Lista de primeiras-damas do Brasil

artigo de lista da Wikimedia

Esta é a lista de primeiras-damas do Brasil, título que recebe a anfitriã do Palácio da Alvorada. O cargo é, tradicionalmente, preenchido pela esposa do presidente do Brasil atual, mas em uma ocasião especial, o título pode ser aplicado a mulheres que não são as esposas do presidente, quando o presidente é solteiro ou viúvo. Não possuem funções oficiais dentro do governo, mas costumam participar de cerimônias públicas e organizar ações sociais, tais como eventos beneficentes.[1] Além disso, uma primeira-dama carismática pode ajudar a transmitir uma imagem positiva de seus cônjuges à população.[2]

Michelle Bolsonaro, a atual primeira-dama do Brasil.
A então primeira-dama Marcela Temer recebe no Palácio da Alvorada sua sucessora, Michelle Bolsonaro, em 21 de novembro de 2018.

Houve trinta e sete primeiras-damas e trinta e três esposas de presidentes. Essa diferença existe porque os presidentes Getúlio Vargas e Ranieri Mazzilli serviram dois mandatos não consecutivos sendo contados cronologicamente duas vezes cada. Outra diferença vem do presidente Hermes da Fonseca que, tornando-se viúvo em pleno mandato, contraiu núpcias novamente. E os presidentes Rodrigues Alves e Castello Branco sendo, ambos viúvos, suas filhas desempenharam tal função. Dilma Rousseff, primeira e única mulher presidente até o momento, foi divorciada duas vezes, o que não trouxe junto a sua presidência a figura do primeiro-cavalheiro.

Seguindo a posse de Jair Bolsonaro em 1 de janeiro de 2019, sua esposa Michelle Bolsonaro tornou-se a trigésima sétima primeira-dama brasileira, sucedendo Marcela Temer, esposa do ex-presidente Michel Temer.

Lista de primeiras-damas do BrasilEditar

Esta lista inclui todas as mulheres que serviram como primeiras-damas, independentemente de serem casadas ou não com o presidente do Brasil.

Primeira-dama Idade ao assumir função Período Presidente
(data de casamento)
Referências
e notas
1   Mariana da Fonseca
n. 10 de fevereiro de 1826
m. 9 de abril de 1905
(79 anos)
63 anos e 278 dias 1889111515 de novembro15 de novembro de 1889

23 de novembro de 1891
Deodoro da Fonseca
16 de abril de 1860
[3]
2   Josina Peixoto
n. 9 de agosto de 1857
m. 5 de novembro de 1911
(54 anos)
34 anos e 106 dias 1891112323 de novembro de 1891

15 de novembro de 1894
Floriano Peixoto
11 de maio de 1872
[4][5][6]
3   Adelaide de Morais
n. 17 de setembro de 1848
m. 8 de novembro de 1911
(63 anos)
46 anos e 59 dias 1894111515 de novembro de 1894

15 de novembro de 1898
Prudente de Morais
28 de maio de 1866
[7]
4   Anna Gabriella Campos Salles
n. 24 de janeiro de 1850
m. 31 de julho de 1919
(69 anos)
48 anos e 295 dias 1898111515 de novembro de 1898

15 de novembro de 1902
Campos Salles
8 de julho de 1865
[8][9][10]
5   Catita Rodrigues Alves
n. 5 de outubro de 1879
m. 5 de novembro de 1958
(79 anos)
23 anos e 41 dias 1902111515 de novembro de 1902

8 de dezembro de 1904
Rodrigues Alves
Filhas
[11][12]
  Marieta Rodrigues Alves
n. 18 de novembro de 1880
m. 29 de janeiro de 1957
(76 anos)
24 anos e 20 dias 19048 de dezembro de 1904

15 de novembro de 1906
[12]
6   Guilhermina Penna
n. 21 de junho de 1857
m. 14 de julho de 1929
(72 anos)
49 anos e 147 dias 1906111515 de novembro de 1906

14 de junho de 1909
Affonso Penna
23 de janeiro de 1875
[13][14][15]
7   Anita Peçanha
n. 21 de março de 1876
m. 9 de abril de 1960
(84 anos)
33 anos e 85 dias 1909061414 de junho de 1909

