Lista de personagens de Shurato

artigo de lista da Wikimedia

Lista de personagens da série de anime e mangá Shurato.

Os Oito Guardiões CelestiaisEditar

Os Oito Guardiões Celestiais (em japonês: 八部衆 Hachibushū?, lit. Oito Legiões) são considerados os mais fortes dentre toda a força celestial de Deva. São compostos por oito guerreiros que trajam Shaktis, que são uma espécie de armadura que pode se transformar tanto numa proteção corporal, quanto num veículo de locomoção.

 
Sendan Kendatsuba, um dos Hachibushū (Oito Guardiões Mágicos) segundo o Budismo é retratado na coleção de pinturas Exterminação do Mal.

Shurato, o Rei ShuraEditar

Shurato Hidaka (日高秋亜人 Hidaka Shurato?), também conhecido como Shurato, o Rei Shura (修羅王シュラト Shura-ō Shurato?, lit. Shurato, o Rei Asura) é o personagem principal do anime. Foi transmigrado para o Mundo Celestial com seu amigo Gai. É fiel a todos os seus amigos e sempre se recusa a lutar com Gai. Mais tarde, descobre ser o Sucessor de Brahma (chamado de Brafma na dublagem brasileira), Deus hindu da criação. Possui uma personalidade temperamental e infantil, agindo às vezes por impulso ou por pura irresponsabilidade. Quando chega ao Mundo Celestial, não tem domínio algum do Sohma. Mas, graças a ajuda de Salas e Mayuri (servos diretos de Vishnu), ele aprende a controlar seu poder. Apesar de não admitir, ele ama Rakesh, a ponto de dar a vida pela garota. Seus combates mais marcantes foram contra Kundalini de de Gundarimyou-ou, contra o Mestre Indra e contra seu melhor amigo, Gai (Rei Yasha). Depois de salvar Vishnu, Shurato recebe a missão de conseguir o Shakti de Brahma. Mas percebe que teria que enfrentar seu amigo mais uma vez e descobre que quando foram transmigrados para o Mundo Celestial, Gai sofreu uma lavagem cerebral, se tornando uma marionete de Shiva. Durante a luta, quase libera o Sohma Negro, como também salva Gai, que morre em seguida. Ele se funde a Gai e derrota Shiva. De volta a Terra (nos episódios OVA's), Shurato descobre que seu amigo Gai, que tinha se fundido a ele, se separou dele e sofre de amnésia, e tem de protegê-lo de Scrimil, o Deus da Harmonia. No OVA, Shurato revela sua nova técnica que tinha treinado no Mundo Celestial, a Tríade Suprema de Shura. Seu Shakti representa o Leão.

[Armas] Sankosho

[Atributo] Luz

[Data de Nascimento] 10 de outubro de 1973

[Tipo sanguíneo] O

[Local de Nascimento] Tóquio

 
Vajra (वज्र), sankosho (三鈷杵?), "pilão com três pinos em cada extremidade" ou "clava dupla" são os nomes da diferente arma/cetro empunhado por Shurato.
Mantras
  • On Shura Sowaka: invocação do Shakti.
  • Naumaku Samanda Bodanan Abira Unken Sowaka : Poder de Shura (修羅魔破拳 Shura Mahaken?, lit. Punho Mágico de Asura)
  • Om Basara Tamakukkan Yasha Han: Vento Cortante do Lobo Diabólico (Shippuu Marouken, lit. Furacão do Canino Diabólico - golpe de Gai, utilizado somente na batalha final contra Shiva).
  • Naumaku Samanda Bodanan Makka Jinbara Sowaka: Pirâmide de Luz de Shura (Shura Kouhaken, lit. Pirâmide de Luz de Asura).
  • Naumaku Samanda Bodanan Omborum (repetidamente): Shurato recita continuamente este mantra em conjunto com Hyoga, Ryuma e Leiga, de modo a lançarem a poderosa Formação Mandala.

Gai, o Rei YashaEditar

 
Uma montante é muito semelhante à espada usada por Gai.

Gai Kuroki (黒木凱 Kuroki Gai?), também chamado de Gai, o Rei Yasha (夜叉王ガイ Yasha-ō Gai?, lit. Gai, o Rei Yaksha), também sucessor de Brahma. e antagonista principal inicialmente. Logo que chega ao Mundo Celestial é dominado pelo poder do Sohma Negro,que foi colocado nele por Shiva e passa a lutar contra Shurato.  Na Terra, Gai era o melhor amigo e rival esportivo de Shurato. Já no Mundo Celestial, é eventualmente derrotado por diversas vezes por Shurato na luta contra as forças de Asura. Após sua morte durante o combate contra Shiva, o espírito remanescente de Gai incorpora ao espírito do amigo para guiá-lo ao caminho da luz e auxílio nesta mesma batalha . No OVA, quando Shurato é mandado de volta para a Terra, Gai se separa de Shurato, sem o conhecimento do mesmo. Porém, Gai está com amnésia por boa parte dos OVA's (presume-se que é devido ao processo de separação espiritual). Eventualmente, não só recupera sua memória e salva os seis Guardiões que foram presos por Scrimil, como também o confronta. Durante a série, Mina (a irmã de Gai), queria muito a volta de seu irmão. E por isso, Mina foi a responsável inconscientemente por criar a entidade do Deus da Harmonia Scrimil. Mas, Shurato e Gai, livram Mina da dúvida e mostram o bom caminho. No final, as memórias de Gai e Mina são apagadas pelo próprio Rei Shura. Gai permanece na Terra com sua irmã. Em seguida, Shurato, segurando o que se presume ser a essência e lembranças de Gai, parte para o Mundo Celestial juntamente com os demais Guardiões. Seu Shakti representa o Lobo

