Abrir menu principal
Ressurreição de Jesus, um dos eventos de Lucas 24.
Séc. XVI. Por Tintoretto, na Accademia de Veneza.

Lucas 24 é o vigésimo-quarto e último capítulo do Evangelho de Lucas no Novo Testamento da Bíblia. Ele conta os eventos entre o dia da ressurreição de Jesus até sua ascensão[1][2].

Índice

Ressurreição de JesusEditar

 Ver artigo principal: Ressurreição de Jesus

Segundo Lucas, as mulheres que havia preparado os aramos e bálsamos no final do capítulo anterior foram logo cedo ver o corpo de Jesus. Vendo que o túmulo estava aberto, não encontraram o corpo e, perplexas, ao lado delas «dois varões com vestes resplandecentes» (Lucas 24:4) que lhes perguntaram «Por que buscais entre os mortos ao que vive? Ele não está aqui, mas ressuscitou. Lembrai-vos de como ele vos falou, quando estava ainda na Galiléia, dizendo: O Filho do homem deve ser entregue às mãos de pecadores, e ser crucificado e ressuscitar ao terceiro dia.» (Lucas 24:5-7).

As mulheres (Maria Madalena, Joana e Maria, mãe de Tiago) voltaram e contaram aos apóstolos o que viram. Eles não acreditaram nelas, mas Pedro, correu até lá e, vendo nada mais que panos de linho no local, se maravilhou.

A ressurreição, um evento fundamental do cristianismo, aparece em todos os evangelhos canônicos: está em Mateus 28 (28 1:10), Marcos 16 (Marcos 16:1-8) e João 20 (João 20:1-10).

Aparições de JesusEditar

 
Jantar em Emaús, a primeira aparição de Jesus depois da ressurreição.
1910. Relevo em madeira policromada na igreja paroquial de Ortisei (Itália), obra de Josef Welponer-Strëubl.
 
Ascensão de Jesus, o último evento relatado por Lucas.
Séc. XIX. Por Fidelis Schabet (1813–1874), no teto da Stiftskirche em Hechingen, na Alemanha.

Discípulo de EmaúsEditar

 Ver artigos principais: discípulos de Emaús e Jantar em Emaús

Em Lucas 24:28-35, Lucas conta a primeira das aparições de Jesus depois da Ressurreição, para os discípulos de Emaús. Conta a história que dois discípulos seguiam para Emaús quando um estranho se aproximou e perguntou sobre a morte de Jesus na capital. Eles contaram sobre os eventos ocorridos na ressurreição e afirmaram que «já este o terceiro dia depois que estas coisas sucederam.» (Lucas 24:21). Os dois contaram o que ocorreu em seguida, com as mulheres encontrando o túmulo vazio e a pesquisa pessoal dos discípulos homens. Jesus teria então lhes dito:

«Ó néscios, e tardos de coração para crerdes tudo o que os profetas disseram! Porventura não importava que o Cristo padecesse estas coisas e assim entrasse na sua glória? Começando por Moisés e por todos os profetas, explicou-lhes o que dele se achava dito em todas as Escrituras.» (Lucas 24:25-27)

Chegando na aldeia, o grupo de Jesus resolveram parar para pernoitar. Jesus, à mesa no chamado "Jantar em Emaús", pegou o pão, deu graças e partiu-o para distribuí-la. Nesta mesma hora, os dois o reconheceram e ele desapareceu. Ambos então voltaram para Jerusalém e se reuniram aos onze para contar-lhes o que havia acontecido.

Jesus aparece aos discípulosEditar

Depois, Jesus apareceu novamente, desta vez entre seus discípulos, que, atemorizados, acreditaram estar vendo um espírito. Jesus pede-lhes que vejam suas chagas nas mãos e nos pés e afirmou que um espírito não tem carne e ossos como ele tinha. Para provar-lhes que estava ali, Jesus pediu de comer e, tomando um pouco de peixe assado, comeu diante deles (Lucas 24:36-43). Este episódio é similar a um outro em João 20 (João 20:19-23).

Depois de comer, Jesus lhes reafirmou a realização de «...tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, nos profetas e nos salmos (Lucas 24:44):

«Assim está escrito que o Cristo padecesse e ressurgisse dentre os mortos ao terceiro dia e que em seu nome se pregasse arrependimento para remissão de pecados a todas as nações, começando por Jerusalém (Lucas 24:45-46)

Ele afirmou que os discípulos eram suas testemunhas e prometeu enviar de volta o Espírito Santo, que eles deveriam esperar na cidade.

Ascensão de JesusEditar

 Ver artigos principais: Ascensão de Jesus e Grande Comissão

O último episódio narrado no Evangelho de Lucas é a Ascensão de Jesus ao céu. Segundo Lucas, Jesus levou os discípulos até Betânia e os abençoou. Enquanto fazia, "foi elevado ao céu". E esperaram a realização da promessa de Jesus, o Pentecostes, cuja narrativa está no segundo livro dos Atos dos Apóstolos (Atos 2:1-6).

TextoEditar

O texto original deste evangelho foi escrito em grego koiné e alguns dos manuscritos antigos que contém este capítulo, dividido em 53 versículos, são:

Ver tambémEditar


Precedido por:
Lucas 23
Capítulos do Novo Testamento
Evangelho de Lucas
Sucedido por:

João 1

Referências

  1. Halley, Henry H. Halley's Bible Handbook: an abbreviated Bible commentary. 23rd edition. Zondervan Publishing House. 1962. (em inglês)
  2. Holman Illustrated Bible Handbook. Holman Bible Publishers, Nashville, Tennessee. 2012. (em inglês)

BibliografiaEditar