15 de novembro de 1910
Nilo Peçanha
6 de dezembro de 1895
[16]
8   Orsina da Fonseca
n. 17 de dezembro de 1858
m. 30 de novembro de 1912
(53 anos)
51 anos e 333 dias 1910111515 de novembro de 1910

30 de novembro de 1912
Hermes da Fonseca
16 de abril de 1879
[17][18][19]
Vago; o presidente era viúvo. 1912113030 de novembro de 1912

8 de dezembro de 1913
Hermes da Fonseca
Viúvo
9   Nair de Teffé
n. 10 de junho de 1886
m. 10 de junho de 1981
(95 anos)
27 anos e 181 dias 191312088 de dezembro de 1913

1914111515 de novembro de 1914
Hermes da Fonseca
8 de dezembro de 1913
[20][21][22]
10   Maria Pereira Gomes
n. 19 de agosto de 1875
m. 14 de agosto de 1925
(49 anos)
39 anos e 88 dias 1914111515 de novembro de 1914

15 de novembro de 1918
Venceslau Brás
12 de setembro de 1892
[23]
11   Francisca Ribeiro
n. 9 de outubro de 1873
m. 18 de julho de 1965
(91 anos)
45 anos e 37 dias 1918111515 de novembro de 1918

28 de julho de 1919
Delfim Moreira
11 de abril de 1891
[24]
12   Mary Pessoa
n. 3 de junho de 1878
m. 31 de outubro de 1958
(79 anos)
41 anos e 55 dias 1919072828 de julho de 1919

15 de novembro de 1922
Epitácio Pessoa
8 de novembro de 1898
[25]
13   Clélia Bernardes
n. 4 de fevereiro de 1876
m. 10 de junho de 1972
(96 anos)
46 anos e 284 dias 1922111515 de novembro de 1922

15 de novembro de 1926
Artur Bernardes
15 de julho de 1903
[26]
14   Sophia Pereira de Sousa
n. 27 de setembro de 1877
m. 28 de junho de 1934
(56 anos)
49 anos e 49 dias 1926111515 de novembro de 1926

24 de outubro de 1930
Washington Luís
6 de março de 1900
[27]
  Alice Prestes
n. 21 de outubro de 1887
m. 9 de junho de 1940
(52 anos)
Júlio Prestes
3 de maio de 1906
[28][nota 1]
Vago; primeira junta militar. 1930102424 de outubro de 1930

3 de novembro de 1930
Primeira Junta Militar
15   Darcy Vargas
n. 12 de dezembro de 1895
m. 25 de junho de 1968
(72 anos)
34 anos e 326 dias 193011033 de novembro de 1930

29 de outubro de 1945
Getúlio Vargas
4 de março de 1911
[29]
16   Luzia Linhares
n. 8 de junho de 1887
m. 14 de setembro de 1969
(82 anos)
58 anos e 143 dias 1945102929 de outubro de 1945

31 de janeiro de 1946
José Linhares
26 de abril de 1913
[30]
17   Carmela Dutra
n. 17 de setembro de 1884
m. 9 de outubro de 1947
(63 anos)
61 anos e 136 dias 1946013131 de janeiro de 1946

9 de outubro de 1947
Eurico Gaspar Dutra
19 de fevereiro de 1914
[31][32]
Vago; o presidente era viúvo. 9 de outubro de 1947

31 de janeiro de 1951
Eurico Gaspar Dutra
Viúvo
18   Darcy Vargas
n. 12 de dezembro de 1895
m. 25 de junho de 1968
(72 anos)
55 anos e 50 dias 1951013131 de janeiro de 1951

24 de agosto de 1954
Getúlio Vargas
4 de março de 1911
[29]
19   Jandira Café
n. 17 de setembro de 1904
m. 28 de fevereiro de 1989
(84 anos)
49 anos e 341 dias 1954082424 de agosto de 1954

8 de novembro de 1955
Café Filho
setembro de 1931
[33]
20   Graciema da Luz
n. 8 de janeiro de 1903
m. 25 de fevereiro de 1983
(80 anos)
52 anos e 304 dias 195511088 de novembro de 1955