[Armas] Espada

[Atributo] Vento

[Data de nascimento] Nascido em 12 de junho de 1973

[Tipo sanguíneo] AB

[Local de Nascimento] Tóquio

Mantras
  • On Yaksha Sowaka (possivelmente): invocação do Shakti.
  • On Basara Tamakukkan Yasha Han: Vento Cortante do Lobo Diabólico (Shippuu Marouken, lit. Furacão do Canino Diabólico).
  • On Basara Tamakukkan Hakisha Han e Om Basara Tamaku Hakani Yasha Han: Golpe: Espada do Lobo Diabólico (Yasha Kingoushou, lit. Ventos Iluminados de Yaksha)
  • Naumaku Shitirya Shibitya Nan Om Basara Ugiri Sowaka: Gai recita este mantra no episódio 32 para tentar evocar o Espírito de Brahma no Monte Shumi.
  • On San Mayon Kan Makkahan: Gai recita este mantra também no episódio 32 ao envergar o Shakti de Brahma, demonstrando seu enorme poder.

Hyoga, o Rei CelestialEditar

Hyuuga, o Rei Ten (天王ヒュウガ Ten-ō Hyūga?, lit. Hyuuga, o Rei Deva), também conhecido como Hyouga, o Rei Celestial na dublagem brasileira. É amigo inseparável de Ryuma, apesar de desentendimentos no início da trama. Foi o primeiro a se tornar amigo de Shurato. Era o assessor direto de Vishnu e foi testemunha da traição de Indra, pegando-o em flagrante. Era também, amigo de infância de Mariichi de Marishi-ten e testemunhou a sua morte após este sucumbir diante de Lenge, devido ao mal das bolhas vermelhas. Meses após a queda de Indra, ele se junta a Shurato e seus amigos na luta contra Shiva. Seu Shakti representa um tigre. Parece sentir algo por Lenge também. No OVA, Hyoga vive como artista de TV com Ryuma e usa o nome de Itsuki. Rakesh revela aos guerreiros do tal Deus da Harmonia na Terra e manda os 7 Guardiões na Terra. Durante a série, Hyoga e Ryuma são capturados por Scrimil. Mas, acabam sendo salvos por Gai.

[Armas]

[Atributo] Mineral

[Data de nascimento] 8 de Abril de 9973 do calendário celestial

[Tipo sanguíneo] A

[Local de nascimento] Mundo celestial

Mantras

  • On Ten Sowaka: invocação do Shakti.
  • Naumaku Samanda Bodanan Makaka Kyaraya Sowaka ou Naumaku Samanda Bodanan Maha Shada Sowaka: Cristal de Aço Celestial (Ten-ō Suishouketsu, lit. Cristais Congelantes do Rei Deva).
  • Naumaku Samanda Bodanan Makaka Kareiya Sowaka: Tigre de Aço Celestial (Ten-ō Goumakou, lit. Chuva de Aço do Rei Deva).
  • Naumaku Samanda Bodanan Bishiyora On Sowaka: Túmulo de Diamante do Rei Celestial (Ten-ō Etsubakou, lit. Túmulo de Diamante do Rei Deva).

Ryouma, o Rei DragãoEditar

Ryouma, o Rei Ryuu (龍王リョウマ Ryū-ō Ryōma?, lit. Ryouma, o Rei Naga), conhecido como Ryuma, o Rei Dragão na dublagem brasileira, é um fiel amigo de Hyouga. É o mais forte entre os Oito Guardiões e o primeiro a se unir a Shurato e Hyouga, que antes via como traidores. Apesar de parecer tímido, é o primeiro a se casar. É determinado e sua arma é uma lança (tridente) que pode desferir golpes em alta velocidade. Na revolta de Indra, se sacrificou para derrotar Acalanatha de Fudoumyou-ou, atingindo-o em seu ponto fraco. Logo volta à vida pelas mãos de Vishnu para combater as forças de Asura. Seu Shakti representa Naga, tipo de criatura da mitologia hindu e budista semelhante à serpentes, que aparece de forma sincretizada com os dragões orientais. No OVA, Ryuma vive como artista de TV com Hyouga e usa o nome de Tanaka. Rakesh revela aos guerreiros do tal Deus da Harmonia na Terra e manda os 7 Guardiões para Terra. Durante a série, Hyoga e Ryuma são capturados por Scrimil. Mas, acabam sendo salvos por Gai.

