Luka Modrić

futebolista Croata

Luka Modrić (Zadar, 9 de setembro de 1985) é um futebolista croata que atua como meio-campista. Atualmente defende o Real Madrid e a Seleção Croata, joga como um playmaker na função de meia, logo, como um meia-armador, apesar de também já ter sido utilizado como um meia defensivo ou ofensivo em algumas ocasiões. É frequentemente considerado como um dos meias mais talentosos de sua geração e como o melhor futebolista da história da Croácia.[1][2][3]

Luka Modrić
Luka Modrić
Modrić atuando pela Seleção Croata na Copa do Mundo de 2018.
Informações pessoais
Nome completo Luka Modrić
Data de nasc. 9 de setembro de 1985 (34 anos)
Local de nasc. Zadar, Iugoslávia
Nacionalidade croata
Altura 1,72 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Real Madrid
Número 10
Posição meia
Site oficial Instagram oficial
Clubes de juventude
2002–2003 Dinamo Zagreb
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2003–2008
2003–2004
2004–2005
2008–2012
2012–
Dinamo Zagreb
Zrinjski (emp.)
Inter Zaprešić (emp.)
Tottenham
Real Madrid
0128 000(33)
0022 0000(8)
0018 0000(4)
0159 000(17)
0338 000(22)
Seleção nacional3
2001
2001
2003
2003–2004
2004–2005
2006–
Croácia Sub-15
Croácia Sub-17
Croácia Sub-18
Croácia Sub-19
Croácia Sub-21
Croácia
0002 0000(0)
0002 0000(0)
0007 0000(0)
0011 0000(1)
0015 0000(2)
0127 000(16)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 2 de julho de 2020.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 16 de novembro de 2019.

O auge de sua carreira veio após sua transferência ao Real Madrid no verão de 2012, ele se tornou uma peça chave do clube na conquista de importantes títulos, como o Campeonato Espanhol de 2016-2017 e as Ligas dos Campeões da UEFA de 2013-2014, 2015-2016, 2016-2017 e 2017-2018, além da Copa do Mundo de Clubes nos respectivos anos em que a Liga dos Campeões foi conquistada.

O ano de 2018 foi o mais bem laureado da carreira de Modrić, no qual venceu sua quarta Liga dos Campeões da UEFA com o Real Madrid e também foi finalista da Copa do Mundo de 2018 com a Seleção Croata, feitos que o levaram a vencer o prêmio de Melhor Jogador do Mundo pela FIFA, a Ballon d'Or da revista France Football, o prêmio de Melhor Jogador da UEFA na Europa e a Bola de Ouro da Copa do Mundo FIFA, tornando-se o primeiro jogador da história a conquistar todos esses prêmios em um mesmo ano.[4]

InfânciaEditar

Filho mais velho de Stipe Modrić e de Radojka Dopuđ, Luka Modrić nasceu e viveu os primeiros anos de sua vida na vila de Modrici (plural de Modric, em croata), que fica localizada na aldeia de Zaton Obrovački, situada na encosta sul da montanha Velebit, ao norte da cidade de Zadar, na Croácia. Sua infância foi muito difícil e conturbada porque coincidiu com a Guerra da Independência da Croácia (1991-1995) e resultou na fuga de sua família de Modrici. Quando tinha apenas 6 anos, seu pai teve que servir ao exército croata e seu avô foi assassinado na frente de sua casa. Diante de um cenário de guerra, ao som de granadas e morteiros, o pequeno Luka se distraía jogando bola em meio aos destroços. Aos 12 anos, tentou uma chance no clube do coração, o Hadjuk Split, mas foi rejeitado por ser considerado franzino demais. Porém, aos 16 anos, sua sorte mudou: o Dínamo Zagreb o contratou, o que mudou sua vida completamente.[5][6][7]

ClubesEditar

Dínamo ZagrebEditar

Modrić assinou pelo Dínamo Zagreb com apenas 16 anos, em 2001 e jogou sua primeira temporada em 2002, nas categorias de base do time.

Empréstimos para Zrinjski e Inter ZaprešićEditar

Na temporada seguinte, em 2003–04, foi emprestado para o Zrinjski Mostar, time que disputa o Campeonato Bósnio de Futebol. Por lá, ele foi eleito o Jogador do Ano da Liga Bósnia. [8][9]

Já para a temporada 2004–05, novamente foi emprestado, dessa vez ao Inter Zaprešić, ajudando-os a alcançar o 2° lugar da Liga Croata.

