Machine Gun Kelly

músico norte-americano
 Nota: Para o criminoso norte-americano, veja Machine Gun Kelly (gângster).

Colson Baker[3][4] (Houston, 22 de Abril de 1990),[5][6][7] mais conhecido por seu nome artístico Machine Gun Kelly ou MGK é um rapper, cantor-compositor, músico e ator norte-americano. O álbum de estreia de Baker, Lace Up, foi lançado em 2012 e foi seguido por quatro subsequentes lançamentos de estúdio. Como ator, Baker fez sua estreia no cinema no drama romântico de 2014 Beyond the Lights. Ele também apareceu em vários outros filmes e teve um papel recorrente na série Roadies, do canal Showtime em 2016.

Machine Gun Kelly
Machine Gun Kelly
Colson no All-Star Legends & Celebrity Softball Game de 2019 no Progressive Field em Cleveland.
Informação geral
Nome completo Colson Baker
Também conhecido(a) como MGK, Kells, The Gunner
Nascimento 22 de abril de 1990 (34 anos)
Local de nascimento Houston, Texas, EUA
Origem Cleveland, Ohio
Gênero(s)
Ocupação(ões)
Filho(a)(s) 1
Instrumento(s)
Período em atividade 2006–presente[2]
Gravadora(s)
Afiliação(ões)
Página oficial machinegunkelly.com

Ele embarcou na carreira musical ainda adolescente, lançando uma mixtape em 2006. Ele lançou mais quatro mixtapes. Baker então assinou contrato com a Bad Boy Records e Interscope Records em 2011. Seu álbum de estreia, Lace Up, foi lançado em outubro de 2012, e teve uma resposta positiva dos críticos. O álbum contém os singles " Wild Boy", "Invincible", "Stereo", e "Hold On (Shut Up)", e estreou em quarto lugar na parada musical da Billboard 200; mais tarde foi confirmado que vendeu mais de 178.000 cópias.

No início de 2015, ele lançou os singles "Till I Die" e "A Little More" para seu segundo álbum de estúdio, General Admission, que foi lançado em Outubro de 2015 e estreou na quarta posição nos EUA. O álbum incorporou tons mais sombrios e narrativos, com elementos de rap rock e R&B também. Seu terceiro álbum de estúdio, Bloom, foi lançado em 12 de maio de 2017, precedido pelo single Bad Things em parceria com a cantora cubano-americana Camila Cabello, alcançando o 4º lugar na Billboard Hot 100 e se tornando seu single de maior sucesso. Seu quarto álbum de estúdio, Hotel Diablo, foi lançado em 5 de Julho de 2019 e contou com três singles: "Hollywood Whore", "El Diablo", e "I Think I'm Okay" (apresentando Travis Barker e Yungblud). Ele lançou seu quinto álbum de estúdio Tickets to My Downfall em 25 de Setembro de 2020, o álbum marcou um desvio do rap em favor de um estilo mais pop punk.

Vida e carreira editar

1990–2009: Infância e início de carreia editar

Colson Baker nasceu em 22 de Abril de 1990, em Houston, filho de pais missionários. Baker e sua família se mudaram para alguns lugares do mundo e moraram em residências no exterior, do Egito para a Alemanha, bem como em cidades dos Estados Unidos, em Chicago, Denver e Cleveland. Ele se estabeleceu em Denver, junto com seu pai, depois que sua mãe saiu de casa, e os dois foram morar com uma tia de Baker. Após seu pai sofrer de depressão e desemprego, Baker sofreu bullying de outras crianças da vizinhança.[8] Ele começou a ouvir rap na sexta série, quando frequentou a escola Hamilton Middle School, uma escola com um corpo estudantil etnicamente diverso em Denver, Colorado.[9] Os três primeiros rappers que o chamaram a atenção no gênero de hip hop quando criança foram Ludacris, Eminem e DMX, com Baker ganhando interesse no gênero depois de ouvir "We Right Here" do álbum do DMX The Great Depression (2001).[10]

Após a partida de seu pai, Baker parou de frequentar a escola e começou a fazer seu nome chamando colegas de classe mais velhos. Em 2005, seu pai voltou para levá-lo ao Kuwait antes que os dois fossem forçados a voltar para os Estados Unidos, para Cleveland, onde Baker estudou na Shaker Heights High School. Enquanto frequentava a Shaker Heights High, ele convenceu o dono de uma loja de camisetas local a se tornar seu gerente, já que o dono da loja atuaria com o gerenciamento de MCs. Dado o nome artístico de Machine Gun Kelly por seus fãs devido à sua habilidade de rimar rapidamente, ele lançou a mixtape Stamp of Approval (2006). O lançamento da mixtape permitiu que sua reputação e perfil crescessem, o que o permitiu a começar a se apresentar em locais de Cleveland.