Mantras
  • On Ryu Sowaka: invocação do Shakti.
  • Naumaku Samanda Bodanan Nandu Ranandu Sowaka: Dragão de Fogo (Ryū-ō Kaengeki, lit. Alabarda Flamejante do Rei Naga).
  • Naumaku Samanda Bodanan Agyan Nauei Sowaka: Fúria Explosiva do Rei Dragão (Ryū-ō Bakurengeki, lit. Alabarda de Chamas Explosivas do Rei Naga).

Leiga, o Rei KarlaEditar

Reiga, o Rei Karura (迦楼羅王レイガ Karura-ō Reiga?, lit. Reiga, o Rei Garuda), ou ainda Leiga, o Rei Karla na dublagem brasileira, é um personagem altamente vaidoso, esperto, muito brincalhão e foi o que mais desenvolveu amizade com Shurato. Alia-se primeiramente a tropa de Gai. Porém, com uma certa desconfiança sobre este e o mestre Indra. Após confirmar suas suspeitas, se junta ao grupo de Shurato. Mesmo com traços afeminados (andrógino), Leiga gosta mesmo de galantear as garotas, em especial a Rakesh, para bronca de Shurato. Seus poderes são baseados em ataques com penas, como por exemplo: a técnica da Visão Voadora, que consiste em buscar a visão além do alcance. No OVA, Leiga vive como um entregador na Terra. Rakesh revela aos guerreiros do tal Deus da Harmonia na Terra e manda os 7 Guardiães à Terra. Leiga é iludido por crianças, que possuem a aparência de Scrimil, mas Leiga vencer a ilusão. Porém, acaba sendo capturado por Scrimil, que o ataca traiçoeiramente pelas costas. No final, é salvo por Gai. O Shakti de Leiga representa uma Garuda, inspirado no pássaro de fogo, a Fênix.

Mantras
  • On Karla Sowaka: invocação do Shakti.
  • On Buda Roshiyani Kawani Sowaka: Visão Voadora (Karura Reishiu, lit. Visão Espectral da Garuda).
  • Naumaku Samanda Bodanan Makka Karura Sowaka: Tempestade de Penas Karura (Karura Hanefubuki, lit. Tempestade de Penas da Garuda).
  • Naumaku Samanda Bodanan Giappyu Saraba Makka Rouro Sowaka: Furacão das Penas Púrpuras (Karura Yokushiran, lit. Vendaval Púrpura da Garuda).
  • Naumaku Samanda Bodanan Basara Sowatah Ban: golpe cujo nome é desconhecido, utiliza-se de penas que, uma vez fincadas ao corpo do inimigo em pontos específicos, criam uma espécie de tela de Sohma que faz adormecer e paralisar o corpo do oponente.
  • Naumaku Samanda Bodanan Giappyu Saraba Bigunan Sowaka: Penas Ardentes Karura (Karura Kayokujin, lit. Incêndio de Plumas da Garuda).

Dan, o Rei HibaEditar

Dan, o Rei Hiba (比婆王ダン Hiba-ō Dan?) é o mais violento entre os Guardiões. Quando era jovem, acreditava que a força bruta era a que determinava quem era o mais poderoso, mas após receber conselhos sábios de Vishnu, determinou-se a defende-la. Sua devoção a Indra, somada a sua pouca inteligência e seu jeito violento, praticamente o cegou a tudo, sendo que acabou perdendo para Shurato, mas voltou a vida e se uniu a ele na luta contra as forças de Asura. No OVA, Dan vive como operador de obras, como também corteja Shurato e Mina, irmã de Gai, ocasião na qual o próprio Shurato ficou sem jeito. Rakesh revela aos guerreiros do tal Deus da Harmonia na Terra e manda os 7 Guardiães na Terra. Durante a série, Dan é capturado por Scrimil. Mas, acaba sendo salvo por Gai. O Shakti de Dan representa um rinoceronte.

Mantras
  • On Hiba Sowaka (possivelmente): invocação do Shakti.
  • Naumaku Samanda Bodanan On Matarya Sowaka: Tempestade de Areia Brilhante (Hiba Ryusakou, lit. Avalanche de Areia de Hiba').
  • Naumaku Samanda Bodanan On Bokuken Sowaka: Terremoto Destruidor Hiba (Hiba Gekishinha, lit. Terremoto Violento de Hiba).

Kenya, o Rei DappaEditar

Kuuya, o Rei Dappa (闥婆王クウヤ Dappa-ō Kūya?), chamado de Kenya, o Rei Dappa na dublagem brasileira, é o Guardião que mais desenvolveu o poder do Sohma. De expressão séria e disciplinar, Kuuya é o único que consegue neutralizar seu Sohma na Caverna do Luar (além de neutralizar o Sohma de seus companheiros). Foi o único além de Shurato, Hyoga, Rakesh e Ryuma que acreditou na palavra de Leiga, quando este mostrou-lhe a verdade sobre Indra. Porém, devido aos ferimentos do combate com seu amigo, acaba morrendo quase que no mesmo instante em que sua pequena irmã morrera do mal das bolhas vermelhas. Ressuscitou pelas mãos de Vishnu para combater o exército de Asura. No OVA, Kuuya vive como vidente. Rakesh revela aos guerreiros do tal Deus da Harmonia na Terra e manda os 7 Guardiães na Terra. Durante a série, Kuuya acaba sendo capturado por Scrimil. Mas, acaba sendo salvo por Gai. O Shakti de Kenya é um búfalo-d'água.