Retorno ao Dínamo ZagrebEditar

Foi chamado de volta ao Dínamo Zagreb em 2005 e recebeu um contrato de 10 anos, mas os defendeu somente por 4 temporadas.

Terminou sua passagem pelo Dínamo com 21 gols e 21 assistências. Luka ainda ajudou o time croata a ser campeão da liga na temporada 2007–2008, com uma margem de 28 pontos à frente do segundo colocado[10], e da Copa da Croácia do mesmo ano.

 
Modrić jogando pelo Tottenham em 2010.

TottenhamEditar

Modrić aceitou os termos com o Tottenham no dia 26 de abril de 2008, esperando receber uma licença de trabalho. Ele foi a primeira contratação dos Spurs na janela de verão daquela temporada.[11] O contrato do jogador durava por seis anos, começando na metade de 2008.[12] O Tottenham confirmou que o valor total da transferência foi de £16.5 milhões, igualando ao recorde de gasto em uma única transferência do clube, que é da contratação de Darren Bent, em 2007.[13] É também a transferência mais cara da Prva HNL.[14]

Real MadridEditar

2012-13: Brilho em goleadasEditar

 
Modrić jogando contra o Sevilla em fevereiro de 2013.

No dia 27 de agosto de 2012, após meses de negociações, o Real Madrid acertou a contratação de Modrić para cinco temporadas por 35 milhões de euros.[15] Ele fez sua estreia com a camisa do Real em partida contra o Barcelona na partida de volta da final da Supercopa da Espanha 2012 no estádio Santiago Bernabéu, substituindo Mesut Özil aos 83 minutos. Os merengues venceram e o croata conseguiu seu primeiro título com a equipe menos de dois dias após assinar com o clube.[16] Apesar da grande estréia, o meio-campista teve dificuldades para se adaptar ao time comandado por José Mourinho devido à falta de treinamento na pré-temporada, afinal, as negociações com o Real duraram grande parte da janela de transferência.[17] Sendo assim, Modrić jogou fora de sua posição ou esteve no banco de reservas por grande parte da temporada devido à presença de outros meias, esses eram Xabi Alonso, Sami Khedira e Özil. Marcou seu primeiro gol no clube na goleada por 4 a 0 sobre o Real Zaragoza no Campeonato Espanhol.[18] Brilhou novamente em outra goleada, desta vez o clube espanhol venceu o Athletic Bilbao por 5 a 1 com uma assistência dele para Benzema.[19] Contudo, ele foi escolhido como a pior contratação do clube no final do ano pelo jornal espanhol Marca.[20]

Já em março de 2013, Modrić cobrou um escanteio e distribuiu uma importante assistência para Sergio Ramos, que marcou de cabeça, em partida contra o Barcelona, ajudando na vitória madridista no El Clásico.[21] Teve outra boa atuação duas semanas depois, marcou um gol por meio de um rápido chute de fora de área, o Real Madrid acabou por vencer o Mallorca em uma goleada de 5 a 2.[22] Sua última performance marcante no ano ocorreu na goleada por 6 a 2 sobre o Málaga, na qual distribuiu uma assistência e marcou o quarto gol.[23] Porém, o Barcelona sagrou-se campeão espanhol e o Real Madrid ficou com o vice-campeonato por uma diferença de quinze pontos.

Quanto ao desempenho na Liga dos Campeões, jogou sua primeira partida em duelo na fase de grupos contra o Manchester City, no qual o Real Madrid venceu por 3 a 2.[24] Teve uma atuação marcante na vitória por 4 a 1 perante o Ajax, também na fase de grupos, na qual distribuiu duas assistências, uma para Cristiano Ronaldo e outra para José Callejón.[25] Se destacou ao marcar um gol decisivo na vitória sobre o Manchester United no Old Trafford por 2 a 1, em partida válida pelas oitavas de final,[26] essa partida é vista pelo próprio Modrić como o momento em que tudo mudou na sua carreira em relação ao Real.[17] Jogou as partidas de semifinal contra o Borussia Dortmund, participando como meia ofensivo na partida de ida, teve um desempenho irregular e os madrilenhos sofreram uma derrota por 4 a 1,[27] porém, teve uma boa atuação na vitória por 2 a 0 na partida de volta.[28] Contudo, o placar agregado ficou em 4 a 3 para os alemães e o Real Madrid foi eliminado.[29]

