Lista do Património Mundial em perigo

artigo de lista da Wikimedia

A A Lista do Patrimônio Mundial em Perigo é compilada e mantida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) através do Comitê do Patrimônio Mundial com base no Artigo 11.4 da Convenção para a Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural, estabelecida em 1972 com a finalidade de reconhecer e administrar os sítios do Patrimônio Mundial.[1] A lista do Patrimônio Mundial em Perigo tem como finalidade assinalar sítios do Patrimônio Mundial que se encontram severamente degradados, ameaçados, desprotegidos e vulneráveis, por variados aspectos, situações, motivos e consequências, tanto por ação humana e/ou natural.[2] A inclusão de um sítio nesta lista estrita visa conclamar a atenção de autoridades internacionais sobre a integridade e conservação dos respectivos locais e encorajar medidas de restauro e preservação.[3]

Região Natural e Histórico-Cultural de Kotor, primeiro sítio incluído na lista (em 1979). E Golfo da Califórnia, sítio mais recente incluído na lista (em 2018).

Os sítios de interesse Natural podem ser incluídos na lista mediante redução das populações endêmicas ou demais espécies de inestimado valor científico e cultural ou deterioração da paisagem natural ou valor científico de uma propriedade causados por atividades humanas irregulares como caça furtiva, poluição, assentamentos ilegais, atividades mineradoras e agropecuárias e obras públicas de grande impacto ambiental. Os sítios de interesse Cultural podem ser incluídos na lista por degradação material de sua estrutura, ornamentação, incoerência arquitetônica e perda de autenticidade histórica ou significado cultural. Danos potenciais para sítios de interesse Cultural ou Natural costumam ser causados por projetos de obras, conflitos armados, ineficiência da administração local ou modificações na condição protetiva das propriedades listadas. No caso de sítios de interesse Cultural, mudanças graduais ocasionadas por geologia, mudanças climáticas ou meio ambiente também podem ser consideradas riscos potenciais.[4]

A UNESCO reconhece um total de 1.121 sítios do Patrimônio Mundial localizados em 167 países distintos, dos quais 53 sítios (17 naturais e 36 culturais) estão também listados como Patrimônio Mundial em Perigo. Dos sítios em perigo, 21 estão localizados nos Estados Árabes (sendo 6 deles na Síria e 5 na Líbia); 16 estão localizados na África (sendo 5 deles na República Democrática do Congo); 6 estão localizados na América Latina e Caribe; 6 deles estão localizados na Ásia e Pacífico e 4 deles estão localizados na América do Norte e Europa.[3]

Patrimônio Mundial em PerigoEditar

A UNESCO classifica os seguintes sítios do Patrimônio Mundial como Patrimônio Mundial em Perigo:

