Lista de personagens de SpongeBob SquarePants

artigo de lista da Wikimedia

Esta é uma lista de personagens de SpongeBob SquarePants, uma série televisiva de animação norte-americana. Criada por Stephen Hillenburg, a série, exibida pela Nickelodeon, narra as aventuras e os empreendimentos do personagem-título e de seus diversos amigos na fictícia cidade subaquática de Bikini Bottom. A maioria dos personagens são criaturas marinhas antropomórficas baseadas em espécies reais. Muitos, inclusive, originaram-se de uma história em quadrinho educacional intitulada The Intertidal Zone, criada por Hillenburg em 1989.

Logotipo da série animada

SpongeBob SquarePants apresenta um elenco de voz composto por Tom Kenny, Clancy Brown, Rodger Bumpass, Bill Fagerbakke, Mr. Lawrence, Jill Talley, Carolyn Lawrence, Mary Jo Catlett e Lori Alan. Ao longo dos anos, várias celebridades participaram da série como convidadas. Em 2010, a performance de Kenny em "Truth or Square" foi condecorada com um prêmio Annie.

Os personagens foram bem recebidos por parte dos críticos e fãs, incluindo artistas e personalidades políticas. Conforme a popularidade da série crescia, uma franquia de mídia foi se estabelecendo. Os personagens fizeram aparições em adaptações cinematográficas, peças teatrais e jogos eletrônicos. Eles também foram referenciados e parodiados pela cultura popular. SpongeBob, por sua vez, tornou-se um ícone de mercadoria, superando outros brinquedos populares durante o auge de vendas em 2002.

ConcepçãoEditar

 
Stephen Hillenburg trabalhava no seriado Rocko's Modern Life quando foi incentivado a desenvolver SpongeBob SquarePants.

O criador do seriado, Stephen Hillenburg, graduou-se em biologia marinha e em arte minoritária. Ele planejava voltar para a faculdade, eventualmente, para obter um mestrado em arte. Posteriormente, inscreveu-se no Ocean Institute, uma organização localizada em Dana Point, Califórnia.[1] Enquanto estava lecionando na instituição, Hillenburg inicialmente idealizou o que levaria à criação da série: uma história em quadrinhos intitulada The Intertidal Zone, que foi utilizada para ensinar os alunos sobre a vida animal em piscinas naturais.[1] A história estrelou várias formas antropomórficas de vida marinha, muitos dos quais se transformaram nos personagens da animação.[2] O personagem principal desta era "Bob the Sponge", que, ao contrário do personagem retratado no seriado, assemelhava-se a uma verdadeira esponja do mar.[3] Em 1987, Hillenburg deixou o instituto para perseguir na área da animação,[4] e começou a vislumbrar a ideia de um projeto que envolveria um elenco de vida marinha antropomórfica. Embora ele tenha desenhado vários esboços do conceito, seria quase uma década antes de sua ideia se tornar realidade.[3] Vários anos depois de estudar animação experimental no Instituto de Artes da Califórnia,[2] Hillenburg conheceu Joe Murray, criador do seriado Rocko's Modern Life, em um festival de animação. Murray ofereceu a Hillenburg um emprego como diretor da série.[5] Enquanto trabalhava no seriado, Martin Olson, um dos escritores de Rocko's Modern Life, leu The Intertidal Zone e incentivou Hillenburg a criar uma série de televisão com um conceito semelhante. O desenvolvimento de SpongeBob SquarePants começou pouco depois do encerramento da produção de Rocko's Modern Life em 1996.[6]

Projetado inicialmente como uma criança pateta e otimista, o conceito e o visual do personagem título sofreram alterações graduais conforme as várias personificações desenvolvidas até a concepção final.[7] Hillenburg, inclusive, quase abandonou o projeto após os executivos da Nickelodeon exigirem que o personagem fosse uma criança que frequentava a escola, mesmo depois do criador ter decidido por um personagem adulto.[8] Posteriormente, ele incluiu a escola de direção da Mrs. Puff, que se tornou uma das pautas principais usadas nos episódios.[1] O nome do personagem e o título da série também sofreram mudanças, que ocorreram após a gravação da dublagem do episódio piloto; originalmente, SpongeBob se chamaria SpongeBoy, mas o nome já era usado em uma linha de produtos de limpeza.[9] Ao saber disso, Hillenburg sabia que o nome precisava conter a palavra "Sponge" por receio dos espectadores confundirem o formato do personagem com um queijo. Então, decidiu-se por "SpongeBob", adicionando "SquarePants" como sobrenome.[10] Os vizinhos de SpongeBob foram projetados com características das espécies marinhas que eles representam. Patrick Star incorpora a natureza das estrelas-do-mar que, segundo Hillenburg, parecem "burras e lentas", mas na realidade são "muito ativas e agressivas."[11]Squidward Tentacles apresenta uma cabeça bulbosa típica dos polvos, representando a crença do personagem, que acredita ser alguém intelectual.[11] Mr. Krabs, por sua vez, é o único personagem do seriado inicialmente baseado em uma pessoa específica da vida de Stephen Hillenburg.[12] Ao criar o personagem, Hillenburg se inspirou em seu antigo gerente em um restaurante de frutos do mar. Segundo ele, o gerente era ruivo, musculoso e ex-cozinheiro do exército; esses três traços foram adaptados ao caráter de Mr. Krabs, com a cor vermelha dos caranguejos substituindo os cabelos ruivos.[13] A maneira de falar de Krabs também foi inspirada pelo dono do restaurante, que lembrava um pirata com seu forte sotaque do Maine. No entanto, o proprietário não era ganancioso; esse detalhe foi adicionado por Hillenburg para "dar mais personalidade" ao personagem.[12] O objetivo de Hillenburg era desenvolver cada personagem principal do seriado representando um tipo diferente de animal.[14]

