 de maio de 1906 4 de fevereiro de 1908
LV
52 João de Sousa Calvet Pinto de Magalhães
(1845–1924)
  4 de fevereiro de 1908 25 de dezembro de 1908
LVI
53 D. Luís Filipe de Castro
(1868–1928)
  25 de dezembro de 1908 14 de maio de 1909
LVII
LVIII
54 António Alfredo Barjona de Freitas
(1860–1923)
  14 de maio de 1909 22 de dezembro de 1909
LIX
55 Manuel António Moreira Júnior
(1866–1953)
  22 de dezembro de 1909 26 de junho de 1910
LX
56 José Gonçalves Pereira dos Santos
(3.ª vez)
(1855–1927)
  26 de junho de 1910 5 de outubro de 1910
LXI

Primeira República (1911–1926)Editar

# Ministro das Obras Públicas,
Comércio e Indústria
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
Governo Provisório (1910–1911)
57 António Luís Gomes
(1863–1961)
  5 de outubro de 1910 10 de outubro de 1910[Nota 2]
Gov. Prov.
(I)
# Ministro do Fomento
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato
António Luís Gomes
(continuação)
(1863–1961)
  10 de outubro de 1910 22 de novembro de 1910
58 Manuel de Brito Camacho
(1862–1934)
  22 de novembro de 1910 3 de setembro de 1911
Governos Constitucionais (1911–1917)
59 Sidónio Bernardino Cardoso da Silva Pais
(1872–1918)
  4 de setembro de 1911 12 de novembro de 1911
II
60 José Estêvão Pais Brosselard de Vasconcelos
(1868–1917)
  12 de novembro de 1911 16 de junho de 1912
III
61 António Aurélio da Costa Ferreira
(1879–1922)
  16 de junho de 1912 9 de outubro de 1912
IV
Joaquim Basílio Cerveira e Sousa de Albuquerque e Castro
(interino)
(1853–1925)
  9 de outubro de 1912 20 de novembro de 1912
António Aurélio da Costa Ferreira
(continuação)
(1879–1922)
  20 de novembro de 1912 27 de novembro de 1912
Francisco José de Meneses Fernandes Costa
(interino)
(1857–1925)
  27 de novembro de 1912 9 de janeiro de 1913
62 António Maria da Silva
(1872–1950)
  9 de janeiro de 1913 9 de fevereiro de 1914
V
63 Aquiles Gonçalves Fernandes
(1880–1915)
  9 de fevereiro de 1914 23 de junho de 1914
VI
64 João Maria de Almeida Lima
(1859–1930)
  23 de junho de 1914 12 de dezembro de 1914
VII
65 Eduardo Alberto Lima Basto
(1875–1942)
  12 de dezembro de 1914 25 de janeiro de 1915
VIII
66 José Joaquim Pereira Pimenta de Castro
(interino)
(1846–1918)
  25 de janeiro de 1915 28 de janeiro de 1915
IX
67 José Nunes da Ponte
(1848–1924)
  28 de janeiro de 1915 14 de maio de 1915
Junta Constitucional
composta por:
José Maria Mendes Ribeiro Norton de Matos
António Maria da Silva
José de Freitas Ribeiro
Alfredo Ernesto de Sá Cardoso
Álvaro Xavier de Castro
  14 de maio de 1915 15 de maio de 1915
——
Sebastião de Magalhães Lima
(não empossado)
(1850–1928)
  15 de maio de 1915 17 de maio de 1915
X
68 Manuel Joaquim Rodrigues Monteiro
(1879–1952)
  17 de maio de 1915 29 de novembro de 1915
X
XI
69 António Maria da Silva
(2.ª vez)
(1872–1950)
  29 de novembro de 1915 17 de março de 1916
XII
XIII
70 Francisco José de Meneses Fernandes Costa
(interino)
(1857–1925)
  17 de março de 1916 25 de abril de 1917
71 Herculano Jorge Galhardo
(1868–1944)
  25 de abril de 1917 5 de novembro de 1917[Nota 3]
XIV
# Pasta das Obras Públicas Retrato Início Fim Governo
Serviços integrados no Ministério do Comércio
(ver: Lista de ministros do Comércio de Portugal)
  5 de novembro de 1917 8 de dezembro de 1917 ——
República Nova (1917–1918)
Serviços integrados no Ministério do Comércio
(ver: Lista de ministros do Comércio de Portugal)
  8 de dezembro de 1918 15 de maio de 1918 ——
Serviços integrados na Secretaria de Estado do Comércio
(ver: Lista de ministros do Comércio de Portugal)
  15 de maio de 1918 16 de dezembro de 1918
Serviços integrados no Ministério do Comércio
(ver: Lista de ministros do Comércio de Portugal)
  16 de dezembro de 1918 23 de dezembro de 1918
Governos Constitucionais (1918–1926)
Serviços integrados no Ministério do Comércio
(ver: Lista de ministros do Comércio de Portugal)
  23 de dezembro de 1918 9 de maio de 1919 ——
Serviços integrados no Ministério do Comércio e Comunicações
(ver: Lista de ministros do Comércio de Portugal)
  9 de maio de 1919 29 de maio de 1926