Mantras
  • On Dappa Sowaka (possivelmente): invocação do Shakti.
  • Naumaku Samanda Bodanan Gyanau Sanra Sanra Sowaka: Onda da Água Cortante (Dappa Suikourin, lit. Vórtice Aquático de Dappa).
  • Naumaku Samanda Bodanan Gyanau Shibetchi Shibetchi Sowaka: Trovão de Água Dappa (Dappa Suiraisen, lit. Torpedo Elétrico de Dappa).

Lenge, a Rainha NahlaEditar

Renge, a Rainha Naara (那羅王レンゲ Nāra-ō Renge?), conhecida por Lenge, a Rainha Nahla na dublagem brasileira, é a única mulher entre os Oito Guardiões. Acreditava plenamente no mestre Indra, por quem era apaixonada, rejeitando os sentimentos de Mariichi de Marishi-Ten, que era apaixonado por ela e também era um grande amigo de Hyoga. Foi derrotada pelo Rei Celestial, mesmo sabendo da verdade sobre o seu amado (Indra). Parece sentir algo em relação a Hyoga, meses depois da queda de Indra. No OVA, Lenge vive como garçonete no mesmo restaurante em que Leiga trabalha como entregador. Rakesh revela aos guerreiros do tal Deus da Harmonia na Terra e manda os 7 Guardiães para Terra. Durante a série, Lenge enfrenta uma cópia de si mesma. Mas derrota-a e logo após desaparece nos braços de Shurato, devido a seus ferimentos, sendo capturada por Scrimil. Porém, mais tarde acaba sendo salva por Gai. O Shakti de Lenge é um unicórnio.

Mantras
  • On Naara Sowaka: invocação do Shakti.
  • Naumaku Samanda Bodanan Makka Naara Sowaka: Flor Solitária de Nahla (Naara Musouka, lit. Flor Solitária de Naara).
  • Naumaku Samanda Bodanan Arou Rikya Sowaka: Rosa Escarlate de Nahla (Naara Shureika, lit. Pétalas Carmesim de Naara).

VilõesEditar

ShivaEditar

Deusa da destruição, tem o poder de liberar e acentuar o Sohma Negro que existe em todos os seres. É a Deusa que rege o povo divino de Asura. Fora banida do Mundo Celestial há 10.000 anos atrás por Vishnu e os antigos Guardiões Celestiais. Gai se sacrifica para proteger Shurato e morre num ataque de Shiva. Daí, Gai espírito do Rei Yaksha une-se a Shurato, ajudando-o a destruir Shiva de forma definitiva (na verdade, a deusa maligna se autodestruiu ao ser ela própria atacada pela maldade do Sohma Negro).

Mantras
  • Om Bubobah Sohma Jehba Genma Sohma Somm: meditação e concentração de Sohma Negro.
  • Om Dom Shurei Shureidom Jamani Un Jakku Sowaka: Shiva projeta uma grande massa de Sohma Negro que fortalece os demônios de Asura, ao mesmo tempo em que destrói e/ou mata tudo em seu alcance.

Mestre IndraEditar

Antigo comandante supremo das Forças Divinas de Deva. Apesar de Indra ser muito querido e respeitado por todos do povo de Deva e de ter se tornado o maior discípulo de Vishnu, Indra na verdade, pertencia ao povo de Asura ("Asra", na versão dublada). Porém, seu Sohma Negro estava adormecido dentro dele. Com a aproximação do Palácio da Transformação, o Sohma Negro de Indra despertou. E, com isso, ele traiu Vishnu e iniciou uma rebelião, transformando Vishnu em pedra e culpando Shurato e Hyoga (este último testemunhou o feitiço de Indra) por este ato de traição, jogando os Oito Guardiões uns contra os outros. Devido à traição, ele é considerado o espião de Asura que se infiltrou no Palácio Celestial. De aparência calma e calculista, não tinha dado nenhuma suspeita de que era o traidor. Por isso, quatro dos Oito Guardiões divinos acreditaram em sua palavra. Sua verdadeira identidade era o Imperador da Luz/Trovão, um dos Doze Comandantes (Imperadores) de Shiva. Foi derrotado por Shurato e Hyoga, mas redimiu-se e pediu perdão antes de morrer. Indra não usava Shakti, e ainda assim, era muito poderoso.

Mantras
  • Vishnu Horadara Kisha Bazara Handara Unhata: Técnica Fantasma do Imperador do Trovão (o mesmo mantra também serviu para o feitiço que petrificou Vishnu).
  • Naumaku Samanda Bazaradan Tarata Indora Aria Han: Rajada do Imperador do Trovão.