O elenco de voz foi composto por Tom Kenny, que havia trabalhado com Hillenburg em Rocko's Modern Life.[15] A voz de SpongeBob, inclusiva, tinha sido utilizada por Kenny em um personagem de menor expressão no seriado. Hillenburg precisou mostrar um videoclipe para que o ator lembrasse da voz.[16] Mr. Krabs, Squidward Tentacles e Patrick Star foram dublados por Clancy Brown, Rodger Bumpass e Bill Fagerbakke, respectivamente. Brown declarou que improvisou durante sua audição e não encontrou dificuldades para encontrar a voz correta para o personagem.[17] Bumpass, por sua vez, descreveu a voz de Squidward como "muito nasal e monótona" e que o personagem se tornou interessante para sua performance por causa do "amplo espectro de emoções" que apresenta.[18] Fagerbakke expressa Patrick da mesma maneira que ele expressaria qualquer tipo de personagem. Ele, inclusive, chegou a ser comparado ao personagem que interpreta.[19] Mr. Lawrence (Plankton), Jill Talley (Karen), Carolyn Lawrence (Sandy), Mary Jo Catlett (Mrs. Puff) e Lori Alan (Pearl Krabs) completam o elenco.[20]

PersonagensEditar

PrincipaisEditar

 
Clancy Brown, ator de voz de Mr. Krabs.
 