2013-14: Conquista da "La Décima"Editar

Com a chegada do técnico italiano, Carlo Ancelotti, Modrić se firmou como titular da equipe, jogava ao lado de Xabi Alonso para equilibrar a defesa e o ataque do meio-campo madridista.[30][31] O croata se tornou rapidamente o jogador com mais eficiência em passes no clube espanhol, com mais de 90% de precisão na Liga Espanhola, também teve o maior número de recuperações de bola da equipe.[17][31] Marcou seu primeiro gol na temporada na vitória do Real por 2 a 0 contra o Copenhague, em partida válida pela fase de grupos da Liga dos Campeões, sendo este seu quinto gol pelo clube, todos marcados de fora da área.[32][33] Marcou pela primeira vez no Campeonato Espanhol na vitória merengue fora de casa contra o Getafe por 3 a 0, seu sexto gol fora de área.[34] Modrić também participou da vitória do Real Madrid sobre o rival Barcelona na final da Copa do Rei e conquistou seu segundo título com o clube.[35]

O meio-campista realizou diversos passes decisivos na Liga dos Campeões, distribuiu uma assistência para Cristiano Ronaldo nas quartas de final, a partida foi finalizada com vitória espanhola por 3 a 0 sobre o Borussia Dortmund. O passe foi de extrema importância para o Real já que o clube havia perdido a partida de ida por 2 a 0 e tal passe fez com que o resultado ficasse em 3 a 2 para os blancos, além disso, proporcionou a vingança dos madridistas já que o Borussia os havia eliminado na temporada anterior.[36] Distribuiu outra assistência, dessa vez na semifinal contra o Bayern de Munique, o Real Madrid goleou em um histórico 4 a 0, dessa maneira, Modrić ajudou sua equipe a avançar à final pela primeira vez após 12 anos.[37] Ele foi incluído no time da semana da UEFA em ambas as partidas de semifinal.[38][39] Na final do dia 24 de maio, o meia realizou mais um passe decisivo, Modrić cobrou o escanteio e o zagueiro Sergio Ramos marcou de cabeça, sendo assim, o clube conseguiu empatar nos acréscimos do segundo tempo, após gols de Bale, Marcelo e Cristiano na prorrogação, o Real goleou o Atlético de Madrid em uma virada por 4 a 1 e conquistou a "la décima", chamada assim por ser a décima vez que o clube conquistou a Liga dos Campeões da UEFA.[40] O croata reforçou sua importância para o Real ao ser incluído na equipe da temporada da UEFA e ao vencer o prêmio do Campeonato Espanhol de "melhor meio-campista" da temporada.[41][42]

Ou seja, Modrić conquistou seu terceiro título com a camisa do Real Madrid, contudo, os blancos ficaram na terceiro colocação do Campeonato Espanhol e o rival Atlético de Madrid sagrou-se campeão, seguido do também rival, Barcelona.[43]

2014-15: Ano de lesõesEditar

Em agosto de 2014, Modrić renovou seu contrato com o Real Madrid até 2018.[44] Com a saída de Xabi Alonso, ele iniciou uma parceria no meio-campo com o recém-chegado Toni Kroos.[45] O Real iniciou a temporada vencendo a Supercopa da UEFA sobre o Sevilla, sendo este o quarto título do jogador com o clube.[46] O croata distribuiu duas assistências para Bale no início da temporada, uma sobre a Real Sociedad no Campeonato Espanhol e outra sobre o Basel na Liga dos Campeões.[47][48] Marcou seu sétimo gol pelo clube em vitória fora de casa sobre o Villarreal por 2 a 0, foi também seu sétimo gol de fora de área com a camisa dos vikings.[49]

No final de novembro, Modrić sofreu uma lesão na coxa em partida contra a Itália, a lesão o tirou do campo por três meses, deixando-o de fora do Mundial de Clubes em que o Real Madrid se consagraria campeão.[50] Retornou em março de 2015, jogando em sete partidas e, assim, provando que estava recuperado.[51] Rompeu os ligamentos do joelho direito na vitória merengue sobre o Málaga por 3 a 1, o que o tirou de campo até maio.[52] Com sua lesão, a série de 22 vitórias do clube na temporada chegou ao fim. As constantes lesões do jogador e a falta de um substituto apropriado foram considerados as principais causas do fracasso merengue na temporada,[53] o Real viu o rival Barcelona conquistar a Liga dos Campeões, a La Liga e a Copa do Rei naquela temporada. Ancelloti chegou a dizer: "Modrić perdeu a maior parte do ano e isso nos machuca".[54] A influência do jogador foi reconhecida e ele foi escolhido pela FIFPro para a equipe do ano da federação.[55]

2015-18: Novo técnicoEditar

 
Modric jogando contra o Shaktar Donetsk em partida válida pela fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA de 2015-16.

O técnico Carlo Ancelloti foi demitido e foi substituído por Rafa Benítez logo no início da temporada, sob seu comando, Modrić continuou como titular e peça vital do meio-campo.[56] Ele distribuiu assistências nos meses de setembro, novembro e dezembro, além disso, marcou na vitória por 4 a 3 sobre o Shaktar Donetsk na fase de grupos da Liga dos Campeões.[57] O croata sofreu uma lesão muscular em uma partida internacional em outubro, com previsão de recuperação em cerca de duas ou três semanas. Entretanto, ele se recuperou rapidamente e voltou aos gramados no dia 20 de outubro para enfrentar o Paris Saint-Germain.[58]

Com a demissão de Rafa Benítez e a chegada de Zinédine Zidane, o meia continuou como titular e o relacionamento entre ele e o técnico foi notado pela mídia.[59] Ao falar de Zidane, Modrić afirmou em entrevistas que estaria "convencido de que terá uma carreira muito próspera como técnico" e que ele seria o "homem certo para o trabalho".[60][59] Foi observado que em três partidas, vitórias sobre o La Coruña e o Sporting de Gijón, e um empate contra o Real Betis, o croata teve boas atuações consecutivas e foi elogiado por sua habilidade de controlar a bola, de acertar passes e influenciar a equipe.[61] Modrić foi decisivo ao marcar um gol de fora de área perante o Granada na vitória madridista por 2 a 1 durante o fim do segundo tempo.[62]

Para a temporada 2017–18, com o empréstimo de James Rodríguez, Modrić herdou a camisa 10 do Real Madrid.[63]

Seleção CroataEditar

 
Modrić jogando pela Seleção Croata em 2013.

Estreou pela seleção croata principal em 1 de março de 2006 em partida amistosa contra a Argentina.[64] Participou do Campeonato Europeu de 2008, 2012 e 2016 e das Copas do Mundo FIFA de 2006, 2014 e 2018.

Copa do Mundo 2018Editar

Modrić foi convocado para a disputa da Copa do Mundo pelo técnico Zlatko Dalić, recebendo a camisa 10 e a braçadeira de capitão.[65] Na estreia da Croácia na Copa do Mundo, contra a Nigéria, marcou o segundo gol na vitória por 2 a 0 em cobrança de pênalti, seu primeiro gol pela seleção croata no torneio.[66][67] Na rodada seguinte, novamente o meia croata marcou, dessa vez contra a Argentina na vitória por 3 a 0, garantindo a classificação antecipada da Croácia para as oitavas de final do torneio.[68]

 
Modric recebendo o prêmio de Melhor Jogador da Copa do Mundo FIFA de 2018.

No dia 1 de julho de 2018, nas oitavas de final contra a Dinamarca, Modrić não teve uma boa atuação e até perdeu um pênalti durante a partida, defendido pelo goleiro Kasper Schmeichel, mas ainda assim a Croácia teve reação e conseguiu vencer o jogo na disputa de pênaltis após a prorrogação por 3–2, com Luka, dessa vez, convertendo sua cobrança.[69] No dia 7 de julho de 2018, nas quartas de final, a Croácia venceu o país sede (Rússia) novamente em uma disputa de pênaltis, avançando assim para as semi-finais contra a Inglaterra.[70] Apesar de uma partida difícil e de uma apagada participação de Modrić contra os ingleses, a seleção croata conseguiu a vitória na prorrogação e assegurou a vaga para a final.[71]