Imperadores de AsuraEditar

São os guerreiros mais poderosos a serviço de Shiva. Apesar de ser dito na série animada que eram 12 no total, apenas 6 deles são mostrados (talvez os outros 6 tenham morrido na guerra anterior). Eram tão fortes quanto os Oito Guardiões. Os que enfrentaram Shurato e sua turma no Monte Shumi, pareciam ser mais adaptados para lutar no Monte Shumi, aonde não se podia usar muito Sohma de uma só vez. Além disso, embora Indra faça parte dessa classe de guerreiros de Asura, ele parece ter um nível de poder muito superior ao dos outros, pois nem usava Shakti e ainda assim, era muito poderoso. Eles são:

Hailah, o Imperador do SoloEditar

De estatura gigantesca e poderoso, seu Shakti representa um urso. Leiga o enfrentou e venceu após uma luta difícil e longa.

Mantras
  • Ha Un Basara Kyasha Han: invocação do Shakti

Antela e Santela, Imperadores do Sol e da LuaEditar

São irmãos gêmeos que deram muito trabalho a Ryuma e Hyoga. Eles eram normalmente vistos juntos, em poses meditativas (como a lótus, dentre outras) e se gabavam de nunca terem sido atingidos por ninguém durante 10 mil anos inteiros. Porém, com a chegada de Leiga, equilibrando a luta, ambos foram derrotados.

Mantras
  • Om Basara Kyasha Han (ambos): invocação do Shakti.
  • Om Basara Karma Kurodaya Un Hatah (ambos): Negativo-Positivo Energia Gravitacional, como seu nome implica, os gêmeos criam uma enorme força de gravidade concentrada que pressiona e esmaga tudo em seu alcance.

Kubilah o Imperador do FogoEditar

Lutou contra Shurato. Aparentemente, é o mais fraco dentre os imperadores de Shiva. Seu Shakti parece representar um caranguejo. Este acaba sendo morto enganado por Shurato ao lançar seu Sohma, mas depois Shurato lança seu sankosho, arma que Shurato empunha para lançar seu Sohma atravessa o corpo de Kubilah e o derrota.

Mantras
  • (sem mantra): Mil Golpes dos Imperador do Fogo.
  • Om Basara Kurudaya Basarami: Chama Diabólica do Imperador do Fogo.

Bikala, o Imperador das TrevasEditar

O último a enfrentar os Guardiões já no Palácio da Transformação. É o braço-direito de Shiva. Foi o responsável por invocar os dez mil Soldados do Demônios para espalhar o caos, terror e morte por todo o Mundo Celestial. Apesar de não usar Shakti, era muito poderoso e podia até mesmo fundir seu corpo ao Palácio da Transformação/Palácio da Mudança. É morto por Ryouma, Leiga, Dan e Kenya num ataque unido.

Mantras
  • Om Bokou Deli Tali Tali Tha Taki Yata Yahan (repetido 3 vezes): libertação e invocação dos Soldados do Demônio presos nas entranhas do Palácio da Transformação.
  • Basara Shikithiryah Kuntala Un Han : Poder das Sombras das Trevas (Bikala funde seu corpo ao próprio Palácio da Transformação).

Triade do DemônioEditar

São três guerreiros malignos que lutaram na guerra anterior entre os povos de Deva e Asura, há 10 mil anos. Por serem poderosos demais, foram selados numa montanha mas libertados graças ao poder de Indra. São eles:

Kundalini de Gundarimyou-ouEditar

(軍荼利明王クンダリーニ Gundari Myō-ō Kundarīni?) Deu muitas dificuldades a Shurato e seus amigos, mas foi derrotado pela Formação Mandala feita por Hyoga, Ryouma, Leiga e Shurato que conseguiram um poder inimaginável graças a Rakesh que quase se sacrificou para que esse objetivo fosse concluído. Seu Shakti tem o formato de uma Serpente (simbolizando a energia Kundalini).

Mantras
  • (sem mantra): Emissários do Demônio, serpentes de lava que caçam os adversários que se escondem.
  • Un Kirih Kirih Dakarah Un Ran: Tentáculos de Fogo.
  • Naumaku Samanda Basaradan Rah Kiri Kih Un Ratah Ran: Ondas Ardentes Kundalini.

Trailo de Gouzanzemyou-ouEditar

(降三世明王トライロー Gōzanze Myō-ō Torairō?) Uma bela e misteriosa guerreira com o poder de manipular o tempo e espaço. Conseguiu transmigar Shurato novamente para a terra e apagar suas memórias, no entanto Shurato se lembra de tudo e com sua própria força retorna ao Mundo Celestial e derrota Trailo. Com sua morte, a terra onde morreu virou um belo campo de flores.

Mantras
  • Om Sombani Somba Un Bakala Un Hatta: Névoa de Sohma, cada gotícula da névoa que entra em contato com o corpo do adversário o torna mais pesado.
  • Naumaku Samanda Basaran Sunbari Zunbah Souwakah: Mil Tiros da Serpente, milhares fios de cabelo afiados como espinhos são lançados em direção ao adversário.
  • Om Handa Karushituzah Un: Poder da Transmigração, das raízes dos cabelos surge uma flor carnívora. O adversário é engolido por essa flor e transmigrado de volta à Terra e no momento em que Trailo decidir. Seu corpo não sai mais de lá.

