Lista de presidentes da Coreia do Sul

Esta é a lista dos presidentes da Coreia do Sul desde sua independência.

Nos termos da Constituição da Coreia do Sul, o Presidente da República da Coreia (Coreia do Sul) é o chefe de Estado e chefe de governo da República da Coreia. O presidente é também o comandante em chefe das Forças Armadas da Coreia do Sul.

O mandato presidencial é fixado em cinco anos desde 1988. Anteriormente era fixado em quatro anos de 1948 a 1972, seis anos de 1972 a 1981, e sete anos de 1981 a 1988. Desde 1981, o presidente é impedido de reeleição. O presidente deve ter pelo menos 40 anos de idade, viver na Coreia do Sul por cinco anos, e ter a cidadania sul-coreana.

Lista de presidentes da República da Coreia (1948 – atualmente)Editar

      Conservador (atual: Partido Saenuri)       Liberal (atual: Nova Aliança Política para a Democracia)       Militar       Independente

Imagem Nome Mandato Período de governo Eleição presidencial Afiliação
Presidente da Primeira República
1   Rhee Syng-man
Yi Seungman
이승만 / 李承晩
(1875–1965)
1 24 de julho
1948
14 de agosto
1952
1948 — 91,8% NARRKI [ko] (1948-1951)
Partido Liberal (1951-1960)
2 15 de agosto
1952
14 de agosto
1956
1952 — 74,6%
3 15 de agosto
1956
27 de abril
1960
1956 — 70,0%
1960 — 97,0%
O único presidente da Primeira República da Coreia. A Guerra da Coreia ocorreu de 1950 a 1953. Forçado a renunciar na Revolução de Abril de 1960.
Durante este intervalo, o primeiro-ministro Heo Jeong (허정 / 許政) foi o presidente interino.
Presidente da Segunda República
2   Yun Bo-seon
Yun Boseon
윤보선 / 尹潽善
(1897–1990)
4 12 de agosto
1960
24 de março
1962
1960 — 82,2% Partido Democrático (1960-1962)
Novo Partido Democrático (1962)
O único presidente da Segunda República da Coreia. Park Chung-hee assumiu o controle de facto sobre o país ao liderar o Golpe de Estado de 16 de Maio em 1961.
Presidente do Conselho Supremo para a Reconstrução Nacional
  Park Chung-hee
Bak Jeonghui
박정희 / 朴正熙
(1917–1979)
24 de março
1962
17 de dezembro
1963
Presidente interino Militar
Park Chung-hee foi o líder de facto do país desde o Golpe de Estado de 16 de Maio em 1961, o que efetivamente derrubou a Segunda República da Coreia. Park também se tornou presidente interino após a renúncia de Yun Bo-seon em 1962.
Presidente da Terceira República
3   Park Chung-hee
Bak Jeonghui
박정희 / 朴正熙
(1917–1979)
5 17 de dezembro
1963
30 de junho
1967
1963 — 46,6% Partido Democrático Republicano
6 1 de julho
1967
30 de junho
1971
1967 — 51,4%
7 1 de julho
1971
26 de dezembro
1972
1971 — 53,2%
O único presidente da Terceira República da Coreia. Industrializou com sucesso a Coreia do Sul e melhorou a economia de forma significativa. Ele também propôs enormes políticas variadas, movimentos e pactos que ajudaram a construir a atual Coreia do Sul.
Presidentes da Quarta República
(3)   Park Chung-hee
Bak Jeonghui
박정희 / 朴正熙
(1917–1979)
8 27 de dezembro
1972
26 de dezembro
1978
1972 — 99,9% Partido Democrático Republicano
9 27 de dezembro
1978
26 de outubro
1979
1978 — 99,9%
O primeiro presidente da Quarta República da Coreia. Assassinado por Kim Jae-kyu, o diretor da Agência de Inteligência Central Coreana (KCIA).
Durante este intervalo, o primeiro-ministro Choi Kyu-hah (최규하 / 崔圭夏), foi o presidente interino.
4   Choi Kyu-hah
Choe Gyuha
최규하 / 崔圭夏
(1919–2006)
10 6 de dezembro
1979
16 de agosto
1980
1979 — 96,7% Independente
O segundo presidente da Quarta República da Coreia. Chun Doo-hwan assumiu o controle de facto sobre o país ao liderar o Golpe de Estado de 12 de Dezembro em 1979. Movimento de Democratização de Gwangju em 1980.
Durante este intervalo, o primeiro-ministro Pak Choong-hoon (박충훈 / 朴忠勋), foi o Presidente interino.
5   Chun Doo-hwan
Jeon Duhwan
전두환 / 全斗煥
(1931– )
11 1 de setembro
1980
25 de fevereiro
1981
1980 — 99,9% Partido da Justiça Democrática
O terceiro presidente da Quarta República da Coreia.
Presidente da Quinta República
(5)   Chun Doo-hwan
Jeon Duhwan
전두환 / 全斗煥
(1931– )
12 25 de fevereiro
1981
24 de fevereiro
1988
1981 — 90,2% Partido da Justiça Democrática
O único presidente da Quinta República da Coreia.
Presidentes da Sexta República
6   Roh Tae-woo
No Taeu
노태우 / 盧泰愚
(1932– )
13 25 de fevereiro
1988
24 de fevereiro
1993
1987 — 36,6%
8.282.738
Partido da Justiça Democrática
O primeiro presidente da Sexta República da Coreia e o primeiro presidente após a introdução de eleições diretas livres e justas. Roh continuou comprometido com reformas democráticas. Durante seu mandato foram realizados os Jogos Olímpicos de Verão de 1988, em Seul. Antes de assumir, atuou como general do exército sul-coreano, sendo um aliado e amigo do presidente anterior da Quinta República, Chun Doo-hwan.
7   Kim Young-sam
Gim Yeongsam
김영삼 / 金泳三
(1927–2015)