Segunda República (1926–1974)Editar

# Pasta das Obras Públicas Retrato Início Fim Governo
Ditadura Militar (1926–1928)
Serviços integrados no Ministério do Comércio e Comunicações
(ver: Lista de ministros do Comércio de Portugal)
  29 de maio de 1926 18 de abril de 1928 ——
Ditadura Nacional (1928–1933)
Serviços integrados no Ministério do Comércio e Comunicações
(ver: Lista de ministros do Comércio de Portugal)
  18 de abril de 1928 5 de julho de 1932 ——
# Ministro das Obras Públicas e Comunicações
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
72 Duarte José Pacheco
(1900–1943)
  5 de julho de 1932 11 de abril de 1933
VIII
Estado Novo (1933–1974)
Duarte José Pacheco
(continuação)
(1900–1943)
  11 de abril de 1933 18 de janeiro de 1936
I E.N.
73 Joaquim José de Andrade e Silva Abranches
(1888–1939)
  18 de janeiro de 1936 23 de maio de 1938
II E.N.
Manuel Rodrigues Júnior
(interino)
(1889–1946)
  23 de maio de 1938 25 de maio de 1938
74 Duarte José Pacheco
(2.ª vez)
(1900–1943)
  25 de maio de 1938 16 de novembro de 1943
Cargo vago   16 de novembro de 1943 18 de novembro de 1943
75 João Pinto da Costa Leite "Lumbrales"
(interino)
(1905–1975)
  18 de novembro de 1943 6 de setembro de 1944
76 Augusto Cancela de Abreu
(1895–1965)
  6 de setembro de 1944 4 de fevereiro de 1947
# Ministro das Obras Públicas
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato
77 José Frederico do Casal Ribeiro Ulrich
(1905–1982)
  4 de fevereiro de 1947 2 de abril de 1954
78 Eduardo de Arantes e Oliveira
(1907–1982)
  2 de abril de 1954 12 de abril de 1967
79 José Albino Machado Vaz
(1903–1973)
  12 de abril de 1967 27 de setembro de 1968
80 Rui Alves da Silva Sanches
(1919–2009)
  27 de setembro de 1968 25 de abril de 1974
III E.N.

