Abrir menu principal
Luciana Paes
Nascimento 08 de novembro de 1980 (39 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileira
Ocupação Atriz e cantora
Atividade 2003–presente

Luciana Paes (São Paulo, 17 de outubro de 1980) é uma atriz e cantora brasileira. Ficou conhecida por participar da telenovela Além do Horizonte interpretando Selma em 2013.

BiografiaEditar

Nascida na cidade de São Paulo, em 1980. É atriz, cantora e preparadora vocal e corporal, formada pela Escola de Arte Dramática da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (EAD/ECA/USP), no curso técnico de interpretação no período entre 2002 e 2006. Fez a conclusão de seu curso superior na disciplina de Comunicação Social pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Em 2004, inicia o treinamento com a linguagem do Palhaço, coordenado por Cristiane Paoli Quito. E em 2006, ingressa no núcleo do Sesi, onde continua trabalho de investigação vocal conduzido por Isabel Setti.[1][2]

CarreiraEditar

Estreou profissionalmente com a peça Gota D'água dirigida por Georgette Fadel e Heron Coelho em 2005.[1] Três anos depois ingressou na Cia Hiato, companhia que faz parte até os dias de hoje, com trabalho de pesquisa da narratividade performativa e os caminhos de integração corpo e voz em cena. Alguns trabalhos da companhia: Cachorro Morto (2008); Escuro (2010)[3] espetáculo pelo qual recebeu a indicação do Prêmio Shell na categoria de Melhor Atriz; Jardim (2011); Ficção (2012) produção em que também foi indicada ao Shell. Todos os espetáculos contaram com a direção de Leonardo Moreira.[1][2]

Na televisão, Fez a primeira novela Fina Estampa como a personagem Fabrícia, uma transexual, 'marida' de aluguel da loja de Griselda.[4][5][6] Já havia feito outros projetos, mas como seu reconhecimento foi grande em 2013 em Além do Horizonte[7][8][9][10] foi chamada para participar do programa Domingão do Faustão sendo participante do quadro Artista Completão.[11][12]. Entre os trabalhos mais recentes na telinha, estão Vade Retro série dirigida por Mauro Mendonça Filho (2017)[13], Me Chama de Bruna com direção de Marcia Farias para o Fox Brasil + (2016) e Aí eu vi vantagem no Multishow (2015).[14]

No cinema, estreou em 2008 com o longa metragem Um para o Outro com direção de Cecilia Engels, que rendeu o Prêmio Kinopheria na categoria de Melhor Atriz. A parceria com a diretora seguiu no longa Apart Horta em 2015. Protagonizou em 2010, o curta A Mão que Afaga com direção de Gabriela Almeida Amaral[15], recebendo o Candango de Melhor Atriz em Festival de Brasília no ano de 2012. Ainda no cinema integrou os elencos dos longas Sinfonia da Necrópole, dirigido por Juliana Rojas[16]; Mãe Só Há Uma com direção de Anna Muylaert[17]; Malasartes e o Duelo com a Morte dirigido por Paulo Morelli[18]; Divórcio com direção de Pedro Amorim e; O Animal Cordial[19] e A Sombra do Pai, ambos dirigidos pela Gabriela Amaral Almeida. Em 2016, recebeu o Kikito de Melhor Atriz pelo curta-metragem Aquele Cinco Segundos, com direção de Felipe Saleme.

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Programa Personagem Nota
2009 Tudo o que É Sólido Pode Derreter Episódio: "Os Lusíadas"
2011 Amor em Quatro Atos[20]
2011 Fina Estampa Fabrícia
2013 Além do Horizonte Ana Selma
2013 Adorável Psicose Mulher Episódio: "Las Histórias Del Bigodón"
2013 Três Teresas Michelle
2014 Domingão do Faustão Participante Quadro: "Artista Completão"
2015 Aí Eu Vi Vantagem Katarina Barroso de Barros
2016 Me Chama De Bruna Mônica
2016–18 3% Cássia
2017 Vade Retro Kika
2018 Desnude Cecília Episódio: "Playtime"
2018 Amigo de Aluguel Sara
2018 Espelho da Vida Lenita Marques[21]
Milena Trindade (Mimi)[22]
2019 Férias em Família Sandra