11 de novembro de 1955
Carlos Luz
30 de junho de 1927
[34]
21   Beatriz Ramos
n. 9 de outubro de 1898
m. 1 de junho de 1991
(92 anos)
57 anos e 33 dias 1955111111 de novembro de 1955

31 de janeiro de 1956
Nereu Ramos
15 de agosto de 1916
[34]
22   Sarah Kubitschek
n. 5 de outubro de 1908
m. 4 de fevereiro de 1996
(87 anos)
47 anos e 118 dias 1956013131 de janeiro de 1956

31 de janeiro de 1961
Juscelino Kubitschek
30 de dezembro de 1931
[35]
23   Eloá Quadros
n. 13 de junho de 1923
m. 22 de novembro de 1990
(67 anos)
37 anos e 232 dias 1961013131 de janeiro de 1961

25 de agosto de 1961
Jânio Quadros
26 de setembro de1942
[36]
24   Sylvia Mazzilli
n. 8 de outubro de 1915
m. 17 de fevereiro de 2005
(89 anos)
45 anos e 321 dias 1961082525 de agosto de 1961

7 de setembro de 1961
Ranieri Mazzilli
1933
[37]
25   Maria Thereza Goulart
n. 23 de agosto de 1936 (84 anos)
25 anos e 25 dias 19610907—7 de setembro de 1961

2 de abril de 1964
João Goulart
26 de abril de 1955
[38]
26   Sylvia Mazzilli
n. 8 de outubro de 1915
m. 17 de fevereiro de 2005
(89 anos)
48 anos e 177 dias 196404022 de abril de 1964

15 de abril de 1964
Ranieri Mazzilli
1933
[37]
27   Antonietta Castello Branco
n. 7 de novembro de 1922
m. 31 de outubro de 2010
(87 anos)
41 anos e 129 dias 15 de abril de 1964

15 de março de 1967
Humberto Castello Branco
Filha
[39]
28   Yolanda Costa e Silva
n. 30 de outubro de 1907
m. 28 de julho de 1991
(83 anos)
59 anos e 136 dias 15 de março de 1967

31 de agosto de 1969
Artur Costa e Silva
22 de setembro de 1925
[40]
  Mariquita Aleixo
n. 7 de novembro de 1905
m. 21 de junho de 1989
(83 anos)
Pedro Aleixo
29 de outubro de 1925
[nota 2]
Vago; segunda junta militar. 31 de agosto de 1969

30 de outubro de 1969
Segunda Junta Militar
29   Scylla Médici
n. 4 de outubro de 1907
m. 25 de janeiro de 2003
(95 anos)
62 anos e 26 dias 30 de outubro de 1969

15 de março de 1974
Emílio Garrastazu Médici
2 de maio de 1931
[41]
30   Lucy Geisel
n. 24 de novembro de 1917
m. 3 de março de 2000
(82 anos)
56 anos e 111 dias 15 de março de 1974

15 de março de 1979
Ernesto Geisel
10 de janeiro de 1940
[42]
31   Dulce Figueiredo
n. 11 de maio de 1928
m. 6 de junho de 2011
(83 anos)
50 anos e 308 dias 15 de março de 1979

15 de março de 1985
João Figueiredo
15 de janeiro de 1942
[43]
  Risoleta Neves
n. 20 de julho de 1917
m. 21 de setembro de 2003
(86 anos)
Tancredo Neves
25 de maio de 1938
[44][nota 3]
32   Marly Sarney
n. 4 de dezembro de 1932 (87 anos)
52 anos e 101 dias 15 de março de 1985

15 de março de 1990
José Sarney
12 de julho de 1952
[45]
33   Rosane Collor
n. 20 de outubro de 1964 (56 anos)
26 anos e 145 dias 15 de março de 1990

29 de dezembro de 1992
Fernando Collor
1984
[46]
Vago; o presidente era divorciado. 29 de dezembro de 1992

1 de janeiro de 1995
Itamar Franco
Divorciado
[nota 4]
34   Ruth Cardoso
n. 19 de setembro de 1930
m. 24 de junho de 2008
(77 anos)
64 anos e 104 dias 1 de janeiro de 1995