Mr. Lawrence, ator de voz de Plankton.
Personagem Voz Caracterização
SpongeBob SquarePants Tom Kenny Personagem principal do seriado, SpongeBob é uma esponja do mar antropomórfica de índole amável, ingênua e entusiasta. Ele reside na cidade subaquática Bikini Bottom, mora num abacaxi e trabalha no restaurante de serviço rápido Krusty Krab.[21] No seriado, mantêm amizade com Patrick Star e Sandy Cheeks, além de trabalhar com Squidward Tentacles e Mr. Krabs, este último proprietário do restaurante.[22] Ele é visto praticando caratê, caçando águas-vivas e fazendo bolhas de sabão.[23] O personagem demonstra uma grande devoção ao seu emprego e está constantemente sendo reprovado no exame de direção.[21]
Mr. Krabs Clancy Brown Proprietário e gerente do restaurante de serviço rápido Krusty Krab, estabelecimento famoso por servir o sanduíche Krabby Patty, cuja fórmula é um segredo comercial bem guardado.[24] Ele frequentemente explora a popularidade do restaurante, aumentando abusivamente os preços dos produtos e cobrando de seus próprios funcionários SpongeBob e Squidward Tentacles pelo uso dos serviços do edifício.[25] Ele também está em constante atrito com Plankton, proprietário do restaurante concorrente Chum Bucket.[26] O personagem valoriza o dinheiro mais do que seu próprio bem-estar e avalia os outros personagens com base em seu valor financeiro.[27] As únicas exceções são sua filha Pearl e sua namorada, a Mrs. Puff. Seu amor pela última é tão forte que transcende temporariamente sua ganância e o leva a comprar vários presentes caros.[28]
Squidward Tentacles Rodger Bumpass Squidward Tentacles é um polvo antropomórfico caracterizado por ser amargo, infeliz, desesperado, um pouco deprimido, brusco, arrogante e ocasionalmente egoísta. insatisfeito com seu estilo de vida, ele anseia por status de celebridade, riqueza, cabelo e uma carreira glamourosa como músico, pintor ou tocador de clarinete.[29] Entretanto, ele possui uma vida simples e trabalha como operador de caixa no restaurante de serviço rápido Krusty Krab. Squidward vive irritado por conta de seu ganancioso chefe e de seu colega de trabalho, SpongeBob.[30] O personagem mora em um moai situado entre as residências de SpongeBob e Patrick.[31] Ele detesta seus vizinhos por causa das risadas perpétuas e do comportamento barulhento. Embora SpongeBob e Patrick não possuam consciência da animosidade de Squidward, consideram-no um amigo.[32]
Patrick Star Bill Fagerbakke Patrick Star é uma estrela-do-mar antropomórfica de coloração rosa. Ele é retratado com sobrepeso e pouco inteligente.[33] Ele é amigo de SpongeBob e não possui ocupação e normalmente aparece dormindo ou assistindo televisão em sua residência.[34][a] O personagem frequentemente irrita os demais habitantes da cidade subaquática e demonstra uma grande dificuldade em compreender tópicos ou assuntos.[36]
Plankton e Karen Mr. Lawrence e Jill Talley, respectivamente.[37] Plankton e Karen são os personagens que normalmente desempenham a função de antagonistas nos enredos.[b] Plankton é um habilidoso inventor que opera o restaurante Chum Bucket, fazendo dele o concorrente de Mr. Krabs.[40] No entanto, o estabelecimento é um negócio malsucedido já que tem um menu que consiste em isca composta por partes de peixes, considerada quase intragável pelos outros personagens.[25] O objetivo de Plankton — uma das tramas mais recorrentes no seriado — é roubar a fórmula do sanduíche Krabby Patty para replicar e comercializar em seu restaurante.[41] Karen, por sua vez, é a esposa supercomputador inventada pelo próprio Plankton.[42] Com o sistema embutido nos aparelhos do Chum Bucket, ela desempenha várias funções no estabelecimento e auxilia o Plankton nas tentativas de roubar a fórmula do Krabby Patty, guiando-o ou encorajando-o ou até mesmo fazendo planos.[43]
Sandy Cheeks Carolyn Lawrence.[37] Sandy Cheeks é um esquilo fêmea antropomórfica natural do estado de Texas. Por ser uma criatura terrestre, ela mora numa cúpula e utiliza uma traje especial quando está fora de sua residência.[44] Ela é retratada como inteligente e se envolve em várias atividades, como praticar caratê e musculação.[45]
Mrs. Puff Mary Jo Catlett.[37] Mrs. Puff é um baiacu-espinho fêmea antropomórfica. Uma das tramas mais recorrentes no seriado é a interação dela com SpongeBob nas lições de direção; proprietária de uma autoescola, ela não consegue ensinar SpongeBob e constantemente acaba sendo detida por causa da imprudência de seu aluno.[46] Ela mantêm uma admiração a Squidward Tentacles, que o considera um bom exemplo de motorista,[47] e namora com Mr. Krabs.[48]
Pearl Krabs Lori Alan.[37] Pearl Krabs é uma baleia fêmea antropomórfica e filha de Mr. Krabs.[49] Ela é uma adolescente que gosta de socializar e fazer compras em shoppings, gerando gastos financeiros ao seu pai.[50] Por causa de suas características, a personagem é retratada sendo extremamente alta e pesada. O tamanho dela, comparado aos outros personagens, costuma ser usado como piada dentro do enredo; por exemplo, ela é capaz de sacudir o chão quando pula e pode encher o estabelecimento inteiro com lágrimas quando chora.[51]
Gary Tom Kenny.[37] Gary é um búzio retratado como um animal de estimação de SpongeBob, que vive na residência dele. O personagem emite miados e já foi pauta principal de um episódio especial transmitido em 11 de novembro de 2005.[52]

RecorrentesEditar

Personagem Caracterização
Patchy the Pirate Interpretado por Tom Kenny,[53] Patchy é um pirata fictício autoproclamado como o maior fã de SpongeBob. Ele estreou no especial Christmas Who? de 2000 e desde então apareceu em muitos outros, normalmente representado como fundador e presidente do fã-clube do SpongeBob. Em diversas ocasiões, atua como apresentador de episódios especiais do seriado.[54]
Potty the Parrot Potty é o papagaio de Patchy, retratado como uma marionete.[55] Durante todos os anos do seriado, o personagem já foi dublado por Hillenburg, Paul Tibbitt e Lawrence.[56]
Narrador francês Interpretado por Hillenburg[57], o Narrado francês é um humano retratado como um mergulhador mascarado com sotaque francês. Apesar de narrar segmentos de vários episódios, o personagem aparece fisicamente somente em três ocasiões: "No Free Rides", "Feral Friends", e "SpongeBob's Big Birthday Blowout."[58]
Mermaid Man e Barnacle Boy Mermaid Man e Barnacle Boy são dois super-heróis semi aposentados e parcialmente senis que vivem em um lar de idosos na cidade Bikini Bottom. Eles são as raras exceções de humanos que conseguem respirar debaixo d'água e estrearam uma antiga série televisiva. Em sua primeira participação, a dupla deixa a aposentadoria por causa do comportamento irritante e inoportuno de SpongeBob e Patrick.[59] A voz de Mermaid Man foi fornecida por Ernest Borgnine até a data de sua morte em 2012. Posteriormente, Joe Whyte assumiu o papel mesmo com os personagens terem seus espaços reduzidos. Tim Conway, por sua vez, é o responsável por dublar Barnacle Boy.[37]
The Flying Dutchman Dublado por Brian Doyle-Murray,[37] é um fantasma de uma pirata irritado e travesso que brilha em verde. O personagem é baseado na lenda de mesmo nome e protagonizou um jogo eletrônico de 2002.[60]
Larry the Lobster Dublado por Mr. Lawrence, com exceção do episódio "MuscleBob BuffPants", quando a voz do personagem foi fornecida por Bill Fagerbakke, Larry é uma lagosta musculosa frequentemente retratada em competições de fisiculturismo.[61]
King Neptune Baseado no deus romano, o personagem estreou no episódio "Neptune's Spatula" e desde então apareceu em inúmeros episódios, especiais e até mesmo na primeira adaptação cinematográfica. A caracterização do personagem costuma alterar, assim como seus dubladores.[62]

