Máscara da Traição

filme de 1969 dirigido por Roberto Pires
Máscara da Traição
 Brasil
1969 •  cor •  1:22 min 
Direção Roberto Pires
Roteiro Roberto Pires / Leopoldo Serran
Elenco Tarcísio Meira
Glória Menezes
Cláudio Marzo
Flávio Migliaccio
Género policial
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Máscara da Traição é um filme brasileiro de 1969, do gênero policial (Neo-noir), dirigido por Roberto Pires.

SinopseEditar

Conta a história de um casal de criminosos que tenta roubar a renda da bilheteria de uma partida de futebol no Estádio do Maracanã.

No Rio de Janeiro, Carlos Almeida é o arrogante chefe do Departamento de Finanças do Maracanã, casado com Cristina que trabalha no Museu de Arte Moderna. Carlos é odiado por seu contador e aspirante a pintor César Ferreira, que freqüentemente se sente humilhado por ele. Quando Cristina encontra César em uma galeria de arte, ele é seduzido pela esposa de seu chefe e se tornam amantes. César quer matar Carlos para ficar com ela mas Cristina o convence a participar de um plano complexo de roubo e incriminação do marido. Ela dá um molde do rosto de Carlos para César e ele prepara uma máscara; depois treina a voz e o modo de falar de Carlos.No dia de um jogo Flamengo x Botafogo, de grande público, Cristina põe sonífero na refeição de Carlos e César toma o seu lugar, enganando seu assistente Corrêa e o motorista do carro-forte Severino. Depois, César traz o dinheiro e o entrega à Cristina e Carlos é preso pelo inspetor Borges. O responsável pelo seguro da renda e advogado Marcelo tenta ajudar seu amigo, mas parece que o roubo foi um crime perfeito e todas as evidências apontam para Carlos.

ElencoEditar