CinemaEditar

Ano Título Personagem Nota
2009 Um Par a Outro Maíra Curta-metragem
2011 Cão Jeanne[23] Curta-metragem
2011 Onde Está a Felicidade? Atendente da K.Air
2011 A Mão que Afaga Estela Curta-metragem
2012 Serra do Mar Julia[24] Curta-metragem
2013 Novembro Mulher[25] Curta-metragem
2013 Crô: O Filme Ariadne Fontoura[26]
2014 Sinfonia da Necrópole Jaqueline
2015 Apart Horta Cátia
2016 Mãe Só Há Uma Tia Yara
2016 Amor em Sampa Regiane[27]
2016 Aqueles Cinco Segundos Mulher Curta-metragem
2016 Piscina Cláudia Curta-metragem
2017 TOC: Transtornada Obsessiva Compulsiva Ana Juliana[28]
2017 Malasartes e o Duelo com a Morte Tecedeira
2017 O Animal Cordial Sara
2017 Divórcio Sofia[29]
2017 The Fates Inês
2018 A Sombra do Pai Cristina
2018 Uma Quase Dupla Lúcia Braga
2018 Fôlego Moça do caixa

TeatroEditar

Ano Título Personagem
2003 Sobreviventes
2004 Se Eu Fosse Eu[1]
2005 Gota D´agua
2007 Caminhos[1]
2008 Calabar[1]
2008 Opera do Malandro[1]
2008 Love and Blembers[1]
2008–11 Cachorro Morto
2009–11 Escuro
2010 Vila Tarsila Tarsila
2010 Geração SP Cantora
2011 O Jardim[1] Irmã (1979)
2012 Meu Pai é um Homem Pássaro Senhor Mint / Senhor Poop[2]
2012 Ficção
2014 Hamlet ao Molho Picante Rainha Gertrudes[30]
2015–16 Ãrrã Vários personagens[31]
2017 Nu de Botas
2018 Odisseia Calipso

Prêmios e indicaçõesEditar

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado Ref
2003 Prêmio Itau Cultural Adaptação de roteiro Lurdes e as Estrelas Venceu [32]
Prêmio Nascente de teatro Universitário da USP Melhor Atriz Sobreviventes Venceu [32]
2004 Prêmio Festival de Monólogos de Vitória Melhor Atriz Venceu [32]
2010 Festival Cine Mube SP Melhor Atriz de curta-metragem Um Par a Outro Venceu [32]
Mostra de Curtas Kinopheria Melhor Atriz de curta-metragem Venceu [32]
Prêmio Shell Melhor Atriz Escuro Indicado [33]
2012 Festival de Brasília Melhor Atriz de curta-metragem A Mão que Afaga Venceu [32]
2013 Prêmio Shell Melhor Atriz Ficção Indicado [34]
2016 Festival de Cinema de Gramado Melhor Atriz de curta-metragem Aqueles Cinco Segundos Indicado [35]
Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro Melhor Atriz Sinfonia da Necrópole Indicado
2018 Festival de cinema Fantaspoa Melhor Atriz O Animal Cordial Venceu [36]
Festival de Cinema de Brasília Melhor Atriz Coadjuvante A Sombra do Pai Venceu