Sítio Ano Causa(s) Ref.
  Cidade Antiga de Jerusalém e seus Muros
Jerusalém, Território não especificado
1982 Desenvolvimento urbano descontrolado, deterioramento generalizado do estado de conservação devido ao terrorismo e baixa manutenção. [5][6][7]
  Parque Nacional de Garamba
Orientale,   R. D. Congo
1984–1992; 1996 Redução da população de Rinocerontes-brancos sem nenhuma medida corretiva pelas autoridades locais. [8]
  Zona Arqueológica de Chan Chan
La Libertad,   Peru
1986 Erosão natural [9]
  Reserva natural de Aïr e do Ténéré
Arlit,   Níger
1992 Conflitos militares e insurgência civil na região; redução da população selvagem nativa e degradação da vegetação local.
  Reserva da Natureza do Monte Nimba
Lola,   Costa do Marfim/  Guiné
1992 Concessão da exploração mineral em parte do território do sítio e grande fluxo de refugiados na porção guineana do sítio.
  Parque Nacional de Everglades
Flórida,   Estados Unidos
1993-2007; 2010 Danos causados pelo Furacão Andrew e deterioramento do fluxo e qualidade da água devido ao desenvolvimento urbano e agrícola; degradação prolongada do sítio resultando em perda de vida marinha e declínio de espécies marinhas.
  Parque Nacional de Virunga
Kivu/Orientale,   R. D. Congo
1994 Desmatamento e caça furtiva resultante do influxo de refugiados da Guerra Civil na República do Congo.
  Reserva da Biosfera de Río Plátano
La Mosquitia,   Honduras
1996-2007; 2011 Loteamento, pesca predatória e ocupação da terra; caça furtiva e redução da administração estatal sobre o sítio; violação da lei local e presença de narcotráfico.
  Parque nacional de Kahuzi-Biega
Kivu,   República Democrática do Congo
1997 Desmatamento e caça furtiva.
  Parque Nacional de Manovo-Gounda St. Floris
Bamingui-Bangoran,   República Centro-Africana
1997 Desmatamento e caça ilegal.
  Reserva de fauna dos ocapis
Orientale,   República Democrática do Congo
1997 Caça ilegal e predatória dos elefantes, desvio das instalações do sítio e ocorrência de conflito armado na região.
  Parque nacional de Salonga
Équateur,   República Democrática do Congo
1999 Quebra da ordem civil local.
  Cidade Histórica de Zabid
Al Hudaydah,   Iêmen
2000 Degradação dos prédios históricos listados no sítio.
  Abu Mena
Abusir,   Egito
2001 Desabamentos na área causados por grande acúmulo de argila no solo, que se torna semi-líquido devido ao "excesso de água".
  Minarete e Ruínas Arqueológicas de Jam
Ghōr,   Afeganistão
2002 Degradação de elementos abrangidos pelo sítio; pouca ou nenhuma medida de conservação pelas autoridades locais.
  Ashur
Salah ad Din,   Iraque
2003 Proposta de um reservatório colocando o sítio em potencial inundação; ausência de medidas de conservação pelas autoridades locais.
  Paisagem cultural e vestígios arqueológicos do Vale de Bamiyán
Bamiã,   Afeganistão
2003 Estado de conservação insuficiente devido ao abandono, ação militar e explosões de dinamite; causando riscos de destruição dos elementos abrangidos pelo sítio, deterioração de murais nas grutas, saques e escavações ilícitas. Destruição das estátuas incentivada pelo Taliban por questões ideológicas.
  Coro e Seu Porto
Falcón,   Venezuela
2005 Danos diversos a elementos abrangidos pelo sítio devido a fortes chuvas entre novembro de 2004 e fevereiro de 2005; novas construções dentro da área demarcada do sítio.
  Monumentos Medievais do Kosovo
  Kosovo
2006 Ausência de manutenção pelas autoridades locais; local em disputa política.
  Parque Nacional de Niokolo-Koba
Tambacounda,   Senegal
2007 Degradação da propriedade, redução da população de mamíferos, dificuldade de manutenção e preservação pelas autoridades locais e proposta de construção de uma represa no rio Gâmbia.
  Cidade Arqueológica de Samarra
Salah ad Din,   Iraque
2007 Dificuldade de manutenção e preservação pelas autoridades locais; ocorrência de conflitos armados resultantes da Guerra do Iraque.
  Floresta Tropical Húmida de Atsinanana
  Madagáscar
2010 Extração ilegal de madeira e caça de lêmures em extinção.
  Túmulos dos Reis do Buganda em Kasubi
Kampala,   Uganda
2010 Destruição do Muzibu Azaala Mpanga, o edifício principal do sítio, por incêndio em março de 2010.
  Património das florestas tropicais ombrófilas de Sumatra
Sumatra,   Indonésia
2011 Caça furtiva, extração ilegal de madeira, invasão agrícola e planos para construir estradas através do local.
  Fortificações do lado caribenho do Panamá: Portobelo-San Lorenzo
Colón,   Panamá
2012 Desenvolvimento urbano descontrolado e dificuldade de manutenção pelas autoridades locais.
  Cidade Mercantil Marítima de Liverpool
Liverpool,   Reino Unido
2012 Proposta de reforma dos prédios históricos das docas de Liverpool.
  Timbuktu
Timbuktu,   Mali
2012 Ameaça de destruição por parte de grupos islâmicos, como a Al-Qaeda no Magrebe Islâmico, Ansar Dine e Boko Haram. Degradação proposital e saqueamento de edifícios históricos que compõem o sítio.
  Túmulo de Ásquia
Gao,   Mali
2012 Ameaça de destruição por parte de grupos islâmicos, como a Al-Qaeda no Magrebe Islâmico, Ansar Dine e Boko Haram. Degradação proposital e saqueamento de edifícios históricos que compõem o sítio.
  Cidade Antiga de Alepo
Alepo,   Síria
2013 Danos aos elementos inscritos no sítio causados por bombardeios, saques e ataques terroristas em decorrência da Guerra Civil Síria; Relatos de danos e destruição causados por grupos extremistas em conflitos com o governo.
  Cidade Antiga de Bostra
Daraa,   Síria
2013 Danos aos elementos inscritos no sítio causados por bombardeios, saques e ataques terroristas em decorrência da Guerra Civil Síria; Relatos de danos e destruição causados por grupos extremistas em conflitos com o governo.
  Cidade Antiga de Damasco
Damasco,   Síria
2013 Danos aos elementos inscritos no sítio causados por bombardeios, saques e ataques terroristas em decorrência da Guerra Civil Síria; Relatos de danos e destruição causados por grupos extremistas em conflitos com o governo.
  Cidades Antigas do Norte da Síria
  Síria
2013 Danos aos elementos inscritos no sítio causados por bombardeios, saques e ataques terroristas em decorrência da Guerra Civil Síria; Relatos de danos e destruição causados por grupos extremistas em conflitos com o governo.
  Fortaleza dos Cavaleiros
Homs e Latakia,   Síria
2013 Danos aos elementos inscritos no sítio causados por bombardeios, saques e ataques terroristas em decorrência da Guerra Civil Síria; Relatos de danos e destruição causados por grupos extremistas em conflitos com o governo.
  Palmira
Homs,   Síria
2013 Danos aos elementos inscritos no sítio causados por bombardeios, saques e ataques terroristas em decorrência da Guerra Civil Síria; Relatos de danos e destruição causados por grupos extremistas em conflitos com o governo.
  Rennell Oriental'
Rennell e Bellona,   Ilhas Salomão
2013 Danos no local causados por ocupação humana indevida que afetam o ecossistema.
  Cidade de Potosí'
Potosí,   Bolívia
2014 A mineração contínua causa erosão e instabilidade no solo da montanha, ocasionando desabamentos; Declarado planejamento de intensificação da atividade mineira na área pela Corporação Boliviana de Mineração.
  Palestina: Terra de Oliveiras e Vinhas – Paisagem Cultural de Jerusalém do Sul, Battir'
Battir,   Palestina
2014 A conclusão do Muro da Cisjordânia "pode causar separação entre os fazendeiros palestinos e as fazendas cultivadas por estes grupos há séculos".
  Ruínas de Quilua Quisiuani e Songo Mnara'
Pwani, Mtwara e Ruvuma, Predefinição:TNZ
2014 Exploração de recursos minerais e anunciados projetos de infraestrutura na área compreendida pelo sítio.
  Hatra'
Nínive,   Iraque
2015 Danos causados pela atuação descontrolada de grupos armados.
  Cidade Antiga de Sana'a'
Sana'a,   Iêmen
2015 Danos causados por conflitos armados resultantes da Guerra Civil Iemenita.
  Antiga Cidade Murada de Shibam'
Hadhramaut,   Iêmen
2015 Ameaça potencial de conflitos armados na região, ameaçando a integridade do sítio. Dificuldades de manutenção do sítio já relatadas pelo governo local.
  Sítio Arqueológico de Cirene'
Jebel Akhdar,   Líbia
2016 Danos causados por conflitos armados resultantes da Guerra Civil Líbia.
  Sítio arqueológico de Leptis Magna'
Khoms,   Líbia
2016 Danos causados por conflitos armados resultantes da Guerra Civil Líbia.
  Sítio arqueológico de Sabratha'
Sabratha,   Líbia
2016 Danos causados por conflitos armados resultantes da Guerra Civil Líbia.
  Antiga Cidade de Gadamés'
Gadamés,   Líbia
2016 Danos causados por conflitos armados resultantes da Guerra Civil Líbia.
  Antigas Cidades de Djenné'
Djenné,   Mali
2016 Danos causados por urbanização intensa da área do sítio.
  Centro Histórico de Shakhrisyabz'
Qashqadaryo,   Uzbequistão
2016 Destruição prolongada de edifícios históricos que compõem o sítio.
  Nan Madol'
Temwen,   Micronésia
2016 Exploração dos recursos aquíferos que ocasionam a deterioração do solo e eventuais erosões.
  Centro Histórico de Viena'
Viena,   Áustria
2017 Propostas de novas construções dentro da área demarcada pelo sítio.
  Parques Nacionais do Lago Turkana'
  Quênia
2018 Impacto no ecossistema local causado pela construção da Represa Gilgel Gibe III.