Em março de 2009, quando estava prestes a ser despejado de sua casa, Baker viajou para o Apollo Theater, no Harlem, onde obteve vitórias consecutivas, tornando-se o primeiro rapper a vencer no Apollo Theater. Ele gravou músicas em seu estúdio caseiro, que ele chamava de "Rage Cage", e começou a ganhar visibilidade quando apareceu no programa Sucker Free Freestyle da MTV2, onde fez o freestyle de vários versos de seu single "Chip off the Block". Em fevereiro de 2010, ele lançou sua segunda mixtape 100 Words and Running, de onde derivou seu bordão, "Lace Up", que começou como um interlúdio da mixtape, antes de se tornar uma referência proeminente em sua música. Apesar de sua popularidade crescente, Baker se viu trabalhando na "Chipotle Mexican Gril" para pagar seu aluguel, além de ser expulso de casa por seu pai após terminar o colegial. Baker logo também se tornou pai.

2009–2012: Contrato de gravação e Lace Up editar

 Ver artigo principal: Lace Up
 
Videoclipe de MGK, "Alice in Wonderland", 2010

Em maio de 2010, ele fez sua estreia nacional com o single "Alice in Wonderland", que foi lançada no iTunes e que teve também um videoclipe junto com a música. Que foi lançada pela Block Starz Music.[11][12][13] O single rendeu a Baker o prêmio de "Best Midwest Artist" no Underground Music Awards de 2010 e seu clipe "Alice in Wonderland" ganhou o prêmio de "Best Music Video" no Ohio Hip-Hop Awardsde 2010. Ele lançou sua segunda mixtape em novembro de 2010, intitulada Lace Up, que apresentou o hino da cidade natal "Cleveland", que foi então tocada nos jogos caseiros do Cleveland Cavaliers e que passou a tocar na Z107.9 em Cleveland. A mixtape foi gravada em três meses em 2010 durante um estouro criativo de Baker. Após o lançamento da mixtape, ele foi destaque na revista XXL em 2011.[14] Ele então apareceu na canção "Inhale" do rapper Juicy J, que também contou com Steve-O, da série de televisão Jackass, no videoclipe.

Em março de 2011, Baker participou de seu primeiro evento SXSW em Austin, Texas, e no evento, ele foi abordado por Sean Combs, que ofereceu a Baker um contrato com a gravadora Bad Boy Records, que está associada e tem seu conteúdo distribuído pela Interscope.[15] Antes do contrato, ele participou da canção "Finally Home" do rapper XV.[16] Após assinar com a Bad Boy, Baker lançou o videoclipe da música "Wild Boy", que teve participação do rapper Waka Flocka Flame e que foi produzida por GB Hitz. A dupla apareceu no programa 106 & Park, da emissora BET, para promover o single. Em meados de 2011, Baker assinou um contrato com a marca Young and Reckless Clothing. Seu primeiro EP Half Naked & Almost Famous foi lançado em 20 de março de 2012, e estreou em 46º lugar na Billboard 200 com 8.500 cópias vendidas na primeira semana. Em agosto de 2012, tinha vendido 36.500 cópias.

Baker anunciou que seu álbum de estreia se chamaria Lace Up, e teria seu lançamento previsto para 9 de Outubro de 2012. "Wild Boy" serviu como single principal para o álbum e a canção atingiu a 98º posição na Billboard Hot 100 nos EUA. Logo foi certificada como Ouro pela RIAA.[17][18] A canção "Invincible" foi lançada no iTunes em 16 de Dezembro de 2011, com participação da co-escritora e cantora Ester Dean, como o segundo single do álbum.[19] A música é apresentada em um comercial para o HTC ReZound[20] bem como a música tema oficial da WrestleMania XXVIII. WWE também usou a música para destacar John Cena em sua luta no evento, com Baker também se apresentando na WrestleMania antes do evento principal. "Invincible" também é atualmente o tema do Thursday Night Football do canal NFL. A WWE também usou a canção "All We Have" para destacar John Cena em sua revanche contra o The Rock no evento do próximo ano. Em 14 de dezembro de 2011, Baker foi nomeado o Hottest Breakthrough MC of 2011 pela MTV.[21] Em 18 de março de 2012, Baker ganhou o prêmio da MTVu Breaking Woodie[22] antes de ser destaque na capa da revista XXL como parte de sua lista anual "Top 10 Freshmen list" junto com outros rappers Macklemore, French Montana, Hopsin, Danny Brown, Iggy Azalea, Roscoe Dash, Future, Don Trip e Kid Ink.[23] Em 13 de Agosto de 2012, Baker lançou por conta própria uma mixtape intitulada EST 4 Life, que continha material antigo e gravado recentemente.[24]

