Abrir menu principal
Íslendingabók
O Livro dos Islandeses (PT)
Autor(es) Ari, o Sábio
País  Islândia
Assunto História da Islândia de 870 a 1120
Linha temporal século XII
Localização espacial Islândia

Íslendingabók, Libellus Islandorum ou O Livro dos Islandeses é um trabalho histórico tratando dos primórdios da história islandesa, do século IX ao XII, assim como da introdução do cristianismo na ilha, da colonização da Groenlândia e da descoberta da Vinlândia, no continente americano. O autor foi um padre islandês, Ari, o Sábio, trabalhando no começo do século XII.[1][2][3]

O trabalho existia originalmente em duas versões diferentes, mas somente a mais recente chegou aos dias atuais. A mais antiga continha informações sobre os reis da Noruega, que foram usadas posteriormente por escritores das sagas dos reis.[4] Está guardado no Instituto Árni Magnússon em Reiquiavique na Islândia.[5]

Índice

Ver tambémEditar

Referências

  1. Persson, Ingvar (2007). «De gamla manuskripten». Island: Naturen-Historien-Nutiden (em sueco). Slöinge: Delta Progress. p. 113-114. 125 páginas. ISBN 978-91-633-0965-6 
  2. «Iceland - History» (em inglês). Smithsonian - National Museum of Natural History 
  3. Cardoso, CF (2012). «A Interpretação Da Cosmogonia Religiosa Com a História Entre Os Escandinavos» (PDF). NEARCO – Revista Eletrônica de Antiguidade (1). p. 24-25. ISSN 1982-8713. Consultado em 13 de fevereiro de 2019 
  4. Tor Ragnar Weidling. «Are Frode» (em norueguês). Store Norske Leksikon - Grande Enciclopédia Norueguesa 
  5. «AM 113 a fol. - Íslendingabók; Iceland, 1651» (em inglês). Stofnun Árna Magnússonar í íslenskum fræðum 

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar