Abrir menu principal
Luís da Câmara Leme
Nascimento 26 de março de 1819
Funchal
Morte 26 de janeiro de 1904 (84 anos)
Lisboa
Cidadania Portugal
Ocupação escritor, militar, político
Prêmios Comendador da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa

D. Luís da Câmara Leme CvTEComCGCAMOBSComSEGOSEMOCEComNSC (Funchal, 26 de Março de 1819Lisboa, 26 de Janeiro de 1904) foi um militar, político, escritor e intelectual português.

Índice

FamíliaEditar

Filho de João Frederico da Câmara Leme Homem de Sousa, sobrinho materno do 1.º Conde do Carvalhal, e de sua mulher e prima em segundo grau Maria Carolina Correia Henriques de Noronha, filha do 1.º Visconde da Torre Bela, neta materna do 1.º Visconde com Grandeza de Balsemão e prima-sobrinha do 1.º Conde do Carvalhal.[1][2]

BiografiaEditar

General de Divisão oriundo do Corpo do Estado-Maior, Deputado da Nação em várias Legislaturas, Par do Reino, Ministro de Estado e Secretário de Estado dos Negócios da Marinha e Ultramar, e Conselheiro de Sua Majestade Fidelíssima, Moço Fidalgo da Casa Real com exercício no Paço, Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis, Grã-Cruz da Ordem de Isabel a Católica de Espanha, Grã-Cruz da Ordem de Carlos III de Espanha, Comendador da Ordem Militar de Cristo, Comendador da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, Comendador da Ordem dos Santos Maurício e Lázaro de Itália, Comendador e Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada, Oficial e Grande-Oficial da Legião de Honra de França, Oficial da Ordem de Leopoldo I da Bélgica, Cruz de 2.ª Classe da Ordem do Mérito Militar de Espanha, Cavaleiro da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, condecorado com a Medalha de Ouro de Bons Serviços e com a Medalha de Ouro de Comportamento Exemplar, etc.[1][2]

Foi Sócio Correspondente da Academia Real das Ciências de Lisboa e da Sociedade Literária Almeida Garrett. Foi amante da actriz Emília das Neves.

Faleceu aos 84 anos, sendo sepultado no Alto de São João, com todas as honras merecidas.

Obra publicada[3]Editar

Muito versado em assuntos militares, escreveu:

  • Elementos de Arte Militar (4 partes), 1862-1864;
  • Relatório Apresentado a Sua Excelência o Ministro da Guerra em Desempenho de uma Comissão concernente à aquisição das novas Armas Portáteis, 1866;
  • Considerações Geraes àcêrca da Reorganização Militar de Lisboa, 1868;
  • Incompatibilidades Políticas sob o aspecto Histórico, Político e Moral, 1893;
  • Publicou também em 1875, mas sem o seu nome, um volume de 600 páginas: Emília das Neves, Documentos para a sua Biografia, por um dos seus admiradores.

CasamentoEditar

Casou em Lisboa, Mártires, a 5 de Outubro de 1887 com Ana de Albuquerque (São Tomé, Nossa Senhora da Conceição, 1858 - Lisboa, São Mamede, Rua das Amoreiras, 37 - r/c, 7 de Abril de 1924), escritora e artista dramática, filha de Luís Maria do Couto de Albuquerque da Costa, Fidalgo Cavaleiro da Casa Real, Sócio Correspondente da Academia Real das Ciências de Lisboa, Funcionário Público, e de sua mulher Maria Benvinda do Resgate Pereira de Abreu, sem geração.[2][4]

Referências

  1. a b "A Descendência Portuguesa de El-Rei D. João II", Fernando de Castro da Silva Canedo, Fernando Santos e Rodrigo Faria de Castro, 2.ª Edição, Braga, 1993, Vol. II, p. 385
  2. a b c "Anuário da Nobreza de Portugal - 1985", Manuel de Melo Correia, António Luís Cansado de Carvalho de Matos e Silva, António da Costa de Albuquerque de Sousa Lara, 2.º Conde de Guedes, Edição do Instituto Português de Heráldica, 1.ª Edição, Lisboa, 1985, Tomo II, p. 434
  3. "A Descendência Portuguesa de El-Rei D. João II", Fernando de Castro da Silva Canedo, Fernando Santos e Rodrigo Faria de Castro, 2.ª Edição, Braga, 1993, Vol. II, pp. 385 e 386
  4. "A Descendência Portuguesa de El-Rei D. João II", Fernando de Castro da Silva Canedo, Fernando Santos e Rodrigo Faria de Castro, 2.ª Edição, Braga, 1993, Vol. II, p. 386

Ligações externasEditar