1 de janeiro de 2003
Fernando Henrique Cardoso
fevereiro de 1953
[47]
35   Marisa Letícia
n. 7 de abril de 1950
m. 3 de fevereiro de 2017
(66 anos)
52 anos e 269 dias 1 de janeiro de 2003

1 de janeiro de 2011
Luiz Inácio Lula da Silva
25 de maio de 1974
[48]
Vago; a presidente era divorciada. 1 de janeiro de 2011

31 de agosto de 2016
Dilma Rousseff
Divorciada
[nota 5]
36   Marcela Temer
n. 16 de maio de 1983 (37 anos)
33 anos e 107 dias 31 de agosto de 2016

1 de janeiro de 2019
Michel Temer
26 de julho de 2003
[49]
37   Michelle Bolsonaro
n. 22 de março de 1982 (38 anos)
36 anos e 285 dias 1 de janeiro de 2019

até a atualidade
Jair Bolsonaro
28 de novembro de 2007
[50]

Outros cônjuges de presidentes do BrasilEditar

Dois presidentes ficaram viúvos antes de suas presidências:

Três presidentes foram viúvos e se casaram novamente antes de suas presidências:

Cinco presidentes foram divorciados antes de suas presidências:

Dois presidentes se casaram novamente depois de suas presidências:

Esposas dos militares das juntas governativas provisóriasEditar

Ver tambémEditar

Notas

  1. Com a revolução de 1930, Júlio Prestes não tomou posse como presidente. Sendo assim, Alice Prestes não se tornou primeira-dama do Brasil.
  2. Mariquita Aleixo não se tornou oficialmente primeira-dama, pois seu marido Pedro Aleixo não tomou posse, por veto da Junta Governativa Provisória de 1969. Ele deve constar como ex-presidente, segundo a Lei 12486.
  3. Risoleta Neves não se tornou oficialmente primeira-dama, pois seu marido Tancredo Neves, morreu antes de tomar posse.
  4. Itamar Franco divorciou-se de Anna Elisa Surerus em 20 de agosto de 1978 e permaneceu oficialmente divorciado desde então.
  5. Dilma Rousseff foi casada com Cláudio Galeno de Magalhães Linhares e posteriormente com Carlos Franklin Paixão de Araújo, divorciando-se de ambos. Sua filha, Paula Rousseff de Araújo, ocasionalmente a acompanhava em determinadas cerimônias.