RecepçãoEditar

Os personagens do seriado foram, no geral, bem recebidos por críticos e fãs. O personagem título se tornou muito popular entre crianças e adultos,[63] o que resultou em bons números de vendas. Em 2002, os brinquedos de SpongeBob eram vendidos com uma média de 75 mil unidades por semana, superando os bonecos Tickle Me Elmo na época.[64] No Japão, o personagem ganhou popularidade entre as mulheres; a Viacom, inclusive, direcionou propositadamente o foco propagandístico a esse público. Concomitante, na ocasião, céticos duvidaram que SpongeBob pudesse ser popular no país já que o design era muito diferente dos desenhos populares.[65] Apesar da boa recepção em geral, os personagens também atraíram alguma recepção negativa, incluindo o próprio SpongeBob, que ocupou o quarto lugar da lista dos desenhos animados mais irritantes da década de 1990 do sítio Askmen.[66] Por outro lado, ele ficou na nona posição entre os cinquenta principais personagens de desenho animado do TV Guide.[67]

Os personagens do programa receberam reconhecimento de celebridades e figuras conhecidas na mídia. Em 2007, Barack Obama nomeou-o seu personagem de televisão favorito e admitiu que assistia o seriado com suas filhas."[68] O ex-primeiro-ministro britânico Gordon Brown também admitiu que assiste o programa com seus filhos.[69] Sigourney Weaver e Bruce Willis foram relatados fãs de SpongeBob.[64] Em 2004, o crítico de cinema A. O. Scott nomeou Squidward, Mrs. Puff e Sandy como seus personagens favoritos no programa.[70] O cantor americano Pharrell Williams, fã do programa, disse que Squidward era o seu favorito, e completou: "se ele fosse humano, eu sairia com ele."[71] O estilista Peter Jensen criou uma linha de moletons inspirados em SpongeBob e declarou em uma entrevista ao Women’s Wear Daily que Mrs. Puff era sua personagem "favorita."[72] Contribuinte do The New York Times, Peter Keepnews elogiou Patrick, chamando-o de "personagem popular, e os novos episódios ilustram o porquê: ele é infalivelmente entusiasmado, comovente leal e absolutamente indiferente às suas limitações intelectuais. Hilariamente dublado por Bill Fagerbakke, ele não é apenas um criação cômica cativante, mas um modelo para idiotas em todos os lugares."[73]

Os dubladores do programa receberam atenção de organizações honorárias pelas interpretações de seus personagens. Mary Jo Catlett e Tom Kenny foram indicados na 29.ª cerimônia dos prêmios Annie em 2001 por suas performances vocais como Mrs. Puff e SpongeBob.[74] Kenny recebeu duas indicações adicionais nas cerimônias de 2008 e 2010; na última, inclusive, ganhou o prêmio por "Truth or Square."[75] Em 2012, a performance de Rodger Bumpass como Squidward foi nomeada para o 39.º Daytime Emmy Award.[76] Além disso, o personagem Patrick venceu a categoria "Favorite Animated Animal Sidekick" do Kids' Choice Awards 2014.[77]

Em outros meios de comunicaçãoEditar

Os personagens da série apareceram no filme The SpongeBob SquarePants Movie (2004) e sua sequência de 2015. Ambos apresentam o elenco regular de SpongeBob SquarePants e misturam elementos animados com sequências de ação ao vivo. Eles também foram apresentados em uma variedade de mercadorias associadas, particularmente jogos eletrônicos; de 2001 a 2013, a franquia SpongeBob teve vários títulos lançados a cada ano, com o elenco de voz da série reprisando seus papéis.[78]

