Abrir menu principal

Lusitano Ginásio Clube

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2016). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Lusitano Ginásio Clube MHIH,[1] também conhecido por Lusitano de Évora, é um clube português, localizado na cidade de Évora, no Alentejo.

Lusitano de Évora
Lusitano Ginasio Clube.png
Nome Lusitano Ginásio Clube
Alcunhas Lusitanistas
Fundação 11 de novembro de 1911 (108 anos)
Estádio Campo Estrela
Capacidade 10000
Localização Évora
Presidente Pedro Caldeira
Competição Portugal2ª Divisão Distrital da AFÉ
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

HistóriaEditar

Um grupo de moços, dos treze aos quinze anos reunira no adro da Igreja da Graça com o fim de formarem um clube de futebol.

Aprazada nova reunião para o dia 11 de Novembro de 1911, realizada na Rua das Fontes n.º3, em casa do Professor Dâmaso Simões, onde estavam hospedados três irmãos que faziam parte do grupo. Nessa reunião resolveram fundar o Lusitano Futebol Clube.

Do grupo faziam parte estudantes liceais, da escola comercial e ainda marçanos do comércio. Principiaram por efectuar jogos com outros grupos, no Largo dos Colegiais e Rossio de S. Brás. Com o decorrer dos anos o clube foi progredindo e os moços tornaram-se homenzinhos e começaram a jogar contra as segundas categorias do Vitória Académico, da Real Casa Pia, empregados no comércio, Sporting, Ateneu, Graça, Eborenses, Álvaro Gaspar e Pedestrianistas.

Em 1917/18 ganha o primeiro Campeonato de Évora.

No dia quatro de setembro de 1925, na Esplanada do Edem Teatro, em Assembleia Geral, foi resolvido alterar o nome, com a substituição da palavra "Futebol" pela de "Ginásio", ficando a partir dessa data com a designação actual, Lusitano Ginásio Clube sob o lema Fazer Forte Fraca Gente.

O clube tem sede no Campo Estrela que comprou por trinta mil escudos no dia três de fevereiro de 1931. Anteriormente o campo tivera dois arrendatários: o Ateneu, que se extinguiu em 1922, e o Ginásio Clube Eborense, que nasceu em 1926 e desapareceu em 1928. Na época de 1926/27 ganha o 1º Campeonato do Distrito.

O clube já participou em todas as provas do Futebol Nacional, sendo de destacar as catorze épocas, consecutivas, em que participou no Campeonato Nacional da 1ª Divisão, onde alcançou um 5º lugar, bem como salientar a chegada às meias-finais da Taça de Portugal.

O Lusitano Ginásio Clube é Membro Honorário da Ordem do Infante D. Henrique, Oficial da Ordem Militar de Cristo, Medalha de Bons Serviços Desportivos, Medalha de Mérito Desportivo, Medalha de Bons Serviços F. P. Ginástica e Louvado pela Câmara Municipal de Évora.

Conflitos entre clube e SADEditar

No dia 14 de julho de 2016, foi criada uma SAD (Sociedade Anónima Desportiva). O clube transferiu a gestão de direitos profissionais de futebol para essa entidade recém-criada, ficando apenas com 10% da quota de gestão da SAD. O objetivo principal era trazer o Lusitano de volta aos grandes palcos, mais uma vez. No entanto, o acordo entre Lusitano Ginásio Clube e Lusitano Ginásio Clube, SAD foi "enfraquecendo" criando uma relação cada vez menos harmoniosa entre clube e a administração da SAD. Na época desportiva 2018-2019 o clube assumiu os encargos com a equipa de futebol sénior e conseguiu mesmo perante todas as dificuldades financeiras vencer a Liga Century 21, conquistando por direito próprio a subida aos campeonatos nacionais. Na época desportiva 2019-2020 a administração do Lusitano Ginásio Clube, SAD decidiu voltar a apostar na SAD e assumiu a equipa no Campeonato de Portugal, criando assim um litigioso conflito entre clube e SAD.

Neste momento o Lusitano Ginásio Cube, que foi fundado em 11 de novembro de 1911, vai recomeçar do zero com uma equipa na 2ª Divisão Distrital da Associação de Futebol de Évora, com uma recém eleita direção liderada por Pedro Caldeira.

Por sua vez, o Lusitano Ginásio Clube, SAD, fundado em 14 de julho de 2016, vai participar no Campeonato de Portugal, liderado pelo seu administrador Nuno Madeira Rodrigues.

Plantel 2019/20 do Lusitano SADEditar

Número Posição País Jogador Clube Anterior
GR Pedro Roma Lusitano de Évora
22 GR Pedro Garcia Lusitano de Évora
1 GR Michel Oliveira Imperatriz
Defesa João Nobre Lusitano de Évora
77 Defesa Nuno Pires Almacilense
Defesa Rodrigo Prior Guadalupe
4 Defesa Gilson Somália Sp. Ideal
13 Defesa William Barbosa Estrela Vendas Novas
Defesa Ayrton de Sena Sp. Viana
Defesa Mhleli Mabuza Pinhalnovense
34 Defesa Filipe Cascão Caldas
Médio Ismael Bueno Sp. Viana
17 Médio António Baixinho Vasco da Gama Vidigueira
28 Médio Dário Bianchi Lusitano de Évora
16 Médio Matheus Pranke Olivais e Moscavide
23 Médio Luciano Teixeira SL Cartaxo
Médio Marcelino Cova da Piedade
25 Médio André Galamba FC Alverca
Médio Emmanuel Garcia GS Loures
6 Médio Ricardo Bernardo GD Portel
Avançado João Diogo Lusitano de Évora
70 Avançado Sócrates Pedro Sertanense
Avançado Kiko Viegas Sp. Viana
21 Avançado David Silva Coruchense
7 Avançado Potchi Redondense
18 Avançado Alde Garcia O Grandolense
Avançado André Pato Juventude de Évora
10 Avançado Pipo Lusitano de Évora
Avançado Mada Queta Cova da Piedade
Avançado Fábio Jorge Ericeirense

Treinador Duarte Machado Monte da Caparica

TítulosEditar

Taça Dinis VitalEditar

  • Títulos (3): 2015-16, 2016-17 e 2017-18

Taça dos CampeõesEditar

  • Títulos (2): 2017 e 2019

Referências

  1. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Lusitano Ginásio Club". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 7 de abril de 2016 

Ligações externasEditar

   Este artigo sobre clubes de futebol portugueses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.