Liz Phair (álbum)

Liz Phair
Álbum de estúdio de Liz Phair
Lançamento 24 de Junho De 2003
Gravação 1993/1994
Gênero(s) Pop/Rock
Duração 50:14
Gravadora(s) Capitol Records
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Liz Phair
Whitechocolatespaceegg
(1998)
Somebody's Miracle
(2005)

Liz Phair é o nome do 4º disco da cantora norte-americana Liz Phair realizado 10 anos após seu aclamadíssimo álbum Exile In Guyville, e, 5 anos após seu antecessor Whitechocolatespaceegg. O CD marca a estréia de Phair na Capitol Records. O 1º single do disco: "Why Can't I", se tornou um hit, e emplacou em várias trilhas sonoras, incluído a do filme De Repente 30. Fãs notaram que Liz estava fazendo um estilo diferente na faixa, que consequentemente acabou sendo o caminho que ela escolheu no desenvolvimento do projeto. Por ter um estilo atual e seu single de estreia ter sido um hit na Billboard Hot 100, as expectativas foram altas, mas, o resultado final foram vendas próximas das de trabalhos anteriores, que eram menos comerciais.

Ao ser lançado o CD foi massacrado pela crítica americana. The New York Times apelidou o projeto de "Exile In Avril-ville" e acusou Liz de ter acabado com sua carreira, Pitchfork Media deu uma avaliação negativa, sendo um dos 10 piores álbuns já avaliados pelo site. Slant Magazine & Robert Christgau aprovaram a mudança, e até citaram o trabalho como um dos melhores do ano. Rolling Stone & Allmusic disseram que o disco em si não era ruim, o problema era a mudança repentina de estilo, uma produção exagerada, onde Phair chegava a forçar sua voz em várias músicas, e ambos concluiram que Liz estava Mainstream e apenas restavam aos seus fãs colocarem suas músicas em alta rotação nas rádios. Isso não ocorreu, o 2º Single: "Extraordinary" não repetiu o mesmo sucesso que seu anterior, apesar de ser a música mais bem recebida pela crítica americana.

Poucos meses após seu lançamento, Liz Phair não se encontrava mais na Billboard 200, chegou na posição pico de nº 27 (A maior de sua carreira, ao lado de Whip-Smart) e vendeu mais de 430 000.

Uma faixa chamada "Insanity" foi realizada exclusivamente na iTunes Music Store, com reação positiva de fãs e simpatizantes.

FaixasEditar

Número Nome Tempo
01. Extraordinary 3:25
02. Red Light Fever 4:52
03. Why Can't I 3:28
04. It's Sweet 2:55
05. Rock Me 3:21
06. Take A Look 3:29
07. Little Digger 3:36
08. Firewalker 4:29
09. Favorite 3:24
10. Love/Hate 3:43
11. H.W.C. (Hot White Cum)1 2:56
12. My Bionic Eyes 3:52
13. Friend Of Mine 3:44
14. Good Love Never Dies 3:00

1 "H.W.C." (Hot White Cum), foi bastante comparada com "Flower", a 14ª faixa de Exile In Guyville, devido ao seu conteúdo. Em seu review, All Music Guide diz que não queria compara-las, mas essa música, para ele, parecia que Phair implorava por uma. The New York Times a chamou de "Flower Do Século XXI".

Charts (Album)Editar

Ano Chart Posição
2003 The Billboard 200 27
2003 Top Internet Albums 27

SinglesEditar

Why Can't I ?Editar

Ano Chart Posição
2003 The Billboard Hot 100 32
2003 Top 40 Tracks 10
2003 Adult Top 40 7
2003 Hot Digital Tracks 20

ExtraordinaryEditar

Ano Chart Posição
2003 Billboard Bubbling Under The Hot 100 Singles 7
2003 Top 40 Tracks 28
2003 Adult Top 40 14