Referências

  1. «Papel da primeira-dama na política - Política - Colégio Web». 20 de maio de 2015. Consultado em 3 de setembro de 2016 
  2. País, Ediciones El (7 de outubro de 2016). «Os três minutos de Marcela Temer, a tentativa do Planalto de suavizar a imagem». EL PAÍS 
  3. Carvalho, Leonardo Dallacqua de; Barchi, Felipe Yera (9 de agosto de 2019). Intelectuais e Nação: Leituras de Brasil na República. [S.l.]: Editora Appris 
  4. «Manchete (RJ) - 1952 a 2007 - DocReader Web». memoria.bn.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  5. http://memoria.bn.br/pdf/231894/per231894_1911_01418.pdf
  6. http://memoria.bn.br/pdf/025909/per025909_1939_00022.pdf
  7. «Mulheres de influência na política piracicabana II - Adelaide Benvinda de Morais Barros». Jornal de Piracicaba - Desde 1.900. 18 de fevereiro de 2019. Consultado em 3 de julho de 2020 
  8. «Manchete (RJ) - 1952 a 2007 - DocReader Web». memoria.bn.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  9. http://memoria.bn.br/pdf/107468/per107468_1901_00001.pdf
  10. http://memoria.bn.br/pdf/090972/per090972_1912_17502.pdf
  11. http://memoria.bn.br/pdf/090972/per090972_1904_14846.pdf
  12. a b https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/113/o/XII_Semin%C3%A1rio.pdf?1587936054
  13. http://memoria.bn.br/pdf/168319/per168319_1906_00157.pdf
  14. http://memoria.bn.br/pdf/170054/per170054_1906_00716.pdf
  15. Silva, Rogério Souza (19 de abril de 2018). Modernidade em Desalinho: Costumes, Cotidiano e Linguagens na Obra Humorística de Raul Pederneiras (1898-1936). [S.l.]: Paco Editorial 
  16. «As grandes damas do Rio Negro na Republica Velha // Francisco Jose Ribeiro de Vasconcellos». ihp.org.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  17. http://memoria.bn.br/pdf/348970/per348970_1912_00431.pdf
  18. http://memoria.bn.br/pdf/720100/per720100_1912_00124.pdf
  19. http://200.144.6.120/uploads/acervo/periodicos/jornais/BR_APESP_CPNO_19121201.pdf
  20. http://memoria.bn.br/pdf/107670/per107670_1913_00277.pdf
  21. http://memoria.bn.br/pdf/348970/per348970_1913_00750.pdf
  22. «A caricaturista Nair de Teffé. Nair de Teffé (1886-1981)». Mundo Educação. Consultado em 3 de julho de 2020 
  23. Guedes, Ciça; Melo, Murilo Fiuza de (28 de novembro de 2019). Todas as mulheres dos presidentes: A história pouco conhecida das primeiras-damas do Brasil desde o início da República. [S.l.]: Editora Máquina de Livros 
  24. «Manchete (RJ) - 1952 a 2007 - DocReader Web». memoria.bn.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  25. http://arquivo.presidencia.pt/report/?p=%2FArcheevo5_DSDA%2FFrontOffice%2FPublic%2FMiscellaneous%2FDescriptionItemPublicReport&f=3&ID=137326&Locale=pt
  26. Guedes, Ciça; Melo, Murilo Fiuza de (28 de novembro de 2019). Todas as mulheres dos presidentes: A história pouco conhecida das primeiras-damas do Brasil desde o início da República. [S.l.]: Editora Máquina de Livros 
  27. Guedes, Ciça; Melo, Murilo Fiuza de (28 de novembro de 2019). Todas as mulheres dos presidentes: A história pouco conhecida das primeiras-damas do Brasil desde o início da República. [S.l.]: Editora Máquina de Livros 
  28. «Vida Domestica (RJ) - 1920 a 1962 - DocReader Web». memoria.bn.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  29. a b «:: Portal UNESP :: ACI - Assessoria de Comunicação e Imprensa». www.unesp.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  30. Guedes, Ciça; Melo, Murilo Fiuza de (28 de novembro de 2019). Todas as mulheres dos presidentes: A história pouco conhecida das primeiras-damas do Brasil desde o início da República. [S.l.]: Editora Máquina de Livros 
  31. http://memoria.bn.br/pdf/103730/per103730_1947_00238.pdf
  32. «Revista Educação Pública - Santinha: uma breve biografia de dona Carmela Dutra». educacaopublica.cecierj.edu.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  33. «Conheça a história da primeira-dama do Brasil que foi jogadora de futebol». Globoesporte. Consultado em 3 de julho de 2020 
  34. a b «Manchete (RJ) - 1952 a 2007 - DocReader Web». memoria.bn.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  35. Brasília, Agência. «Dona Sarah Kubitschek, o braço direito de JK». Agência Brasília. Consultado em 3 de julho de 2020 
  36. Silva, Zélia Lopes Da (10 de dezembro de 2018). Silêncios e Transgressões: O Protagonismo das Mulheres Brasileiras no Século XX. [S.l.]: Paco Editorial 