Acalanatha de Fudoumyou-ouEditar

(不動明王アカラナータ Fudō Myō-ō Akaranāta?) É o mais forte da tríade. Causou vários problemas aos heróis, pois dominava as técnicas deles, além de mostrar a Shurato e companhia, os Guardiões Divinos de Dez Mil Anos atrás, através da Técnica do Passado Perdido. Jurou acabar com eles igual ao que fez aos antigos Guardiões. É o único guerreiro da tríade que pode fundir seu Shakti com os de seus companheiros Kundalini e Trailo, tornando-se muito poderoso. Acalanatha é derrotado pela primeira vez por Ryouma, que sabia o ponto fraco dele assim como o antigo Rei Dragão de dez mil anos antes através de seu Shakti, que era no ombro direito, mas infelizmente como consequência morre junto, pois usou uma técnica suícida para derrotar o inimigo. Na guerra contra Asura, ele volta a vida graças ao poder de Shiva. Porém, este é derrotado pela segunda vez por Shurato trajando o Shakti de Brahma.

Mantras
  • (sem mantra): Telecinese, move montanhas, paralisa adversários, pode movimentar objetos à distância com suas mãos.
  • (cópia do mantra do adversário): Cópia da técnica do adversário, usando seu Sohma consegue criar uma versão superior e vencê-lo.
  • On Bubobah Sohma: Luz do Passado Perdido, mostra cenas remanescentes de até 10 mil anos atrás.
  • Naumaku Samanda Bazaradan Sendah Makalu Shadah Sohatayahaa Un Ratah Kahaman: Tríade Unida do Demônio, mantra de unificação dos Shaktis da Tríade.
  • Naumaku Samanda Bazaradan Kahan: Explosão de Fogo do Inferno, técnica suprema de Sohma Negro que ele pode lançar após unificar os Shaktis da Tríade.

ScrimilEditar

Conhecido como Deus da Harmonia, é um personagem exclusivo dos OVA's, nascido do desejo de Mina Kuroki de reencontrar seu irmão. Embora pareça ser muito astuto, capaz de multiplicar armadilhas, apenas para recorrer aos desejos do subconsciente de Mina. Ele acaba sendo absorvido pelo espírito dela que queria criar um novo mundo onde ela não seria mais separada de seu irmão.

OutrosEditar

RakeshEditar

Laksh do Monte Hourai (蓬莱山のラクシュ Hōraisan no Rakushu?), conhecida como Rakesh na dublagem brasileira, é uma bela garota de 16 anos que vivia no Monte Hourai. É a primeira pessoa com quem Shurato tem contato no Mundo Celestial, e de uma maneira bem peculiar, Rakesh beija Shurato para despertá-lo. É a namorada de Shurato (apesar de ele não assumir) e sucessora de Vishnu, despertando seu poder logo após a morte natural da Deusa. Ela está sempre alegre e é bem romântica, nunca se separa de seu bichinho de estimação Mii (juntando o nome dos dois, forma-se o nome da deusa Lakshmi). Mesmo dando uns puxões de orelha em Shurato, Rakesh demonstra que o ama muito, a ponto de dar sua vida pelo rapaz, como é demosntado na luta contra Kundalini. No fim da série, seu grande poder foi capaz de libertar Shurato do Sohma Negro. É muito ciumenta e também Shurato muitas vezes tem de se explicar os seus mal-entendidos a Rakesh, no OVA. Neste, Rakesh manda o restante dos Guardiões para a Terra sentindo que havia outra entidade agindo por lá. Ela possui a capacidade de criar réplicas de si mesma e a mandar para a Terra, como também foi essencial para ajudar Shurato encontrar o esconderijo de Scrimil. Sua presença na Terra possui um tempo limitado.

MiiEditar

Um pequeno Nāga, muito amigo de Rakesh e leal companheiro dela e de Shurato, Leiga, Ryouma e Hyoga.

Yotaro HidakaEditar

Avô de Shurato e tutor de Shurato e Gai e sempre atinge Shurato com sua espada de bambu. Seu conhecimento ajudou Shurato a voltar para o Mundo Celestial quando Shurato acabou sendo enviado para a Terra por Trailo.

Yumiko HidakaEditar

Irmã mais nova de Shurato, não consegue compreender Shurato, mas consegue ajudá-lo de alguma forma.

Mina KurokiEditar

Irmã mais velha de Gai. Durante a luta entre Gai e Shurato, com o feitiço de Trailo, somente Shurato permaneceu no ringue. Possui uma grande preocupação com seu irmão mais novo, mas ela involuntariamente faz Shurato se lembrar de Rakesh, que faz Shurato lembrar de sua missão e porque se tornou Rei Shura no Mundo Celestial. Já no OVA, Gai reaparece. E, Shurato e Mina têm que protegê-lo de Scrimil. Mais tarde, é revelado que Mina foi responsável pela criação da entidade Scrimil.