Lace Up foi lançado em 9 de Outubro de 2012. O álbum contou com participações especiais de Bun B, Cassie, DMX, Ester Dean, Lil Jon, Tech N9ne, Twista, Waka Flocka Flame, Young Jeezy e Dub-O. O álbum estreou em 4º lugar na Billboard 200, com o total de 57.000 cópias vendidas na primeira semana.[25] Na segunda semana ele caiu para a posição 22, totalizando 65.000 cópias vendidas.[26] Em setembro de 2015, o álbum vendeu 263.000 cópias.[27]

2012–2013: Black Flag editar

 Ver artigo principal: Black Flag (mixtape)

No início de 2012, Baker anunciou que lançaria uma nova mixtape. Pusha T e Meek Mill foram os primeiros artistas a participar da mixtape, ambos aparecendo na faixa "Pe$o". Baker também anunciou que Wiz Khalifa fará parte da mixtape.[28] Em 18 de fevereiro de 2013, Baker anunciou o nome da mixtape como Black Flag e revelou a capa da mixtape. Ele também lançou um videoclipe para "Champions", que conta com Diddy e que possui um sample da música "We are the Champions", do grupo The Diplomats, já que o lançamento do videoclipe serviu como um vídeo promocional para Black Flag.[29] Em 26 de Junho, Baker lançou "Black Flag" sem anúncio prévio.[30] A mixtape também contou com participações de French Montana, Kellin Quinn, Dub-O, Sean McGee e Tezo.[31] Em 4 de junho de 2013, Baker postou uma foto de uma carta em suas contas de mídia social que dizia:

Este projeto é dedicado ao amor, porque por toda a minha vida ele foi tirado de mim. Certo, quando eu ganhei, eu o empurrei de volta. Eu não pude lidar com isso. Isso foi até que eu experimentei a perda do amor pelo que eu mais amo fazer: música. Essa era a única coisa pela qual valia a pena lutar, ainda mais - então pelo [doente] amor do meu pai. Eu encontrei esse amor novamente. E planejo nunca me render. Encontre o que você ama e lute!! Black Flag.[32]

2014–2016: General Admission editar

 Ver artigo principal: General Admission
 
MGK se apresentando em Pittsburgh em março de 2013

Após o lançamento de Black Flag, surgiram rumores de que Baker havia começado a trabalhar em seu segundo álbum de estúdio. Em janeiro de 2014, ele confirmou que estava trabalhando nos estágios iniciais do álbum, com 2015 sendo o ano previsto para o lançamento.[33] Em 5 de Janeiro de 2015, Baker lançou a música "Till I Die", que foi lançada com um videoclipe em sua conta da VEVO. Meses depois, um remix de "Till I Die" com o grupo de hip-hop Bone Thugs-n-Harmony foi confirmado e lançado em 5 de Junho de 2015. A música foi lançada pela WorldStarHipHop e teve participações de French Montana, Yo Gotti e Ray Cash. Em 18 de maio de 2015, o videoclipe de outra música, intitulada "A Little More", foi lançado, com o single tendo participação da cantora Victoria Monét. Baker logo teve uma entrevista com a MTV, descrevendo o motivo pelo qual ele escreveu "A Little More". Declarando na entrevista: "As pessoas sempre me procuravam depois do primeiro álbum e muitos dos meus amigos em casa disseram que 'precisávamos de algo para as ruas' e então eu fiz Till I Die. Meses depois, quando eu olho para o vídeo [de Till I Die] eu [fico] tipo 'Ok, ele está na prisão, ele foi baleado, ele está morto, ele delatou' e eu chego ao ponto de pensar que isso é triste e eu escrevi a música para descrever como vejo o mundo como uma pessoa muito madura". Ele também atualizou o status de seu segundo álbum de estúdio, dizendo que o álbum está concluído e afirmando que o álbum seria "mais lírico e [seria] estilisticamente [influenciado] por hip-hop, mas musicalmente, e sonoramente, [conteria] mais instrumentação ao vivo."[34]

Seguindo a afiliação anterior de Baker com a empresa, ele fez um retorno ao WWE Raw em 15 de junho de 2015, em um episódio de show. O show foi apresentado na cidade natal de Baker, Cleveland, e Baker apareceu como um convidado no show, performando "Till I Die" e "A Little More". Quando ele terminou de se apresentar, ele foi atacado pelo lutador da WWE Kevin Owens em um enredo. O ataque foi devido à conexão anterior de Baker com o rival de Owens, John Cena. Baker logo anunciou uma turnê nacional que começaria no verão de 2015, viajando pelos Estados Unidos do início de julho ao início de setembro, com 31 datas planejadas ao longo de dois meses.

