Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para o futebolista, veja Mário Motta (futebolista).
Mário Motta
Nome completo Mário Pinto da Motta Júnior
Nascimento 25 de março de 1952 (67 anos)
Santo André (SP)
Nacionalidade brasileira
Ocupação jornalista, radialista e apresentador de televisão
Principais trabalhos apresentador do Jornal do Almoço, CBN Diário e colunista no Jornal Hora de Santa Catarina

Mário Pinto da Motta Júnior[1] (Santo André, 25 de março de 1952) é um jornalista, radialista e apresentador de televisão brasileiro. Atualmente apresenta o Jornal do Almoço da NSC TV Florianópolis, é apresentador na CBN diário e colunista no Jornal Hora de Santa Catarina.[2]

HistóriaEditar

Mário Motta é filho do radialista paulista Mário Pinto da Mota ("Motinha") e de Nair de Campos Motta (Nhá Fia), que apresentavam o programa "Na Serra da Mantiqueira" na Rádio Bandeirantes de São Paulo na década de 50.[1] Após seu nascimento, o casal deixou o rádio e passou a viajar pelo interior do Brasil à frente do Circo Teatro Motinha e Nhá Fia. Ainda criança, Mário Motta trabalhou no circo de seus pais, apresentando números de acrobacias, trapézio, atuando como palhaço, entre outros. Chegou a estrelar ainda o filme Maria 38, de 1960, dirigido por Watson Macedo. Com o fim do circo em 1965, a família se fixou na cidade paulista de Tupã.[1][3]

Formou-se em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física da Alta Paulista, em 1973, de onde seguiu ingressando no magistério.[1] Iniciou a carreira radialista na Rádio Piratininga, de Tupã, onde realizou diversas funções.[3]

Mudou-se para Santa Catarina em 1975, para trabalhar como professor de educação física em Lages. Nesse período também trabalhou na Rádio Princesa e Rádio Clube de Lages como locutor esportivo. Iniciou seu trabalho na televisão cinco ano mais tarde, ao ingressar na TV Planalto de Lages.[3] Assumiu a Chefia do Serviço Pedagógico da Educação Física na Secretaria de Estado da Educação e do Desporto em Florianópolis, em 1986. Paralelamente, nesse mesmo ano, coordenou o jornalismo da sucursal da TV Planalto em Florianópolis.[1] Pouco tempo depois foi contratado pela RBS TV, onde atua desde então como âncora do Jornal do Almoço, do programa Notícia na Manhã na rádio CBN Diário e colunista no Jornal Hora de Santa Catarina.[2]

Em 30 de novembro de 2019, apresentou o Jornal Nacional, como comemoração dos 50 anos deste telejornal, ao lado da potiguara Lídia Pace. Foi apresentado à população como um convidado de honra, uma vez que é o âncora de um mesmo telejornal local há mais tempo dentre todas as afiliadas da Rede Globo no Brasil.[4]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d e «AL Homenageia Mario Motta como cidadão catarinense». Assembleia Legislativa de Santa Catarina. 9 de junho de 2006 
  2. a b «Mário Motta recebe homenagem no Oeste de SC». NSCTV. 5 de agosto de 2016. Consultado em 30 de dezembro de 2016  Verifique data em: |arquivodata= (ajuda)
  3. a b c Antunes Severo (6 de junho de 2006). «Mário Motta: cidadão catarinense» [ligação inativa]
  4. Mário Motta, com 53 anos de carreira jornalística, ocupa a bancada do Jornal Nacional

Ligações externasEditar