VishnuEditar

Deusa muito bonita da harmonia. Vishnu é quem transmigra Shurato e Gai para o Mundo Celestial. É a líder suprema das forças divinas de Deva.[1] No primeiro arco do anime, é transformada em pedra por Indra, mas logo é libertada. Vishnu morre durante a guerra contra o povo de Asura e escolhe Rakesh como sua sucessora como Deusa da harmonia.

Os Guardiões secretos de VishnuEditar

Salas, a Rainha Benzaiten (弁財天サラス Benzaiten Sarasu?, lit. Saras de Benzaiten), deusa das artes, e Mayuri, o Rei de Ususama (烏瑟沙摩明王マユリ Ususama Myō-ō Mayuri?, lit. Mayuri, o Rei Sábio Ususama). São guerreiros de uma ordem secreta, não tendo seus nomes revelados a pessoas de baixo posto dentre os Guardiões. No anime, somente dois deles aparecem, a primeira aparição é no episódio "O Despertar do Sohma, a Explosão", quando falam para que Shurato, o Rei Shura, desperte o seu Sohma para que pudesse vencer a luta. Suas identidades são reveladas ao longo da série. Sabendo a verdade sobre as atitudes de Indra, eles ajudam Shurato e seus amigos nos momentos mais críticos. Porém, Salas morre ao defender Shurato de um golpe de Acalanatha, e Mayuri morre tentando derrotar todos os soldados que guardavam o Palácio Celestial sob ordens de Indra, no intuito de abrir caminho para o grupo de Shurato. Não é explicado no anime, porque Vishnu não os ressuscitou posteriormente, junto dos Guardiões que morreram durante a jornada para libertá-la de sua prisão de pedra.

Mantras (Salas)
  • Naumaku Samanda Bodanan Sobakkai Un Shiti: Salas invoca criaturas espectrais que prendem e incapacitam seus alvos.
  • Naumaku Samanda Bodanan Databarou Tabbeh Sowaka: Anjos do Tormento, Salas causa um redemoinho cheio de suas criaturas espectrais.
Mantras (Mayuri)
  • Om Kurodaya Un Jakki Sowaka: Mayuri produz com sua sineta sagrada uma névoa sônica que incapacita e derruba seus alvos, colocando-os fora de ação por algum tempo.
  • Shibetchi Shibetchi Handara Bashin Sowaka
  • Om Handa Mei Shindamani Jinbara Un
  • Om Handa Mei Barada Han
  • Naumaku Samanda Bodanan Mahashiriei Sowaka

Outros Guerreiros CelestiaisEditar

  • Takushaka e Lanbar: dois capangas de Lenge, aparecem no episódio 4. Representam, respectivamente, os Deuses Traça e Louva-a-Deus. Ambos são destruídos por Shurato quando este desperta seu Sohma.
Mantras
Om Salaboya Hum Ha: ao recitar este mantra, Lanbar cria uma névoa densa que dificulta a visão do inimigo e permite atacar de forma sorrateira.
  • Khali: Assecla direto de Gai e Indra que foi incumbido com a missão de matar Shurato e seus companheiros. Representa o Deus Aranha. Foi derrotado por Shurato com a ajuda de Leiga, que se aliou ao grupo após descobrir a traição de Indra.
  • Mariichi de Marishi-ten (摩利支天マリーチ Marishi-ten Marīchi?) era um guerreiro das forças divinas de Deva. Foi um grande amigo de Hyoga desde a infância, além de ser perdidamente apaixonado por Lenge. Durante anos esteve desaparecido e quando reaparece está contaminado pela doença chamada "O mal das bolhas vermelhas". Sabia desde o começo que Shurato e seus companheiros não haviam traído Vishnu. Por conta disso, resolve dar sua vida em combate com Lenge, seu grande amor do passado, a quem derrotaria facilmente com sua técnica de manipulação da natureza se não estivesse doente. Não é explicado porque Vishnu não o ressuscitou posteriormente junto dos Guardiões mortos, durante a jornada para libertá-la de sua prisão de pedra .
  • Niri-Hari: servo de Indra que lutou contra Shurato e seus companheiros. Era o comandante de defesa do Palácio Celestial e sabia da traição de Indra. Representa o Rakshasa. Não se sabe se possuía o Sohma Negro ou não, pois quando sequestrou Rakesh, mostrou um brilho vermelho nos olhos e era chamado por Indra de "demônio Nirihari" ao ser convocado pelo mesmo. Embora a cor de seu Sohma fosse amarelo, o ataque que lançou em Shurato pouco antes de ser derrotado era azul (cor do Sohma Negro), sem contra o emblema azul em sua testa ao invocar seu próprio Shakti, o que deixa dúvidas. Foi derrotado por Shurato utilizando o seu golpe - o Poder de Shura.
Mantras
Naumaku Samanda Bodanan Niru Rithi Sowaka: invocação do Shakti.
Naumaku Samanda Aku Shasan Un Ratah: O Poder do Diabo, com seu colar espiritual Niri-Hari cria ilusões diabólicas que fazem seus inimigos degladiarem-se mutuamente.
  • Kumalaten-Mula e Dallah: São dois personagens que apareceram no episódio 06, e atacaram o grupo de Shurato junto com Lenge, a mando de Gai. Foram derrotados momentaneamente por um ataque de Mariichi de Marishi-ten, que chegou para ajudar o grupo de Shurato. Depois, foram derrotados definitivamente, por um ataque conjunto de Shurato e Hyoga usando seus golpes, enquanto Mariichi dava o que lhe restava de vida lutando com Lenge. Um fato curioso, é que esses dois guerreiros compartilham o mesmo Shakti. E, quando estão juntos, são quase implacáveis num combate corpo a corpo. Aparentemente, representam o Deus centopéia (lacraia) ou o Deus escorpião. Pareciam possuir o Sohma Negro, pois ao longo do episódio em que apareceram, mostraram um estranho brilho vermelho nos olhos, e quando foram derrotados e destruídos, se transformaram numa luz azul antes de desaparecerem.
  • Demônios do esquadrão especial das forças de Asura: São 4 guerreiros das forças de Asura que enfrentaram Lenge, a Rainha Nahla, durante o episódio 28 no segundo arco do anime, enquanto eram observados sem perceber por Acalanatha de Fudoumyou-ou, que havia sido ressuscitado por Shiva. Devido à dificuldade que Lenge estava tendo para derrotá-los sozinha, Acalanatha comentou que os demônios do Esquadrão Especial das Forças Divinas de Asura eram um páreo duro para os Oito Guardiões das Forças Divinas de Deva.

