Lyubomir Ivanov

Lubomir Ivanov é um matemático, geógrafo, linguista e politico búlgaro.

Lyubomir Ivanov
Nascimento 7 de outubro de 1952 (67 anos)
Sofia
Nacionalidade búlgaro
Alma mater Universidade de Sófia
Orientador(es) Dimiter Skordev
Instituições Academia de Ciências da Bulgária
Campo(s) matemática, geografia, linguística, toponímia
Tese Espaços Operativos Iterativos

Presidente da secção "Lógica Matemática" no Instituto de Matemática e Informática da Academia de Ciências da Bulgária (1990-2011). Presidente do Comissão Búlgara para os Topônimos Antárticos desde 1994,[1] e representante nacional no Comitê Permanente sobre Informação Geográfica Antártica da Comitê Científico sobre Pesquisa Antártica.[2] Presidente da Fundação Manfred Wörner desde 1994. Presidente do Clube Atlântico da Bulgária (2001-2009).[3]

BiografiaEditar

Lyubomir Ivanov nasceu em 7 de Outubro de 1952, em Sofia.

No período de 1986-1988, ele organizou uma campanha bem sucedida dissidente contra a candidatura de Sófia para hospedagem na cidade e na montanha de Vitocha as Olimpíadas de Inverno de 1992 e 1994.[4][5][6][7][8][9][10][11] Ivanov era um ativista da associação independente Ecoglasnost em 1989. Autor da Carta '89 para a preservação do património natural da Bulgária.[12] Co-fundador da associação Fundo do Região Selvagem[13] e do Partido Verde, 1989. Participante no Mesa Redonda Nacional, 1990. [14] Membro do Conselho Nacional de Coordenação da União das Forças Democráticas (1990-1991).[15] Deputado do VII Grande Assembleia Nacional.[16] Ele foi autor de trabalhos científicos no campo da matemática, linguística e toponímia[17], que foram aplicadas, em particular, na concepção do Sistema direto de transliteração do alfabeto búlgaro.[18] Ivanov sugere o uso de sua abordagem para transliteração também para outros alfabetos cirílicos, notavelmente o alfabeto russo.[19] Participante em várias expedições à Antártica[20][21][22] e autor dos primeiros mapas topográficos búlgaros da Antártica. Líder do levantamento topográfico Tangra 2004/05, observado pelo Discovery Channel como um evento da linha do tempo na exploração da Antártica.[23][24]

PrêmiosEditar

Em 1987, foi galardoado com o prémio Nikola Obreshkov – a mais alta condecoração nacional para realizações em matemática,[25][26] para sua monografia Algebraic Recursion Theory.[27] Prêmio pelo ACNUR para estudos de refugiados.[28][29][30][31]

ReferênciasEditar

  1. Antarctic Place-names Commission of Bulgaria (em inglês)
  2. Standing Committee on Antarctic Geographic Information (em inglês)
  3. The Atlantic Club of Bulgaria (em inglês)
  4. Bistrishko Branishte vandalized – once again. Letter of appeal about environment. Sofia, January 1989. 1 p. (em inglês)
  5. Olympics vs conservation. Grasduinen Maandblad, Haarlem. May 1988. 3 pp. (Excerpts) (em inglês)
  6. On Sofia's candidacy for the 1994 Winter Olympics. Analytical report. Sofia, January 1988. 4 pp. (em búlgaro)
  7. Who cares about Vitosha? Analytical report. Sofia, January 1988. 3 pp. (em inglês)
  8. To whomever it may concern (1994 Winter Olympics). Letter of appeal about environment. Sofia, January 1988. 2 pp. (em inglês)
  9. Let's preserve Bistrishko Branishte. Pogled Weekly, 30 June 1986. p. 8 (em búlgaro)
  10. What to do with Vitosha? Narodna Kultura Weekly, 25 July 1986. p. 1 (em búlgaro)
  11. Winter Olympics. The Times (London, England), 15 October 1986. p. 17. Issue 62589. ISSN 0140-0460 (em inglês)
  12. Charter ’89 for Preservation of the Bulgarian Nature Heritage (em inglês)
  13. Wilderness Fund (em inglês)
  14. Кръглата маса (3.01.1990 – 14.05.1990) Пълна стенограма (em búlgaro)
  15. List of members of the Coordinating Council of the Union of Democratic Forces. Demokratsiya Newspaper, 27 April 1990. (em inglês)
  16. България в ЕС: Решение на ВНС 1990] (em búlgaro)
  17. Ivanov, L. Bulgarian Names in Antarctica. Sofia: Manfred Wörner Foundation, 2019. 525 pp. (em búlgaro) ISBN 978-619-90008-4-7
  18. On the Romanization of Bulgarian and English (em inglês)
  19. Streamlined Romanization of Russian Cyrillic. Contrastive Linguistics. XLII (2017) No. 2. pp. 66-73. (em inglês)
  20. Bulgarian Antarctic Institute: Expeditions (em inglês)
  21. Livingston Island: Tangra Mountains, Komini Peak, west slope new rock route; Lyaskovets Peak, first ascent; Zograf Peak, first ascent; Vidin Heights, Melnik Peak, Melnik Ridge, first ascent. The American Alpine Journal, 2005. (em inglês)
  22. Antarctic: Nature, History, Utilization, Geographic Names and Bulgarian Participation. Sofia: Manfred Wörner Foundation, 2014. 368 pp. ISBN 978-619-90008-1-6 (Second revised and updated edition, 2014. 411 pp. ISBN 978-619-90008-2-3) (em búlgaro)
  23. «Pole Expedition List». ThePoles.com. Consultado em 8 de março de 2005. Arquivado do original em 8 de março de 2005  (em inglês)
  24. 14 November 2004: Tangra. Discovering Antarctica Timeline. Discovery Channel UK website, 2012. (em inglês)
  25. Lyubomir Ivanov. Institute of Mathematics and Informatics. (em inglês)
  26. The Academician Nikola Obreshkov Prize for 1987
  27. Ivanov, L.L. Algebraic Recursion Theory. Chichester, West Sussex: Ellis Horwood; and New York: John Wiley & Sons, 1986. 256 pp.
  28. Ivanov, L. The role of immigration for the demographic and national development of Bulgaria in the 21st century, in: Towards New Immigration Policies for Bulgaria. Sofia: Manfred Wörner Foundation, 2006. 54 pp. (em búlgaro, resumo em inglês)
  29. Ivanov, L. Demographic priorities and goals of the Government Program 2017–2021. Presentation at the round table Demographic Policies and Labour Mobility organized by the Ministry of Labour and Social Policy, and the State Agency for the Bulgarians Abroad. Sofia, 19 September 2017. 4 pp. (em búlgaro e em inglês)
  30. L. Ivanov. Measures to solve demographic problems. Business Club Magazine. Issue 11, 2017. pp. 18-20. ISSN 2367-623X (em búlgaro e em inglês)
  31. UNHCR Award in Recognition of Innovative Contributions to the Academic Refugee Studies Initiative in Bulgaria (ARSIB), bestowed in 2002

Ligações externasEditar