  37. a b Guedes, Ciça; Melo, Murilo Fiuza de (28 de novembro de 2019). Todas as mulheres dos presidentes: A história pouco conhecida das primeiras-damas do Brasil desde o início da República. [S.l.]: Editora Máquina de Livros 
  38. Minas, Estado de; Minas, Estado de (19 de maio de 2019). «Livro reconstitui a trajetória de Maria Thereza Goulart, a bela gaúcha que chegou ao poder com Jango». Estado de Minas. Consultado em 3 de julho de 2020 
  39. Angel, Hildegard. «Morre ex-primeira-dama do Brasil que poucos conheciam! | Hildegard Angel». Consultado em 3 de julho de 2020 
  40. «:::[ DocPro ]:::». memoria.bn.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  41. «Corpo da viúva de Médici é sepultado no Rio - Política». Estadão. Consultado em 3 de julho de 2020 
  42. «ZAZ - ISTOÉ GENTE - Tributo». www.terra.com.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  43. «Morre no Rio a ex-primeira-dama Dulce Figueiredo». Terra. Consultado em 3 de julho de 2020 
  44. «EBC». memoria.ebc.com.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  45. Silva, Jeison da. «Alves, o sargento que serviu o Papa abre a caixa-preta do avião presidencial». DC. Consultado em 3 de julho de 2020 
  46. «Rosane Collor concorre na oposição a ex-presidente». Folha de S.Paulo. 16 de setembro de 2018. Consultado em 3 de julho de 2020 
  47. Conceição, Edmir (13 de novembro de 2015). «Ruth Cardoso: Precursora dos programas de transferência de renda». Portal da Educativa. Consultado em 3 de julho de 2020 
  48. B, T. (3 de fevereiro de 2017). «A babá que se tornou primeira-dama no Brasil». EL PAÍS. Consultado em 3 de julho de 2020 
  49. Fern; G1, a CalgaroDo; Brasília, em (6 de setembro de 2016). «Primeira-dama Marcela Temer terá gabinete no Palácio do Planalto». Política. Consultado em 3 de julho de 2020 
  50. «A mulher dos bastidores: saiba quem é Michelle Bolsonaro, a nova primeira-dama». G1. Consultado em 3 de julho de 2020 
  51. Publicações, Discovery (12 de fevereiro de 2019). A República e a História dos Presidentes do Brasil. [S.l.]: Discovery Publicações 
  52. https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/98665/o%20gov%20castelo%20branco%20p1.pdf?sequence=7
  53. Abreu, Augusto (25 de janeiro de 2017). «Governo Epitácio Pessoa». Portal São Francisco. Consultado em 3 de julho de 2020 
  54. «Notícia: Neste domingo faz 59 anos que morreu um ex-presidente da República que morou em Lavras - Jornal de Lavras». www.jornaldelavras.com.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  55. «Capa». revistaepoca.globo.com. Consultado em 3 de julho de 2020 
  56. «"Invertida", com Lilibeth Monteiro de Carvalho». Lu Lacerda | iG. Consultado em 3 de julho de 2020 
  57. Yazbeck, Ivanir (8 de novembro de 2011). O real Itamar: Uma biografia. [S.l.]: Gutemberg 
  58. «'Perdi hoje um parceiro de uma vida', diz Dilma em texto sobre a morte do ex-marido». G1. Consultado em 3 de julho de 2020 
  59. Bienne, <Alexander Thoele>. «"Éramos socialistas. E o sou até hoje"». SWI swissinfo.ch. Consultado em 3 de julho de 2020 
  60. «Jovem Temer ganhava correio elegante e fazia mais política do que estudava». noticias.uol.com.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  61. Minas, Estado de; Minas, Estado de (19 de junho de 2019). «Sem poder se aposentar, ex-mulher de Bolsonaro ganha cargo na Alerj». Estado de Minas. Consultado em 3 de julho de 2020 
  62. «Ana Cristina Siqueira Valle: a ex-mulher de Bolsonaro que quer um lugar na Câmara dos Deputados». Época. 28 de setembro de 2018. Consultado em 3 de julho de 2020 
  63. Santa Cruz, Angélica (13 de novembro de 2005). «O casamento de mentirinha de Fernando Collor». www2.senado.leg.br. O Estado de São Paulo. Consultado em 3 de julho de 2020 
  64. Minas, Estado de; Minas, Estado de (5 de fevereiro de 2014). «Ex-presidente Fernando Henrique formaliza união estável». Estado de Minas. Consultado em 3 de julho de 2020 
  65. Abreu, Alzira Alves de. Dicionário histórico-biográfico da Primeira República (1889-1930). [S.l.]: Editora FGV 
  66. «:::[ DocPro ]:::». memoria.bn.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  67. Abreu, Alzira Alves de. Dicionário histórico-biográfico da Primeira República (1889-1930). [S.l.]: Editora FGV 
  68. «:::[ DocPro ]:::». memoria.bn.br. Consultado em 3 de julho de 2020 
  69. http://memoria.bn.br/pdf/030015/per030015_1995_00205.pdf
  70. https://www2.fab.mil.br/incaer/images/eventgallery/instituto/Opusculos/Textos/opusculo_mal_marcio.pdf