Sítios em perigo por paísEditar

 
Localização dos sítios do Patrimônio Mundial em Perigo. Quantidade de sítios é indicada pela cor:
  6 ou mais sítios
  5 sítios
  4 sítios
  3 sítios
  2 sítios
  1 sítio

Dos 1.121 sítios do Patrimônio Mundial localizados em 167 países ao redor do globo, 53 sítios são classificados pela UNESCO como Patrimônio Mundial em Perigo. Com base no Geoesquema das Nações Unidas, 27 sítios em perigo estão localizados na região Ásia e Pacífico; 16 na África; 6 sítios na região América do Sul e Caribe e 4 sítios em perigo estão localizados na região Europa e América do Norte. A grande maioria dos sítios de interesse Natural em perigo estão localizados no continente africano, enquanto a maioria dos sítios de interesse Cultural em perigo estão localizados na Ásia (mais especificamente nos Estados Árabes).

País Sítios em Perigo Primeira inclusão Última inclusão
  Síria 6 2013 2013
  Líbia 5 2016 2016
  R. D. Congo 5 1984 1999
  Iêmen 3 2000 2015
  Iraque 3 2003 2015
  Mali 3 1990 2016
  Afeganistão 2 2002 2003
  Palestina 2 2014 2017
  Áustria 1 2017
  Bolívia 1 2014
  Costa do Marfim 1 1992
  Egito 1 2001
  Estados Unidos 1 1993
  Honduras 1 1996
  Indonésia 1 2011
  Ilhas Salomão 1 2013
  Kosovo 1 2006
  Madagáscar 1 2010
  México 1 2019
  Micronésia 1 2016
  Níger 1 1992
  Panamá 1 2012
  Peru 1 1986
  Quênia 1 2018
  Reino Unido 1 2012
  República Centro-Africana 1 1997
  Senegal 1 2007
  Uganda 1 2010
  Uzbequistão 1 2016
* 1 1982

Referências

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar