Abrir menu principal

Lista de territórios do Império Português por ordem alfabética

artigo de lista da Wikimedia
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde Maio de 2014). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Índice

AEditar

  • Acra (1557-1578)
  • Açores - colónia (1427-1766); capitania-geral (1766-1831); antigo distrito além-mar (1831-1976); região autónoma desde 1976.
  • Angola - colónia (1575-1589); colónia real (1589-1951); província ultramarina (1951-1971); estado (1971-1975). Tornou-se independente em 1975.
  • Arguim - Feitoria, foi ocupada pelos Holandeses (1455-1633).

BEditar

CEditar

  • Cabinda - protectorado (1883-1887); distrito do Congo (Português) (1887-1921); intendência subordinada a Maquela (1921-1922); dependência como distrito do Zaire (Português) (1922-1930); intendência do Zaire e Cabinda (1930-1932); intendência de Angola (1932-1934); dependência de Angola (1934-1945); restaurada como distrito (1946-1975); província da República de Angola desde 1975.
  • Cabo Verde - colonização (1462-1495); domínio das colónias reais (1495-1587); colónia real (1587-1951); província ultramarina (1951-1974); república autónoma (1974-1975). Independência em 1975.
  • Ceilão - colónia (1597-1658). Os holandeses apoderaram-se do seu controlo em 1656, Jaffna usurpada em 1658.
  • Cisplatina - colónia (1715-1822) Restituida a Portugal em 1715 pelo Tratado de Utrecht, Capitania do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves em 1817, aderiu como província ao Império do Brasil em 1822 e tornou-se independente em 1827 com o nome de Uruguai.
  • Costa do Ouro Portuguesa - (1482-1642), cedida à Costa do Ouro Holandesa em 1642

DEditar

FEditar

GEditar

  • Guiana Francesa - ocupação (1809-1817). Restituída à França em 1817.
  • Guiné Portuguesa (actual Guiné-Bissau) - colónia (1879-1951); província ultramarina (1951-1974). Independência unilateral declarada em 1973, reconhecida por Portugal em 1974.
    • Cacheu - capitania (1640-1879). União com Bissau em 1879.
    • Bissau - colonização sob Cacheu (1687-1696); capitania (1696-1707); abandonada (1707-1753); colónia separada de Cabo Verde (1753-1879). União com Cacheu em 1879.

IEditar

  • Índia Portuguesa - província ultramarina (1946-1962). Anexada à Índia em 1961 e reconhecida por Portugal em 1974.
    • Baçaim - possessão (1535-1739)
    • Bombaim (também chamada de "Mumbai") - possessão (1534-1661)
    • Calecute - posto fortificado (1512-1525)
    • Cananor - possessão (1502-1663)
    • Chaul - possesão (1521-1740)
    • Chittagong (1528-1666)
    • Cochim - possessão (1500–1663)
    • Coulão (1502-1661)
    • Cranganor - possessão (1536-1662)
    • Damão - aquisição em 1559. União com a província ultramarina em 1946, Anexada à província ultramarina em 1946, Anexada à Índia em 1961 e reconhecida por Portugal em 1974.
    • Dadrá e Nagar-Aveli - aquisições em 1779. Ocupadas pela Índia em 1954.
    • Diu - oferecida em 1535 como recompensa por ajuda militar ao sultão do Gujarat. União com a província ultramarina em 1946, Anexada à província ultramarina em 1946, Anexada à Índia em 1961 e reconhecida por Portugal em 1974
    • Goa - colónia (1510-1946). Tornou-se parte de província ultramarina em 1946, Anexada à Índia em 1961 e reconhecida por Portugal em 1974.
    • Hughli (1579-1632)
    • Kalyan (??-??)
    • Mangalore (1568-1659)
    • Masulipatão (1598-1610)
    • Nagapattinam (1507-1657)
    • Paliacate (1518-1619)
    • Salsette (1534-1737)
    • São Tomé de Meliapore - colonização (1523-1662; 1687-1749)
    • Surate (1540-1612)
    • Thoothukudi (1548-1658)
  • Indonésia (enclaves) Possesões portuguesas entre os séculos XVI-XIX.
    • Bante - Feitoria portuguesa (Século XVI-XVIII)
    • Flores - Possesão portuguesa (século XVI-XIX)
    • Macassar - Feitoria portuguesa (Século XVI-XVII)

LEditar

MEditar

  • Macau - estabelecimento (1553-1557), território cedido por China subordinado a Goa (1557-1844); província ultramarina conjunta com Timor-Leste (1844-1883); província ultramarina conjunta com Timor-Leste em relação a Goa (1883-1896); província ultramarina em relação a Goa (1896-1951); província ultramarina (1951-1976); território chinês sob administração portuguesa (1976-1999). Restituída à República Popular da China como região administrativa especial em 1999.
  • Madeira - possessão (1418-1420); colónia (1420-1580); colónia real (1580-1834); distrito (1834-1976). Declarada região autónoma em 1976.
  • Malaca - conquistada (1511-1641); perdida para os holandeses.
  • Maldivas - ocupação (1558-1573)
  • Marrocos (enclaves):
  • Mascate (Omã) - possesão portuguesa subordinada ao Vice-Reino de Goa (1500-1650).
  • Melinde - Feitoria portuguesa (1500-1630).
  • Moçambique - possessão (1498-1501); subordinada a Goa (1501-1569); capitania-geral (1569-1609); colónia subordinada a Goa (1609-1752); colónia (1752-1951); província ultramarina (1951-1971); estado (1971-1974); governo de transição integrando representantes de Portugal e da Frelimo (1974-1975). Independência em 1975.
  • Molucas
    • Amboina - colonização (1576-1605)
    • Ternate - colonização (1522-1575)
    • Tidore - colónia (1578-1605). Pilhada pelos holandeses em 1605.
  • Mombaça (Quénia) - ocupação (1593-1638); colónia subordinada a Goa (1638-1698; 1728-1729). Sob a soberania do Omã desde 1729.

NEditar

OEditar

QEditar

SEditar

TEditar

  • Timor-Leste - colónia subordinada à Índia Portuguesa (1642-1844); subordinada a Macau (1844-1896); colónia separada (1896-1951); província ultramarina (1951-1975); reconhecimento da ONU como território não autónomo sob administração portuguesa (1960); república e proclamada independência unilateral, anexada à Indonésia (1975-1999), como província de Timor Timur. Administração da ONU de 1999 até à Independência em 2002.
  • Tanganica (Actual Tanzânia) - Estabelecimentos portugueses estabelecidos no litoral (1500-1630).

ZEditar

  • Zanzibar - possessão (1503-1698). Tornou-se parte de Omã em 1698.
  • Ziguinchor (1645-1888). Cedido aos franceses em 1888.