Referências

  1. a b c d e f g h i "cia. hiato | luciana paes".
  2. a b c «Luciana Paes: É integrante do núcleo criador da Cia. Simples de Teatro.». arteref. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  3. «Folha de S.Paulo - Teatro: Peça "Escuro" encerra temporada no TUSP». Folha Uol. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  4. Gshow. «Fabrícia - Personagens - Fina Estampa». Consultado em 21 de abril de 2014 
  5. Parou Tudo. «Fabrícia revela que é transexual em Fina Estampa». Consultado em 21 de abril de 2014 
  6. Gshow. «Conheça o time de 'maridas' de aluguel da loja de Griselda». Consultado em 21 de abril de 2014 
  7. Teledramaturgia. «Além do Horizonte (elenco) - Teledramaturgia». Consultado em 21 de abril de 2014. Arquivado do original em 19 de outubro de 2013 
  8. Extra. «Luciana Paes celebra primeiro papel em novela em 'Além do horizonte' ao lado de Mariana Xavier». Consultado em 21 de abril de 2014 
  9. Pure People. «Luciana Paes será a cheia de autoestima Ana Selma, em 'Além do horizonte'». Consultado em 21 de abril de 2014 
  10. Gshow. «Ana Selma - Personagens - Além do Horizonte». Consultado em 21 de abril de 2014 
  11. Gshow. «'Adoro dourado', dispara Luciana Paes sobre look para ensaio do 'Completão'». Consultado em 21 de abril de 2014 
  12. Globo.com. «Domingão do Faustão - Luciana Paes arrasa ao som de Elvis Presley». Consultado em 21 de abril de 2014 
  13. «'Vade Retro': conheça os personagens da nova série da Globo». TV - Gshow. 5 de abril de 2017. Consultado em 9 de abril de 2017 
  14. Luciana Paes e Samantha Schmütz são as protagonistas de “Aí eu vi vantagem”
  15. «A Mão que Afaga. Curta-metragem de Gabriela Amaral Almeida com Luciana Paes». Porta Curtas. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  16. «Coveiros cantam e zumbis bailam na comédia 'Sinfonia da Necrópole'». Folha Uol. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  17. «Mãe Só Há Uma». Cenas de Cinemal. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  18. «Malasartes e o Duelo com a Morte - Globo Filmes». Globo Filmes. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  19. «ANIMAL CORDIAL - The Companies of Cinema do Brasil». Cinema do Brasil. Consultado em 26 de setembro de 2018. Arquivado do original em 22 de agosto de 2016 
  20. Cia Hiato. «Atores Luciana Paes». Consultado em 21 de abril de 2014 
  21. Redação (2 de julho de 2018). «Depois de "Vade Retro", Luciana Paes volta às novelas da Globo em "Espelho da Vida".». Portal Online. Consultado em 9 de julho de 2018 
  22. Patrícia Kogut (14 de fevereiro de 2019). «'Espelho da vida': Vera Fischer e Luciana Paes aparecerão no passado». O Globo. Consultado em 14 de fevereiro de 2019 
  23. «Cão. Curta-metragem de Iris Junges com Luciana Paes». Porta Curtas. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  24. «Serra do Mar». Porta Curtas. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  25. «Filme NOVEMBRO». Kinoforum - Festival Internacional de Curtas. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  26. «Filme: Crô - O Filme - CINEVITOR». Cine Vitor. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  27. «Elenco de Amor em Sampa, um filme de Carlos Alberto Riccelli». Adoro Cinema. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  28. «TOC: Transtornada Obsessiva Compulsiva é um filme de direção e roteiro de Paulinho Caruso e Teo Poppovick». Mafalda. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  29. «Divórcio 190: Longa promete colocar Ribeirão no mapa das produções nacionais». R7. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  30. «Hamlet ao Molho Picante - FecomercioSP». FEcomercio. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  31. «Luciana Paes e Thiago Amaral se revezam em vários papéis em 'ãrrã'». Globo Teatro. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  32. a b c d e f «Atriz, cantora e preparadora vocal e corporal Luciana Paes». Cia Hiato. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  33. «Sai a lista do 1º semestre do Prêmio Shell de Teatro de SP». Aplauso Brasil. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  34. «Prêmio Shell de Teatro anuncia indicações do primeiro semestre». Folha Uol. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  35. «Conheça os vencedores do 44º Festival de Cinema de Gramado». Canal Brasil. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  36. Lima, Leandro. «O Animal Cordial | Produtor critica classificação indicativa e preconceito do público com cinema brasileiro». Observatório do Cinema. Consultado em 26 de setembro de 2018