Os personagens de SpongeBob também apareceram em uma variedade de atrações de parques temáticos. Em 2003, Kings Island anunciou planos para construir a primeira atração temática, uma montanha-russa com caráter de trem-fantasma intitulada "Mrs. Puff's Crash Course Boating School."[79] No entanto, os planos foram interrompidos após a mudança de proprietário. A primeira atração temática foi inaugurada no mesmo ano de 2003, no California's Great America.[80] Passeios de diversão baseados nos personagens já foram abertos em Blackpool Pleasure Beach, Dreamworld (Austrália), Movie Park Germany e Nickelodeon Universe. Dois filmes 4D com modelos dos personagens em três dimensões e uma experiência de simulador de movimento, SpongeBob SquarePants 4-D e The Great Jelly Rescue, foram vendidos para parques temáticos e aquários em todo o mundo em 2005 e 2013, respectivamente.[81] Eles também apareceram em trajes de mascotes no Nickelodeon Suites Resort em 2005 e tem feito aparições regulares em eventos da Nickelodeon desde então.[82] Plâncton, Karen e Gary são os únicos personagens principais que nunca foram vistos como mascotes;[83] em eventos, eles são normalmente representados como fantoches ou estátuas. Em dezembro de 2011, um desfile de mascotes e carros alegóricos intitulado "SpongeBob ParadePants" estreou no Sea World Austrália.[84]

Cultura popularEditar

Os personagens de SpongeBob SquarePants aparecem regularmente na cultura popular. Em 2007, a empresa Boom Chicago, sediada em Amsterdã, criou uma paródia chamada "SpongeBob SquarePants in China", em que o estereótipo chinês do Patrick se recusa a trabalhar e defende a liberdade de expressão, direitos de lazer e renda.[85] No mesmo ano, a produtora Camp Chaos também criou uma paródia, SpongeBong HempPants; esta apresenta cinco personagens da série parodiados na forma de várias drogas. a obra foi vista no canais VH1 e Comedy Central, ambos de propriedade da empresa-mãe da Nickelodeon, Viacom.[86] Já a paródia "Wooldoor Sockbat", da animação Drawn Together, apresenta uma música de fundo inspirada na música do seriado.[87] Outras duas séries animadas nas quais o ex-escritor de SpongeBob SquarePants, Dan Povenmire, trabalhou incorporaram referências aos personagens: o especial Summer Belongs To You! de Phineas e Ferb e o episódio "Road to Rupert", de Family Guy.[88] SpongeBob, Patrick, Mr. Krabs, Pearl e Squidward Tentacles apareceram no episódio "Major League of Extraordinary Gentlemen", do seriado Robot Chicken.[89]

Notas

  1. Apesar das características bem definidas de Patrick Star, o personagem é retratado em alguns episódios como sábio e desempenhando empregos de curto prazo.[35]
  2. Apesar da recorrente função antagônica desempenhada no seriado, Plankton demonstra ter um relacionamento de amizade com SpongeBob fora dos negócios. O periódico britânico The Guardian descreveu a adaptação cinematográfica de 2015 como um "filme de amigos" entre entre Plankton e SpongeBob.[38] Já o criador do seriado, Stephen Hillenburg, considerou Plankton "mais uma caricatura de um vilão" do que um personagem verdadeiramente maligno.[39]