A França se sagrou campeã após derrotar a Croácia por 4 a 2. Modrić, porém, recebeu o prêmio de melhor jogador da competição.[72]

TítulosEditar

Dínamo ZagrebEditar

TottenhamEditar

Real MadridEditar

Prêmios IndividuaisEditar

ColetivosEditar

TorneiosEditar

OutrosEditar

CondecoraçõesEditar

  •   Ordem de Duque Branimir (14 de novembro de 2018)[100]

Referências

  1. «Ídolo da Croácia diz que Modric é o melhor jogador da história do país» 
  2. «FC100: Modric best in central midfield» (em inglês). 14 de novembro de 2016 
  3. «Modric, Xavi, Didi e os 20 maiores meio-campistas da história | Goal.com» 
  4. «Modric para a história. Nenhum jogador conseguiu ganhar tanto num ano (nem Ronaldo nem Messi». Sapo Desporto. 3 de dezembro de 2018 
  5. «Modric supera traumas da infância na guerra para brilhar pela Croácia». Folha UOL. 30 de junho de 2018 
  6. «Luka Modric, o craque croata: da infância tensa à glória no futebol». Veja. 15 de julho de 2018 
  7. «Como a guerra e o exílio moldaram a infância de Modric e outros jogadores da Croácia na Copa». BBC. 12 de julho de 2018 
  8. Goal.com Profile: Luka Modric (em inglês)
  9. «Modric in demand (em inglês)». Consultado em 7 de julho de 2008. Arquivado do original em 12 de janeiro de 2009 
  10. «Cópia arquivada». Consultado em 7 de julho de 2008. Arquivado do original em 13 de fevereiro de 2012 
  11. Spurs sign Croatian star Modric (em inglês)
  12. Player Transfer - Luka Modric (em inglês)
  13. Spurs equal record fee for Modric (em inglês)
  14. Kraj sezona 2007/08
  15. «Real Madrid anuncia a contratação do meia croata Luka Modrić». GloboEsporte.com. 27 de agosto de 2012. Consultado em 9 de julho de 2019 
  16. «Luka Modrić chalks up 300 Real Madrid appearances» (em inglês) 
  17. a b c «Luka Modric: Real Madrid midfielder outshining the rest». BBC Sport (em inglês). 21 de fevereiro de 2014 
  18. «Real Madrid goleia o Zaragoza e alcança a terceira posição na Liga» 
  19. «VIDEO Modrić briljantno asistirao Benzemi s udaljenosti od 50 m!» (em croata) 
  20. «Jordi Alba y Modric, la cara y la cruz en fichajes» 
  21. «Real vence Barcelona por 2 a 1 no Bernabéu; veja como foi o Superclássico lance a lance» 
  22. Madri, Por GLOBOESPORTE COM; Espanha. «Mourinho resolve: Real vence Mallorca com virada-relâmpago» 
  23. «Real Madrid C.F. - Official Web Site - Real Madrid surpassed 5,500 goals in La Liga against Malaga». 7 de junho de 2013 
  24. Madri, Por GLOBOESPORTE COM. «Em jogaço de bola, Real Madrid vira sobre o City e dá um tempo na crise» 
  25. «AO VIVO: acompanhe o jogo Real Madrid x Ajax» 
  26. Manchester, Por GLOBOESPORTE COM; Inglaterra. «CR7 marca, não comemora, e Real Madrid elimina United na Champions» 
  27. «Lewandowski faz história, Dortmund goleia Real Madrid e se aproxima da final» 
  28. Cox, Michael (30 de abril de 2013). «How Mourinho's subs helped Real score two and almost scrape through». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  29. «Dortmund sofre no final, perde, mas elimina Real Madrid e vai à final da Champions» 
  30. Internet, Unidad Editorial. «Modric is Carlo's fifth most used player - MARCA.com (English version)» (em inglês) 
  31. a b https://it.whoscored.com/Articles/EOHrzvY9GE-H-tjvqJDrbg/Show/Player-Focus-How-Luka-Modric-Won-Over-The-Real-Madrid-Fans  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  32. «Veja como foi, LANCE a LANCE e em VÍDEOS, Copenhagen 0 x 2 Real Madrid» 
  33. Internet, Unidad Editorial. «Modric: Shades of Old Trafford - MARCA.com (English version)» (em inglês) 