Nomes dos PersonagensEditar

Nome no Brasil Nome no Japão Nome Romanizado Nome Traduzido Literalmente
Oito Guardiões / 八部衆 / Hachibushū / Oito Legiões
Shurato, o Rei Shura 修羅王 シュラ Shura-ō Shurato Shurato, Rei Asura
Gai, o Rei Yasha 夜叉王 ガイ Yasha-ō Gai Gai, Rei Yaksha
Leiga, o Rei Karla 迦楼羅王 レイガ Karura-ō Reiga Reiga, Rei Garuda
Ryuma, o Rei Dragão 龍王 リョウマ Ryū-ō Ryōma Ryouma, Rei Naga
Hyoga, o Rei Celestial 天王 ヒューガ Ten-ō Hyūga Hyuuga, Rei Deva
Lenge, a Rainha Nahla 那羅王 レンゲ Nāra-ō Renge Renge, Rainha Kinnara
Kenya, o Rei Dappa 闥婆王 クウヤ Dappa-ō Kūya Kuuya, Rei Gandharva
Dan, o Rei Hiba 比婆王 ダン Hiba-ō Dan Dan, Rei Hara
Tríade do Demônio / 獣牙三人衆 / Jūga Sanninshu / Tríade das Presas Bestiais
Kundalini de Gundarimyou-ou 軍荼利明王 クンダリーニ Gundari Myō-ō Kundarīni Kuṇḍalini, Rei Sábio Gundari
Trailo de Gouzanzemyou-ou 降三世明王 トライロー Gōzanze Myō-ō Torairō Trailo, Rainha Sábia Gouzanze
Acalanata de Fudoumyou-ou 不動明王 アカラナータ Fudō Myō-ō Akaranāta Acalanahtha, Rei Sábio Fudou
Imperadores de Asra / 十二羅帝 / Jūni Ratei / Doze Imperadores
Mestre Indra, Imperador do Trovão 雷帝 インドラ Raitei Indora Indra, Imperador do Raio
Haira, Imperador da Terra 地帝 ハイラ Chitei Haira Hailah, Imperador da Terra
Antera, Imperador do Sol 日帝 アンテラ Hitei Antera Ahntera, Imperador do Sol
Santera, Imperatriz da Lua 月帝 サンテラ Gettei Santera Santera, Imperatriz da Lua
Kubira, Imperador do Fogo 火帝 クビラ Katei Kubira Kubilah, Imperador do Fogo
Mikala, Imperador das Sombras 冥帝 ビカラ Meitei Bikara Bikalah, Imperador da Escuridão
Deuses / 神 / Kami / Deuses
Vishnu ヴィシュヌ Vishunu Vishnu
Shiva シヴァ Shiva Shiva
Brafma ブラフマー Burafumā Brahma
(Os OVAs não foram dublados) スクリミール Sukurimīru Scrimil
Outros
Rakesh ラクシュ Rakushu Laksh
Mariichi de Marishiten 摩利支天マリーチ Marishi-ten Marīchi Mariichi de Marishi-ten

Nota: Os nomes da dublagem brasileira não possuem grafia oficial, porém alguns têm claras diferenças de seu equivalente original, sobretudo no caso de Hyuuga, Ryouma, Kuuya e Laksh.

Referências

  1. . É um espírito que tem uma forte ligação com a natureza e que preza a paz. Por isso a razão da nomeação de povo divino de Deva, que tem como característica ser um povo pacífico e que preza a vida de todos os seres e da natureza (e também do mundo como um todo).