Referências

  1. a b c Nerdist Industries 2012.
  2. a b Banks 2004, p. 9.
  3. a b Hillenburg 2003.
  4. Banks 2004, p. 9; Hillenburg 2003.
  5. Hillenburg 2003; Neuwirth 2003, p. 50; Title14.com 1997.
  6. Nerdist Industries 2012; JoeMurrayStudio.com.
  7. Banks 2004, p. 53; Cavna 2009.
  8. Highbeam.com 2002.
  9. Banks 2004, p. 31; The People Speak Radio 2006.
  10. Neuwirth 2003, pp. 50–51.
  11. a b The SpongeBob SquarePants Movie 2003.
  12. a b The Mini Page 2012.
  13. Beck 2013, p. 84.
  14. Nick Mag Presents: SpongeBob SquarePants 2003.
  15. Orlando 2003.
  16. The People Speak Radio 2006.
  17. Beck 2013, pp. 86, 88.
  18. Reardon 2013.
  19. Kenny 2010.
  20. Bourbeau 2015; Basile 2006; Basile 2016; Hischak 2011, p. 4.
  21. a b Help Wanted 1999.
  22. Spy Buddies 2007; MTV.
  23. Karate Choppers 1999; The Secret Box 2001.
  24. Brown 2008, p. 85; Help Wanted 1999.
  25. a b Chum Bucket Supreme 2009.
  26. Mundonick.uol.com.br.
  27. Money Talks 2007.
  28. Foy 2013, p. 49.
  29. Nickelodeon.pt; Enchanted Tiki Dreams 2010.
  30. Nickelodeon.pt; Greasy Buffoons 2009.
  31. Nickelodeon.pt; Opposite Day 1999.
  32. Good Neighbors 2005.
  33. Whipp 2004.
  34. Stanley S. SquarePants 2007.
  35. Squidtastic Voyage 2006; Big Pink Loser 2000; The Fry Cook Games 2001; Bummer Vacation 2006; No Hat for Pat 2009; Chum Bucket Supreme 2009.
  36. You Don't Know Sponge 2010.
  37. a b c d e f g Perlmutter 2018, p. 582.
  38. Hoffman 2015.
  39. Beck 2013, p. 102.
  40. Friend or Foe 2007; Komputer Overload 2009.
  41. The Algae's Always Greener 2002.
  42. Banks 2004, p. 15.
  43. F.U.N. 1999; Truth or Square 2009.
  44. Nickelodeon.se; Brown 2008, p. 85.
  45. Chimps Ahoy 2006; MuscleBob BuffPants 1999.
  46. Sichtermann 2008; Los Angeles Times 2003.
  47. Mavis 2007.
  48. Nickelodeon Publishing 2013, p. 45; The Free Lance–Star 2003.
  49. Gold 2018; Nickelodeon.nz.
  50. Welcome to the Bikini Bottom Triangle 2011; Nickelodeon.com.au.
  51. The Chaperone 1999.
  52. Nicksplat.com; Gates 2005; PR Newswire 2005.
  53. Tmz.com 2017; Tyler 2020; Perlmutter 2018, p. 582.
  54. Tyler 2020.
  55. Crump 2019, p. 294.
  56. Real 2018; Elfestival.mx; Perlmutter 2018, p. 582.
  57. Glatz 2020.
  58. No Free Rides 2001; Feral Friends 2017; SpongeBob's Big Birthday Blowout 2019.
  59. Mermaid Man and Barnacle Boy 1999.
  60. Playstation.com.
  61. Ripped Pants 1997; MuscleBob BuffPants 1999.
  62. Neptune's Spatula 2000; TV By The Numbers 2010; B. 2004.
  63. Park 2002; Strauss 2002.
  64. a b Strauss 2002.
  65. Kageyama 2007.
  66. Murphy.
  67. CNN 2002.
  68. Eng 2009; Reuters 2009; Media Bistro 2007.
  69. Bauder 2009.
  70. Scott 2004.
  71. Chang 2012.
  72. Marfil 2017.
  73. Keepnews 2007.
  74. Annie Award 2001.
  75. Annie Award 2010.
  76. On the Red Carpet 2012; Academy of Television Arts & Sciences.
  77. Couch; Washington 2014.
  78. Batchelor 2017.
  79. Kupferman 2004.
  80. Ultimaterollercoaster.com 2003.
  81. Business Wire 2013.
  82. Nickhotel.com.
  83. Wolfe 2013.
  84. Themeparks.com.au.
  85. Simplyamsterdam.nl 2007.
  86. Finley 2007.
  87. Ball 2008.
  88. Phineas and Ferb: Summer Belongs To You! 2010; Povenmire 2007.
  89. Major League of Extraordinary Gentlemen 2011.

