Abrir menu principal
Par de figuras de dous homens da época Han a jogar liubo.

Liubo (chinês: 六博, pinyin: liù bóWade-Giles: liu po, literalmente ‘seis sticks’) é um antigo jogo de mesa chinês jogado por dous jogadores.[1][2] Acredita-se[1] que cada jogador tinha seis peças que eram mexidas arredor dos pontos do tabuleiro do jogo que tinham um padrão diferente e simétrico.[2] Os movimentos eram determinados atirando seis sticks, os quais tinham a mesma função que o dado noutros jogos.[2]

O jogo foi inventado antes da primeira metade do primeiro milénio antes de Cristo e foi extremamente popular durante a dinastia Han (202 a.C. – 220).[3][4] Porém, depois da dinastia Han perdeu muita popularidade, possivelmente devido ao auge da fama do Go e eventualmente tornou-se quase esquecido. O conhecimento acerca do jogo tem aumentado nos últimos anos pelos achados arqueológicos dos tabuleiros de Liubo e do equipamento do jogo em túmulos antigos, mas também de descobertas de pinturas em pedra da dinastia Han mostrando jogadores de Liubo.[5] Pensa-se que o povo durante a época Han relacionava este jogo com os imortais.[6][7]

Mural dum túmulo da dinasti Han em Luoyang, Henan; mostrando dous jogadores de Liubo, o jogador da direita tem a sua mão direita levantada como se fosse lançar os seis sticks.

Índice

Liubo e o confucionismoEditar

O Confúcio nos seus Analectos diz que jogar Liubo e Go é melhor que ficar sem fazer nada,[8] de acordo com os Kongzi Jiayu (Provérbios familiares de Confúcio) ele afirma que ele não jogaria o jogo porque este promovia maus hábitos.[9]

ChupuEditar

Uma variante do Liubo na qual os dados eram usados para fazer os movimentos era chamada Chupu (樗蒲)[10] ou Wumu (五木). Na Coreia o jogo tradicional do jeopo (저포) ainda é jogado, ainda que o tabuleiro não é similar ao tabuleiro do Liubo.[11]

A variant of Liubo in which dice were used to make the moves was called Chupu (樗蒲) or Wumu (五木). In Korea the traditional game of jeopo 저포 (Predefinição:Hanja) is still played, on a board that is not similar to a Liubo board.

Relação com outros jogosEditar

Têm havido tentativas para relacionar o Liubo com outros jogos de mesa e, particularmente alguns estudiosos chineses acreditam que o Xiangqi (xadrez chinês) estava basado no Liubo. Alguns historiadores dos jogos chineses acham que o Xiangqi não estão relacionado com o xadrez occidental mas basado no Liubo, enquanto outros têm sugerido que o Liubo foi levado da China para a Índia no Jin de Leste (317–420), onde tornou-se no Chaturanga, o qual foi o predecessor do xadrez chinês e do occidental.[12] Embora muitos historiadores dos jogos occidentais rejeitam a hipótese do Xiangqi ou outras variantes do xadrez vierem do Liubo,[13] Jean-Louis Cazaux argumenta que o Liubo poderia ter-se tornado de jogo de corridas a jogo de batalha e poderia ter derivado no xadrez chinês.[14]

Referências

  1. a b Carlisle, Rodney P. (2 de abril de 2009). Encyclopedia of Play in Today's Society (em inglês). [S.l.]: SAGE. ISBN 9781412966702 
  2. a b c SK, Lim (11 de outubro de 2013). Origins of Chinese Sports (em inglês). [S.l.]: Asiapac Books Pte Ltd. ISBN 9789813170360 
  3. Lam, Desmond (25 de julho de 2014). Chopsticks and Gambling (em inglês). [S.l.]: Transaction Publishers. ISBN 9781412854412 
  4. China Archaeology & Art Digest (em inglês). [S.l.]: Art Text (HK) Ltd. 1 de janeiro de 2002 
  5. Liu-Perkins, Christine (8 de abril de 2014). At Home in Her Tomb: Lady Dai and the Ancient Chinese Treasures of Mawangdui (em inglês). [S.l.]: Charlesbridge. ISBN 9781607347255 
  6. Tseng, Lillian Lan-ying (25 de julho de 2011). PICTURING HEAVEN IN EARLY CHINA (em inglês). [S.l.]: Harvard University Press. ISBN 9780674060692 
  7. Handler, Sarah (30 de outubro de 2001). Austere Luminosity of Chinese Classical Furniture (em inglês). [S.l.]: University of California Press. ISBN 9780520214842 
  8. Confucius (30 de setembro de 2014). The Analects (em inglês). [S.l.]: Penguin. ISBN 9780698153516 
  9. «British Missionary A.B.Hutchinson and His Translation on The family Sayings of Confucius--《Qilu Journal》2013年02期». en.cnki.com.cn. Consultado em 22 de novembro de 2016 
  10. «色子的五木、投瓊和彩戰等». Consultado em 22 de novembro de 2016. Arquivado do original em 15 de julho de 2011 
  11. «[전통놀이] 저포놀이» [[Traditional Games] Play Jeopo]. 20 de maio de 2011. Consultado em 30 de setembro de 2011 
  12. «Liubo – the Ancestor of Board Games». Cultural China. Consultado em 22 de novembro de 2016. Arquivado do original em 8 de julho de 2011. According to the research of modern board game historians, liubo is actually the ancestor of all battle board games of the world today, such as Chinese chess, chess etc. These games all evolve from liubo. 
  13. Banaschak. «A story well told is not necessarily true – being a critical assessment of David H. Li's "The Genealogy of Chess"». Consultado em 22 de novembro de 2016 
  14. Cazaux (2001). «Is Chess a Hybrid Game ?» (PDF). pp. 5–8. Consultado em 22 de novembro de 2016. Arquivado do original (PDF) em 16 de Dezembro de 2007. My idea, very speculative I must confess, is that someone could have turned this race game into a confrontation game opposing in each side the 6 stones as Soldiers, with a notion of promotion during the course of the game, and 10 fishes as Officers. ... Also, to divide the two sides on a battlefield, the best was probably to convert the central water into a river in the middle. 
  Este artigo sobre jogos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.