  34. «Real keep firing against Getafe - MARCA.com» 
  35. CANENCIA, ÓSCAR LÓPEZ (16 de abril de 2014). «Final Copa del Rey 2014: El Madrid, campeón de una Copa apasionante» (em espanhol) 
  36. «Real Madrid 3 x 0 Borussia Dortmund: A vingança chegou no Bernabéu | Goal.com» 
  37. «Real atropela Bayern em Munique e volta à final após 12 anos» 
  38. «UEFA.com - UEFA Champions League - Player Rater - Team of the week». 27 de abril de 2014 
  39. «UEFA.com - UEFA Champions League - Player Rater - Team of the week». 2 de maio de 2014 
  40. Flor, -Ulises Sánchez. «El Real Madrid gana la Décima en una remontada para la historia» (em espanhol) 
  41. «UEFA elege seleções da temporada 2013-2014 | Goal.com» 
  42. GloboEsporte.comMadri, Por; Espanha. «CR7 abocanha "hat-trick" de prêmios em noite de Gala. Atlético é "ignorado"» 
  43. «Atlético de Madri é campeão espanhol 18 anos depois» 
  44. «Real Madrid renova com meia croata Modric até 2018 – Jovem Pan». 20 de agosto de 2014 
  45. «HuffPost is now a part of Verizon Media» 
  46. Cardiff, Por Cassio BarcoDireto de; Gales, País de. «Carrasco do Sevilla, Cristiano Ronaldo marca dois, e Real vence a Supercopa» 
  47. Sebastián, Por GloboEsporte comSan; Espanha. «Bale faz golaço, mas Real Sociedad marca quatro e vence o Real Madrid» 
  48. Bernabéu, Sid Lowe at the (16 de setembro de 2014). «Real Madrid 5-1 Basel | Champions League match report». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  49. GloboEsporte.comVillarreal, Por; Espanha. «Real joga o suficiente para vencer o Villarreal com gols de CR7 e Modric» 
  50. «Lesionado, Luka Modric desfalcará o Real Madrid por três meses». 18 de novembro de 2014 
  51. «Modric, the midfielder with most passes since his return | Real Madrid CF» (em inglês) 
  52. «Modric hopes to play again this season» (em inglês). 21 de abril de 2015 
  53. MARCA.com (9 de setembro de 2015). «Modric - Real Madrid's image of maturity». MARCA.com (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2020 
  54. Collins, Tim. «Why Luka Modric Is Absolutely Vital to Real Madrid's Midfield Fluency». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2020 
  55. FIFA.com. «The Best FIFA Football Awards™ - News - 2015 FIFA FIFPro World XI revealed - FIFA.com». www.fifa.com (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2020 
  56. MARCA.com (16 de julho de 2015). «Super Luka». MARCA.com (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2020 
  57. Sport, Telegraph (25 de novembro de 2015). «Shakhtar Donetsk 3 Real Madrid 4, match report: Real hold on to top Champions League group ahead of PSG» (em inglês). ISSN 0307-1235 
  58. «Sergio Ramos e Luka Modric voltam a ser relacionados no Real Madrid». ESPN. Consultado em 29 de maio de 2020 
  59. a b «Luka Modric backs new Real Madrid boss Zinedine Zidane». Sky Sports (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2020 
  60. «Zidane é um treinador que "sabe exatamente o que quer", diz Modric – Jovem Pan». Zidane é um treinador que “sabe exatamente o que quer”, diz Modric – Jovem Pan. 13 de fevereiro de 2016. Consultado em 29 de maio de 2020 
  61. «Modric flourishing under Zidane at Real Madrid - Sportsnet.ca». www.sportsnet.ca. Consultado em 30 de maio de 2020 
  62. «Real vence com gol no fim e fica na briga pelo título». VEJA. Consultado em 30 de maio de 2020 
  63. UOL (22 de julho de 2017). «Modric herdará camisa 10 de James Rodríguez no Real Madrid». Consultado em 22 de julho de 2017 