BibliografiaEditar

Fontes online
Fontes impressas ou audiovisuais
  • Banks, Steven (2004). SpongeBob Exposed!: The Insider's Guide to SpongeBob SquarePants. Nova Iorque: Simon Spotlight/Nickelodeon. 96 páginas. ISBN 9780689868702 
  • Beck, Jerry (2013). The SpongeBob SquarePants Experience: A Deep Dive Into the World of Bikini Bottom. [S.l.]: Insight Editions. ISBN 978-1-60887-184-1 
  • Brown, Arthur (2010). Everything I Need to Know, I Learned from Cartoons!. [S.l.: s.n.] 132 páginas. ISBN 9781435732483 
  • Crump, William D. (4 de abril de 2019). Happy Holidays--Animated!: A Worldwide Encyclopedia of Christmas, Hanukkah, Kwanzaa and New Year's Cartoons on Television and Film. Jefferson, Carolina do Norte: McFarland. 418 páginas. ISBN 9781476672939 
  • Dan Povenmire (2007). «Family Guy». season 5 DVD commentary for the episode "Road to Rupert" (DVD). 20th Century Fox 
  • Escritores: Aaron Springer, C. H. Greenblatt e Merriwether Williams (22 de março de 2002). «The Algae's Always Greener». SpongeBob SquarePants. Temporada 3. Episódio 41a. Nickelodeon 
  • Escritores: Aaron Springer, C. H. Greenblatt e Mr. Lawrence (7 de março de 2001). «No Free Rides». SpongeBob SquarePants. Temporada 2. Episódio 30a. Nickelodeon 
  • Escritores: Aaron Springer e Derek Iversen (27 de novembro de 2009). «Greasy Buffoons». SpongeBob SquarePants. Temporada 7. Episódio 130a. Nickelodeon 
  • Escritores: Aaron Springer, Erik Wiese e Merriwether Williams (31 de dezembro de 1999). «Karate Choppers». SpongeBob SquarePants. Temporada 1. Episódio 14b. Nickelodeon 
  • Escritores: Aaron Springer e Richard Pursel (19 de março de 2009). «Komputer Overload». SpongeBob SquarePants. Temporada 6. Episódio 118b. Nickelodeon 
  • Escritores: Aaron Springer, Sean Charmatz e Richard Pursel (19 de junho de 2010). «Enchanted Tiki Dreams». SpongeBob SquarePants. Temporada 7. Episódio 145b. Nickelodeon 
  • Escritores: Casey Alexander, Chris Mitchell e Dani Michaeli (13 de outubro de 2006). «Bummer Vacation». SpongeBob SquarePants. Temporada 4. Episódio 74a 
  • Escritores: Casey Alexander, Zeus Cervas e Dani Michaeli (19 de julho de 2009). «No Hat for Pat». SpongeBob SquarePants. Temporada 6. Episódio 120a 
  • Escritores: Casey Alexander, Zeus Cervas, Mike Mitchell, Steven Banks e Tim Hill (13 de abril de 2007). «Friend or Foe». SpongeBob SquarePants. Temporada 5. Episódio 81. Nickelodeon 
  • Escritores: Chuck Klein, Jay Lender e David B. Fain (1 de abril de 2000). «Neptune's Spatula». SpongeBob SquarePants. Temporada 1. Episódio 19b. Nickelodeon 
  • Escritores: Chuck Klein, Jay Lender e Douglas Lawrence (11 de setembro de 1999). «Opposite Day». SpongeBob SquarePants. Temporada 1. Episódio 64b. Nickelodeon 
  • Escritores: Dan Povenmire; et. al (Agosto de 2010). «Phineas and Ferb: Summer Belongs To You!». Phineas e Ferb. Temporada 2. Episódio 64. Disney XD e Disney Channel 
  • Escritores: Ennio Torresan, Jr., Erik Wiese e Mr. Lawrence (25 de setembro de 1999). «MuscleBob BuffPants». SpongeBob SquarePants. Temporada 1. Episódio 11a. Nickelodeon 
  • Escritores: Jay Lender, Dan Povenmire e Merriwether Williams (28 de setembro de 2001). «The Fry Cook Games». SpongeBob SquarePants. Temporada 2. Episódio 39b. Nickelodeon 
  • Escritores: Jay Lender, William Reiss e Merriwether Williams (16 de novembro de 2000). «Big Pink Loser». SpongeBob SquarePants. Temporada 2. Episódio 23a. Nickelodeon 
  • Escritores: Kaz e Mr. Lawrence (12 de julho de 2019). «SpongeBob's Big Birthday Blowout». SpongeBob SquarePants. Nickelodeon 
  • Escritores: Luke Brookshier, Nate Cash e Dani Michaeli (28 de janeiro de 2011). «Welcome to the Bikini Bottom Triangle». SpongeBob SquarePants. Temporada 7. Episódio 140b. Nickelodeon 
  • Escritores: Luke Brookshier, Nate Cash e Derek Iversen (9 de agosto de 2010). «You Don't Know Sponge». SpongeBob SquarePants. Temporada 7. Episódio 149a. Nickelodeon 
  • Escritores: Luke Brookshier, Nate Cash e Eric Shaw (23 de novembro de 2007). «Stanley S. SquarePants». SpongeBob SquarePants. Temporada 5. Episódio 100b 
  • Escritores: Luke Brookshier, Nate Cash, Steven Banks e Paul Tibbitt (6 de novembro de 2009). «Truth or Square». SpongeBob SquarePants. Temporada 6. Episódio 123/124. Nickelodeon 