Terceira República (1974–presente)Editar

# Ministro das Obras Públicas
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
Junta de Salvação Nacional (1974)
Junta de Salvação Nacional
composta por:
António Sebastião Ribeiro de Spínola (Presidente)
Francisco da Costa Gomes
Jaime Silvério Marques
Manuel Diogo Neto
Carlos Galvão de Melo
José Baptista Pinheiro de Azevedo
António Alva Rosa Coutinho
  25 de abril de 1974 16 de maio de 1974
——
Governos Provisórios (1974–1976)
# Ministro do Equipamento Social e do Ambiente
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
81 Manuel Coelho Mendes da Rocha
(1913–1981)
  15 de maio de 1974 17 de julho de 1974
I Prov.
82 José Augusto Fernandes
(n/d–n/d)
  17 de julho de 1974 8 de agosto de 1975
II Prov.
III Prov.
IV Prov.
83 Henrique Manuel de Araújo de Oliveira e Sá
(n/d–n/d)
  8 de agosto de 1975 19 de setembro de 1975
V Prov.
# Ministro do Equipamento Social
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
84 Álvaro Augusto Veiga de Oliveira
(1929–2006)
  19 de setembro de 1975 10 de fevereiro de 1976
VI Prov.
# Ministro das Obras Públicas
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato
Álvaro Augusto Veiga de Oliveira
(continuação)
(1929–2006)
  10 de fevereiro de 1976 23 de julho de 1976
Governos Constitucionais (1976-Present)
85 João Orlindo de Almeida Pina
(1926–2014)
  23 de julho de 1976 30 de janeiro de 1978
I
# Ministro da Habitação e Obras Públicas
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
86 António Francisco Barroso de Sousa Gomes
(1936–2015)
  30 de janeiro de 1978 29 de agosto de 1978
II
87 João Orlindo de Almeida Pina
(2.ª vez)
(1926–2014)
  29 de agosto de 1978 1 de agosto de 1979
III
IV
88 Mário Adriano de Moura e Castro Brandão Fernandes de Azevedo
(1929–)
  1 de agosto de 1979 3 de janeiro de 1980
V
89 João Lopes Porto
(1941–2014)
  3 de janeiro de 1980 9 de janeiro de 1981
VI
90 Luís Eduardo da Silva Barbosa
(1933–)
  9 de janeiro de 1981 4 de setembro de 1981
VII
# Ministro da Habitação, Obras Públicas e Transportes
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
91 José Carlos Pinto Soromenho Viana Baptista
(1931–2004)
  4 de setembro de 1981 9 de junho de 1983
VIII
# Ministro do Equipamento Social
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
92 João Rosado Correia
(1939–2002)
  9 de junho de 1983 15 de fevereiro de 1985
IX
93 Carlos Montez Melancia
(1927–)
  15 de fevereiro de 1985 6 de novembro de 1985
# Ministro das Obras Públicas, Transportes
e Comunicações
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
94 João Maria Leitão de Oliveira Martins
(1934–2011)
  6 de novembro de 1985 24 de abril de 1990
X
XI
95 Joaquim Martins Ferreira do Amaral
(1945–)
  24 de abril de 1990 28 de outubro de 1995
XI
XII
# Ministro do Equipamento Social
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
96 Henrique de Oliveira Constantino
(1939–1995)
  28 de outubro de 1995 27 de dezembro de 1995
XIII
97 Francisco Luís Murteira Nabo
(1939–)
  27 de dezembro de 1995 15 de janeiro de 1996
# Ministro do Equipamento, do Planeamento
e da Administração do Território
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato
98 João Cardona Gomes Cravinho
(1936–)
  15 de janeiro de 1996 25 de outubro de 1999
# Ministro do Equipamento Social
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
99 Jorge Paulo Sacadura Almeida Coelho
(1954–)
  25 de outubro de 1999 10 de março de 2001
XIV
100 Eduardo Luís Barreto Ferro Rodrigues
(1949–)
  10 de março de 2001 23 de janeiro de 2002
101 José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa
(por delegação de funções[Nota 4])
(1957–)
  23 de janeiro de 2002 6 de abril de 2002
# Ministro das Obras Públicas, Transportes
e Habitação
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
102 Luís Francisco Valente de Oliveira
(1937–)
  6 de abril de 2002 5 de abril de 2003
XV
103 António Pedro de Nobre Carmona Rodrigues
(1956–)
  5 de abril de 2003 17 de julho de 2004
# Ministro das Obras Públicas, Transportes
e Comunicações
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
104 António Luís Teixeira Guerra Nunes Mexia
(1957–)
  17 de julho de 2004 12 de março de 2005
XVI
105 Mário Lino Soares Correia
(1940–)
  12 de março de 2005 26 de outubro de 2009
XVII
106 António Augusto da Ascenção Mendonça
(1954–)
  26 de outubro de 2009 21 de junho de 2011
XVIII
# Pasta das Obras Públicas Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
Serviços integrados no Ministério da Economia e do Emprego
(ver: Lista de ministros da Economia de Portugal)
  21 de junho de 2011 24 de julho de 2013 ——
Serviços integrados no Ministério da Economia
(ver: Lista de ministros da Economia de Portugal)
  24 de julho de 2013 26 de novembro de 2015
# Ministro do Planeamento
e das Infraestruturas
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
107 Pedro Manuel Dias de Jesus Marques
(1976–)
  26 de novembro de 2015 18 de fevereiro de 2019
XXI
# Ministro das Infraestruturas
e da Habitação
Retrato Início do mandato Fim do mandato
108 Pedro Nuno de Oliveira Santos
(1977–)
  18 de fevereiro de 2019 presente

NotasEditar

  1. Interinamente, e em substituição de António Augusto de Aguiar, cuja data de nomeação é a mesma.
  2. Por diploma aprovado no dia 8 de outubro de 1910, e publicado em Diário do Governo (n.º 4) no dia 10 de outubro, o Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria foi renomeado Ministério do Fomento.
  3. Através do Decreto n.º 3:511, os ministérios do Fomento e do Trabalho e Previdência Social foram remodelados, passando a Agricultura para o novo ministério do Trabalho, e os serviços ligados aos transportes e comunicações para o ministério do Fomento, agora renomeado Ministério do Comércio. Há uma associação de continuidade entre o extinto ministério do Fomento e o novo ministério do Comércio, mas perdendo o título do ministério afinidades gerais com as Obras Públicas, e tratando este anexo dessa pasta, por razões práticas, listam-se os ministros do Comércio separadamente em Lista de ministros do Comércio de Portugal. Herculano Galhardo, continou, desde 5 de novembro de 1917 até 10 de novembro do mesmo ano como o primeiro ministro do Comércio.
  4. Quando Eduardo Ferro Rodrigues foi exonerado do cargo de ministro do Equipamento Social, o ministério ficou sob a alçada da Presidência do Conselho de Ministros, tendo o primeiro-ministro António Guterres delegado as funções de ministro do Equipamento Social no ministro do Ambiente e Ordenamento do Território José Sócrates.

ReferênciasEditar

Ver tambémEditar