  64. «El 'repóquer de ases' de Ancelotti que pudo ser del Barça» (em espanhol). Diario gol. 21 de novembro de 2014 
  65. «Adversária do Brasil na preparação para a Copa, Croácia é convocada». Gazeta Esportiva. 21 de maio de 2018. Consultado em 22 de junho de 2018 
  66. «Copa do Mundo 2018: Com gol de Modric, Croácia vence Nigéria sem sustos em estreia na Copa». UOL. 16 de junho de 2018. Consultado em 22 de junho de 2018 
  67. «Quando Modric marca... 6 fatos do gol da vitória croata na estreia na Copa». ESPN. 16 de junho de 2018. Consultado em 22 de junho de 2018 
  68. «Copa do Mundo 2018: Croácia vence com falha feia de goleiro e complica Argentina na Copa». UOL. 21 de junho de 2018. Consultado em 22 de junho de 2018 
  69. «Copa do Mundo 2018: Em jogo ruim de Modric, Croácia bate Dinamarca nos pênaltis e pega a Rússia». UOL. 1 de julho de 2018. Consultado em 13 de julho de 2018 
  70. «Croácia elimina Rússia nos pênaltis e volta à semifinal após 20 anos». Gazeta Esportiva. 7 de julho de 2018. Consultado em 12 de julho de 2018 
  71. «Copa do Mundo 2018: Croácia vira sobre a Inglaterra, vai à final e reencontrará França». UOL. 11 de julho de 2018. Consultado em 12 de julho de 2018 
  72. [1]
  73. Fifa The Best: Modric bate Cristiano Ronaldo e Salah e é eleito melhor do mundo
  74. Ano dourado: Modric confirma favoritismo, supera Cristiano Ronaldo e vence a Bola de Ouro
  75. Luka Modric conquista o prêmio de melhor jogador da Uefa
  76. Luka Modric Named World Player Of The Year In World Soccer Awards
  77. Modric é eleito melhor do mundo em 2018 por jornal inglês, à frente de Cristiano Ronaldo
  78. Modric: Prémio Goal 50 para o melhor jogador do mundo na época 2017/18
  79. Favorito à Bola de Ouro, Modric é eleito melhor jogador do ano pela IFFHS
  80. IFFHS AWARDS – THE WORLD’S BEST PLAYMAKER 2018 : LUKA MODRIC ON THE TOP !
  81. #FC100: Real Madrid star Luka Modric is ranked as the best central midfielder
  82. CENTRAL MIDFIELD
  83. Trofej Nogometaš
  84. Real Madrid anuncia contratação de Modric
  85. CRISTIANO RONALDO E PEPE NA EQUIPA IDEAL DA LIGA DOS CAMPEÕES DE 2013/14
  86. Com Thiago Silva e Marcelo, Uefa divulga seleção da Liga dos Campeões
  87. "Seleção" da Liga dos Campeões tem quatro brasileiros. Messi fica no banco
  88. Seleção do Uefa Champions League tem quatro brasileiros e carrasco do Barcelona
  89. «Uefa divulga Time do Ano de 2016, e Real Madrid domina a lista». ESPN. 5 de janeiro de 2017. Consultado em 21 de junho de 2018 
  90. Com dois brasileiros, Uefa divulga o 'Time do Ano de 2017'
  91. THE IFFHS MEN WORLD TEAM 2017
  92. Fan Dream Team and prize winners revealed!
  93. «Modric é eleito o melhor da Copa, e Mbappé leva prêmio de jogador jovem». Globoesporte.com. 15 de julho de 2018. Consultado em 16 de julho de 2018 
  94. «Latest Man of the Match» (em inglês) 
  95. «Modric vence prémio de melhor jogador - Mundial de Clubes». Jornal Record. 16 de dezembro de 2017. Consultado em 21 de junho de 2018 
  96. «Com três gols na decisão, CR7 é eleito melhor do torneio; Modric em 2º». Globoesporte. 18 de dezembro de 2016. Consultado em 21 de junho de 2018 
  97. «Luka Modrić, 'Mejor Centrocampista de la Liga BBVA 2013-14'.». LPF. 27 de outubro de 2014 
  98. «Luka Modrić, 'Mejor centrocampista de LaLiga Santander 2015/16'». LPF. 24 de outubro de 2016 
  99. Zadar slavi Dan grada - Luka Modrić počasni građanin
  100. Modric agradece homenagem da presidente croata: “Uma honra”

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Luka Modrić