  • Escritores: Luke Brookshier, Tom King e Dani Michaeli (31 de julho de 2007). «Money Talks». SpongeBob SquarePants. Temporada 5. Episódio 88a. Nickelodeon 
  • Escritores: Luke Brookshier, Tom King e Dani Michaeli (23 de julho de 2007). «Spy Buddies». SpongeBob SquarePants. Temporada 4. Episódio 84a. Nickelodeon 
  • Escritores: Luke Brookshier, Tom King e Dani Michaeli (6 de outubro de 2006). «Squidtastic Voyage». SpongeBob SquarePants. Temporada 4. Episódio 75a 
  • Escritores: Luke Brookshier, Tom King e Steven Banks (5 de maio de 2006). «Chimps Ahoy». SpongeBob SquarePants. Temporada 4. Episódio 70b. Nickelodeon 
  • Escritores: Mike Bell (20 de maio de 2005). «Good Neighbors». SpongeBob SquarePants. Temporada 4. Episódio 64b. Nickelodeon 
  • Escritores: Mike Fasolo, Seth Green, Matthew Senreich e Zeb Wells (13 de fevereiro de 2011). «Major League of Extraordinary Gentlemen». Robot Chicken. Temporada 5. Episódio 87. Adult Swim 
  • Escritores:Mr. Lawrence (7 de outubro de 2017). «Feral Friends». SpongeBob SquarePants. Temporada 10. Episódio 215a. Nickelodeon 
  • Escritores: Sean Charmatz e Dani Michaeli (19 de julho de 2009). «Chum Bucket Supreme». SpongeBob SquarePants. Temporada 6. Episódio 122a. Nickelodeon 
  • Escritores: Paul Tibbitt e Peter Burns (17 de julho de 1999). «Ripped Pants». SpongeBob SquarePants. Temporada 1. Episódio 2b. Nickelodeon 
  • Escritores: Paul Tibbitt, Mark O'Hare e Mr. Lawrence (21 de agosto de 1999). «Mermaid Man and Barnacle Boy». SpongeBob SquarePants. Temporada 1. Episódio 6a. Nickelodeon 
  • Escritores: Sherm Cohen, Aaron Springer e Peter Burns (18 de setembro de 1999). «F.U.N.». SpongeBob SquarePants. Temporada 1. Episódio 10b. Nickelodeon. How does it feel to be the most hated thing in Bikini Bottom, Plankton?! It hurts, doesn't it?! "Get moving, genius, don't let him get away." "Befriend the SpongeBob, then when the time is just right, take the Krabby Patty!" 
  • Escritores: Sherm Cohen, Aaron Springer e Peter Burns (2 de outubro de 1999). «The Chaperone». SpongeBob SquarePants. Temporada 1. Episódio 12a. Nickelodeon 
  • Escritores: Stephen Hillenburg, Derek Drymon e Tim Hill (1 de maio de 1999). «Help Wanted». SpongeBob SquarePants. Temporada 1. Episódio 1. Nickelodeon 
  • Escritores: Walt Dohrn, Paul Tibbitt e Merriwether Williams (7 de setembro de 2001). «The Secret Box». SpongeBob SquarePants. Temporada 2. Episódio 35a. Nickelodeon 
  • Foy, Joseph J. (21 de agosto de 2013). SpongeBob SquarePants and Philosophy: Soaking Up Secrets Under the Sea!. Chicago e La Salle, Illinois: Open Court Publishing Company. ISBN 978-0-8126-9735-3 
  • «From Boy to Bob». Nick Mag Presents: SpongeBob SquarePants. Viacom International. Junho de 2003 
  • Hillenburg, Stephen (2003). The Origin of SpongeBob SquarePants. SpongeBob SquarePants: The Complete First Season (DVD) (documentário). Paramount Home Entertainment 
  • Hischak, Thomas S. (21 de setembro de 2011). Disney Voice Actors: A Biographical Dictionary. [S.l.]: McFarland & Company. 290 páginas. ISBN 978-0-7864-8694-6 
  • Kenny, Tom (2010). «The Oral History of SpongeBob SquarePants». Hogan's Alley #17 (em inglês). Bull Moose Publishing Corporation. Consultado em 21 de setembro de 2012. Arquivado do original em 31 de agosto de 2015 
  • Neuwirth, Allan (2003). Makin' Toons: Inside the Most Popular Animated TV Shows and Movies. [S.l.]: Allworth Press. ISBN 978-1-58115-269-2 
  • Nickelodeon Publishing (11 de janeiro de 2013). Good Ideas ... and Other Disasters (SpongeBob SquarePants). Nova Iorque: Nickelodeon Publishing. 48 páginas. ISBN 978-1-61263-051-9 
  • Perlmutter, David (4 de maio de 2018). The Encyclopedia of American Animated Television Shows. [S.l.]: Rowman & Littlefield. 802 páginas. ISBN 9781538103746 
  • The SpongeBob SquarePants Movie (DVD). Paramount Home Entertainment e Nickelodeon. 1 de março de 2003 
  • «What a Sponge!» (PDF). The Mini Page (em inglês). 12 de julho de 2015. Consultado em 29 de junho de 2020. Cópia arquivada (PDF) em 15 de abril de 2017 
  • Wilson, Thomas F. (Entrevistador); Hillenburg, Stephen (Entrevistado) (29 de maio de 2012). Big Pop Fun #28: Stephen Hillenburg, Artist and Animator–Interview (MP3) (entrevista) (em inglês). Nerdist Industries