Lorenzo Da Ponte

Lorenzo Da Ponte, nascido Emmanuele Conegliano (Ceneda, 10 de março de 1749Nova Iorque, 17 de agosto de 1838) foi um libretista da Itália, um dos mais célebres e influentes da história da ópera.

Lorenzo Da Ponte
Nascimento 10 de março de 1749
Ceneda
Morte 17 de agosto de 1838 (89 anos)
Nova Iorque
Nacionalidade italiano
Ocupação Libretista

De origem judaica, converteu-se ao catolicismo aos 14 anos, tendo sido batizado pelo bispo de Ceneda, Lorenzo Da Ponto, de quem se tornou-se então homônimo.

Antes do poeta italiano colaborar com Wolfgang Amadeus Mozart, os seus libretos já tinham sido musicados por Niccolò Jommelli, Christoph Willibald Gluck, Johann Adolph Hasse e Domenico Cimarosa. O mais célebre dos seus libretos, Artaserse, havia sido convertido em ópera em mais de cem ocasiões. Da Ponte, vinha, pois, pré cedido de uma fama que tinha ultrapassado as fronteiras italianas. Chegou a Viena fugido de Veneza, cidade na qual se tinha visto envolvido num grande escândalo.

Encontrou-se com Mozart pela primeira vez no palácio do barão Raimond Wetzlar van Plankestern. Com um grande tato, o artista aproveitou a situação para propor ao compositor um projeto entre os dois. Assim surgiu o libreto da ópera Le nozze di Figaro (1786). As outras duas óperas resultantes de colaboração deles são Don Giovanni (1787) e Così fan tutte (1790). O libretista morreu em Nova Iorque em 1838.