14 25 de fevereiro
1993
24 de fevereiro
1998
1992 — 42,0%
9.977.332
Partido Democrático Liberal (1993-1995)
Partido Nova Coreia (1995-1997)
O segundo presidente da Sexta República da Coreia. O primeiro ativista democrático a ser eleito presidente. Kim se esforçou para reformar o governo e economia. Ele teve o ex-presidente Chun Doo-hwan e Roh Tae-woo presos sob a acusação de corrupção e traição, ganhando condenações contra ambos, mais tarde perdoados com o conselho do então presidente eleito, Kim Dae-jung. Kim também concedeu anistia a milhares de presos políticos, e removeu as condenações de manifestantes pró-democracia que haviam sido presos durante o massacre de Gwangju, na sequência do Golpe de Estado de 12 de Dezembro. Liderou uma campanha anti-corrupção, exigindo que as autoridades militares e do governo publicassem seus registros financeiros, precipitando a renúncia de vários oficiais de alta patente e membros do gabinete.
8   Kim Dae-jung
Gim Daejung
김대중 / 金大中
(1925–2009)
15 25 de fevereiro
1998
24 de fevereiro
2003
1997 — 40,3%
10.326.275
Congresso Nacional para a Nova Política (1998-2000)
Partido Democrático do Novo Milênio (2000-2002)
O terceiro presidente da Sexta República da Coreia. O primeiro presidente liberal/centrista da Sexta República. Kim formulou e implementou a política Sunshine de envolvimento com a Coreia do Norte e foi o primeiro presidente sul-coreano a visitar a Coreia do Norte em 2000, reunindo-se com o líder norte-coreano Kim Jong-il em Pyongyang. Recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 2000 "por seu trabalho pela democracia e direitos humanos na Coreia do Sul e no Lerte da Ásia em geral, e pela paz e reconciliação com a Coreia do Norte em particular."[1] Co-sediou a Copa do Mundo FIFA de 2002 com o país vizinho Japão.
9   Roh Moo-hyun
No Muhyeon
노무현 / 盧武鉉
(1946–2009)
16 25 de fevereiro
2003
12 de março
2004
2002 — 48,91%
12.014.277
Partido Democrático do Novo Milênio (2003)
Durante este intervalo, o primeiro-ministro Goh Kun (고건 / 高建) foi o Presidente interino.
14 de maio
2004
24 de fevereiro
2008
Reintegrado por falha de impeachment Nosso Partido Aberto [Nosso Partido Aberto] (2004-2007)
O quarto presidente da Sexta República da Coreia. O segundo presidente liberal/centrista da Sexta República. Roh deu continuidade da política Sunshine de engajamento com a Coreia do Norte. O primeiro presidente da Sexta República julgado por impeachment. Roh planejou criar uma capital administrativa, mas ele sofreu um revés por decisão da Suprema Corte de que a mudança da capital era inconstitucional. Ao invés disso, Roh optou por um centro administrativo. Atuou como membro da Assembleia Nacional por Dong-gu (Busan) (1988-1992). Cometeu suicídio em 2009.
10   Lee Myung-bak
Yi Myeongbak
이명박 / 李明博
(1941– )
17 25 de fevereiro
2008
24 de fevereiro
2013
2007 — 48,7%
11.492.389
Grande Partido Nacional (2008-2012)
Partido Saenuri [Partido Nova Fronteira] (2012-2013)
O quinto presidente da Sexta República da Coreia. Lee implementou uma política mais dura em relação à Coreia do Norte, através da Doutrina MB. Reverteu o regime de importação de carne dos EUA em 2008, juntamente com uma série de protestos anti-importação de carne bovina dos Estados Unidos. Tentou reduzir o desenvolvimento de Sejong em um centro de educação, ciência e negócios, em vez de centro administrativo nacional com o apoio e respaldo do ex-primeiro-ministro Chung Un-chan. Conflitos crescentes com a Coreia do Norte resultaram no naufrágio do Cheonan e bombardeamento de Yeonpyeong. Lee também tornou-se o primeiro presidente sul-coreano a visitar Dokdo, o que intensificou ainda mais as tensões com o Japão em 2012, antes do final de seu mandato. Atuou como membro da Assembleia Nacional por Jongno-gu (1996-1998), e Prefeito de Seul (2002-2006).
11   Park Geun-hye
Bak Geunhye
박근혜 / 朴槿惠
(1952– )
18 25 de fevereiro
2013
10 de março[2]
2017
2012 — 51,6%
15.773.128
Partido Saenuri [Partido Nova Fronteira]
A sexta presidente da Sexta República da Coreia do Sul. Park é filha do ex-presidente Park Chung-hee, e ela é a primeira presidente mulher da Coreia do Sul. Atuou como membra da Assembleia Nacional por Dalseong (1998-2012), por Representação Proporcional (2012). Foi afastada temporariamente de seu cargo em Dezembro de 2016 e em Março de 2017, definitivamente.
-11   Hwang Kyo-ahn
Bak Geunhye
황교안
(1957– )
(interino) 10 de março
2017
no cargo Independente
Como Primeiro-Ministro, assumiu interinamente a Presidência do País após o Impeachment da títular.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «The Nobel Peace Prize 2000». Nobel Foundation. Consultado em 20 de outubro de 2008 
  2. «Presidente da Coreia do Sul sofre impeachment meses após escândalo». O Globo. 9 de março de 2017