Abrir menu principal
Lutegarda da Alamânia
Nascimento 776
Desconhecido
Morte 4 de junho de 800 (24 anos)
Tours
Cônjuge Carlos Magno
Título rainha dos Francos, rainha consorte

Lutegarda ou Lutegarda da Alamânia (c. 776Tours, 4 de junho de 800) foi uma princesa germânica da época carolíngia, última esposa de Carlos Magno.

BiografiaEditar

Era filha de Lutefrido II de Sundgau e de Hiltruda de Wormsgau[1].

Em 794 casou com Carlos Magno após a morte de Fastrada, a sua anterior esposa. No entanto, é ainda pouco conhecida, só se sabe que o rei encontrou uma mulher tranquila e virtuosa.

Alcuíno louva o amor de Lutegarda pelas letras; dela, ele diz «A rainha gosta de conversar com os homens sábios e doutos; após os seus exercícios de devoção, é o seu passatempo mais caro. Ela é plena de complacência pelo rei, piedosa, irrepreensível e digna de todo o amor de seu marido.»

Na corte, era muito considerada pelos filhos do imperador. Lutegarda não deu filhos a seu marido.

Lutegarda faleceu a 4 de junho de 800 no mosteiro de São Martinho de Tours[2], cujo abade é Alcuíno, durante um passeio de Carlos Magno na Nêustria, antes da sua viagem a Roma. Ela foi enterrada[3]. Seu túmulo está localizado sob a torre de Carlos Magno.

No mesmo dia da morte de Luitgarda Carlos Magno assinou um diploma tornando o mosteiro de la Celle-Saint-Paul de Cormery, fundado por Ithier, ex-abade de S. Martinho de Tours, um estabelecimento sufragâneo da abadia de Tours, e perguntou por Alcuin a Bento de Aniane, vinte e dois de seus monges para estabelecer a Regra de São Bento[4].

Referências

  1. Dicionário das rainhas da França, Christian Bouyer, p. 94.
  2. René Coursault, História da Touraine, 1980, p. 58
  3. Darras 18, 85
  4. A frase: "Para perpetuar a memória de Lutegarda, Carlos Magno construiu o mosteiro de Aniano em 782, uma das mais ricas instituições deste tipo" não parece justificado: em 782, é improvável que Carlos Magno conhecesse Lutegarda.