Abrir menu principal

Mário David Vanin (Caxias do Sul, 7 de dezembro de 1941 — Porto Alegre, 14 de agosto de 2011) foi um político, advogado e professor brasileiro.

Nasceu na Linha Zambicari de São Marcos, então distrito de Caxias do Sul, em uma família de agricultores, filho de Antônio Vanin e Érica Aumond, que lhe deram oito irmãos. Queria inicialmente ser padre, e chegou a ingressar no Seminário Nossa Senhora de Aparecida em Caxias, mas só completou o curso médio. Voltou então a São Marcos para lecionar, mas acabou por cursar Ciências Jurídicas e Sociais na Universidade de Caxias do Sul (UCS), formando-se em 1967 com especialização em Comércio Exterior. Por muitos anos, até pouco antes de falecer, lecionou no Centro de Ciências Jurídicas da universidade, além de ter sido secretário da Faculdade de Direito na década de 1960.[1][2][3]

Iniciou sua carreira política em 1967 como chefe de gabinete da Secretaria Estadual da Justiça, e nesta época também foi vice-presidente jurídico do Esporte Clube Juventude (1967-1969).[2] Depois foi vereador (1969-1972), vice-presidente da Câmara (1971), duas vezes vice-prefeito (1973-1974; 1989-1992) e duas vezes prefeito de Caxias (1975-1976; 1993-1996).[4][1] Também ocupou os cargos de diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (1974), secretário municipal do Planejamento (1988-1989), presidente da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste do Estado (1986), e vice-presidente da Federação dos Municípios do Estado do Rio Grande do Sul (1995-1996).[5][6] Presidiu a Festa da Uva em duas edições e foi um dos responsáveis pela aquisição do atual parque de exposições do evento. Como prefeito destaca-se sua atenção ao crescimento urbano e ao meio ambiente, concluindo os estudos iniciados pelo prefeito Mansueto Serafini Filho que levaram à promulgação de um novo Plano Diretor.[7]

Os últimos vinte anos de sua vida foram perturbados pelo transtorno bipolar, que o levou ao suicídio, quando estava internado no Hospital Mãe de Deus em Porto Alegre para tratamento de outros problemas de saúde.[8] Seu falecimento foi lamentado no Senado Federal com um Voto de Pesar,[9] e o deputado federal Pepe Vargas o elogiou dizendo que "Mário Vanin foi um líder político muito importante da nossa cidade. Meu contato com ele foi maior depois que o sucedi como prefeito. Mesmo sendo adversários políticos, esta relação me mostrou que ele tinha consciência ideológica firme andando ao lado de uma forma de convivência gentil e amistosa. Vanin deixa um legado importante e um vácuo na nossa vida política".[10] Foi casado com Vera Menegotto, deixando os filhos Simone, Rachel e Thiago.[4]

Em 1993 foi distinguido pela UCS com a Medalha do Mérito Universitário.[11] Em 2008 recebeu da Câmara o título de Cidadão Emérito pela destacada contribuição à comunidade, quando foi salientada "sua personalidade marcada pela ética, pela verdade e pelo respeito [que] lhe garantiram uma imagem integra".[3] Em 2012 sua trajetória foi resgatada por Marcos Kirst no livro Varda de Far Polito: As Memórias de Mário David Vanin. Segundo o autor, "o propósito deste livro é resgatar e consolidar as memórias de Mário David Vanin, cidadão caxiense que mesclou como poucos sua biografia com a trajetória da cidade, na qual atuou durante sete décadas, moldando nela suas ativas participações profissional, comunitária, educacional, política e pessoal. Vanin foi uma das personalidades mais marcantes de Caxias do Sul na segunda metade do século XX, testemunhando a história e protagonizando-a a partir de seu envolvimento direto em diversos segmentos".[12] No mesmo ano a Câmara de Caxias batizou um viaduto da cidade com seu nome.[13] Em 2013 a Câmara instituiu em sua memória o Prêmio Doutor Mário David Vanin de Direito, que destaca os advogados de relevante atuação comunitária.[14] No ano seguinte foi homenageado no desfile de carros alegóricos da Festa da Uva.[15]

Referências

  1. a b "Morre ex-prefeito de Caxias do Sul Mario Vanin". Correio do Povo, 14/08/2011
  2. a b "Caxias perde ex-prefeito Mário David Vanin" Arquivado em 30 de outubro de 2016, no Wayback Machine.. Jornal Observatório, 14/08/2011
  3. a b Boff, Camila Cardoso. "O último conselho de Mario Vanin". O Caxiense, 20-26/08/2011
  4. a b Espeiorin, Vania Marta. "Morre o ex-prefeito de Caxias do Sul Mario David Vanin". Pioneiro, 14/08/2011
  5. "As Memórias de Mário David Vanin". L'Attualità, 14/09/2012
  6. Kopp, Eduardo. "Morre ex-prefeito Mário David Vanin". Serra Nossa, 15/08/2011
  7. Hansel, Claudia Maria. Políticas Públicas de Meio Ambiente: atores sociais e consumo de água em Caxias do Sul (1988-2008). Tese de Doutorado. UNISINOS, 2011, pp. 210-215
  8. Nielsen, Roberto. "Ex-prefeito Mario David Vanin tratava doença psiquiátrica havia 20 anos". Pioneiro, 02/09/2011
  9. Paim, Paulo. "Requerimento nº 999 de 2011". Diário do Senado Federal, 16/08/2011
  10. "Prefeito Vanin". Jornal Negritude, 17/08/2011
  11. Gargioni, Paulo. “Quinta na Primeira Classe”. Folha de Hoje, 21/10/1993
  12. "Varda de Far Polito: As Memórias de Mario David Vanin". EDUCS
  13. "Viaduto nas proximidades do Monumento ao Imigrante recebe nome de Mário David Vanin". Rádio Caxias, 07/11/2012
  14. "Prêmio Doutor Mario Vanin premia advogados com trajetória destacada em Caxias". Rádio Caxias, 21/08/2013
  15. "Segundo Desfile Cênico da Festa da Uva reúne 15 mil pessoas". O Estado, 02/03/2014

Ver tambémEditar