Em 25 de Junho, Baker lançou o título de seu segundo álbum como General Admission, com lançamento previsto para o final de Setembro de 2015.[35] Em 23 de Julho de 2015, Baker lançou Fuck It, uma mixtape de 10 faixas contendo músicas que não fariam parte do álbum General Admission. A mixtape foi supostamente lançada por Baker independentemente, por conta do atraso que a gravadora Bad Boy estava tendo com o lançamento de General Admission. Em 10 de setembro de 2015, Baker anunciou a data de lançamento e a arte do álbum General Admission, informando que o álbum seria lançado em 16 de Outubro daquele ano. General Admission foi lançado na data descrita, e estreou em 4º lugar na Billboard 200, com o total de vendas da primeira semana sendo de 56.000 unidades; vendeu 49.000 cópias em sua primeira semana, com o restante de seu total de unidades refletindo a atividade de streaming do álbum e as vendas das canções. O álbum também estreou em primeiro lugar no Top R&B/Hip-Hop Albums da Billboard.

2016–2018: Bloom e Binge editar

 
Baker se apresentando na RiP em 2019

Em fevereiro, Baker apareceu no Fastlane, que foi apresentado na Quicken Loans Arena no centro de Cleveland. Baker lançou "Bad Things" no final de 2016,[36] um single em conjunto com a cantora Camila Cabello, que alcançou a 4ª posição na Billboard Hot 100 dos EUA.[37]

Baker faria a abertura da turnê norte-americana do Linkin Park, One More Light Tour, antes que a turnê fosse cancelada devido ao suicídio do vocalista do Linkin Park Chester Bennington.[38] Baker posteriormente prestaria homenagem a Bennington lançando um cover acústico da música do Linkin Park "[[Numb (canção de Linkin Park) |Numb]]".[39]

Em 3 de Setembro de 2018, Baker lançou a música "Rap Devil". A música foi uma resposta à diss de Eminem, "Not Alike", de seu álbum Kamikaze. Fazendo uma paródia com o single "Rap God" do próprio Eminem, a faixa acusa Eminem de tentar colocar de lado a carreira de Baker após um comentário que Baker fez em 2012 sobre a filha adolescente de Eminem, Hailie. Baker declarou publicamente em sua conta no Twitter que na faixa de resposta ele estava "defendendo não apenas eu mesmo, mas minha geração. [Estou] fazendo a mesma merda que você fazia na sua época."[40] "Rap Devil" liderou o iTunes em 10 de Setembro de 2018.

Em 14 de setembro de 2018, Eminem respondeu a "Rap Devil" com sua própria diss, "Killshot".[41]

Em 21 de Setembro de 2018, Baker lançou o EP Binge, que teve na primeira semana as vendas foram de 21.519 unidades e estreou em 24ª na Billboard 200.[42][43]

2019–presente: Hotel Diablo, Tickets to My Downfall e Mainstream Sellout editar

Em Abril de 2019, a Billboard relatou que o próximo álbum de Baker seria intitulado Hotel Diablo. O primeiro single, "Hollywood Whore", foi lançado em 17 de maio de 2019. O segundo single, "El Diablo", foi lançado em 31 de maio de 2019. Em 7 de Junho de 2019, Baker lançou o terceiro single, "I Think I'm Okay", com participação de Yungblud e Travis Barker. Hotel Diablo foi lançado em 5 de Julho de 2019.[44]

Em 9 de Julho de 2019, ele lançou o videoclipe oficial de "Candy" com a participação de Trippie Redd.[45]

Ele lançou o single final, "Glass House" com participação de Naomi Wild no mesmo dia.[46] O álbum estreou em 5º lugar na Billboard 200, tornando-se seu quarto álbum a estar entre as dez primeiras posições.[47]

Em dezembro de 2019, Baker começou a falar sobre um projeto com a produção de Travis Barker, e mais tarde foi revelado que o álbum teria um tema pop punk. Em 14 de Janeiro de 2020, Baker anunciou o título do projeto como Tickets to My Downfall, com lançamento previsto para 25 de Setembro de 2020.[48] Três singles foram lançados antes do lançamento do álbum - "Bloody Valentine", "Concert for Aliens" e "My Ex's Best Friend".[49]

Também em agosto de 2020, Baker abriu sua própria cafeteria chamada 27 Club Coffee em sua cidade natal, Cleveland, Ohio.

Carreira de ator editar

Baker fez sua estreia no cinema em Beyond the Lights (2014), um drama romântico no qual interpretou um rapper "superficial e presunçoso" chamado Kid Culprit.[50] Em 2016, ele participou de mais quatro filmes de vários gêneros, incluindo The Land, um drama ambientado em Cleveland produzido por seu colega rapper Nas.[51] No mesmo ano, ele teve um papel recorrente na série de drama/comédia Roadies, como Wes, um ex-roadie do Pearl Jam.[52] Ele interpretou Felix no filme da Netflix Bird Box (2018), e interpretou o baterista Tommy Lee em The Dirt, um drama da Netflix de 2019 sobre a banda Mötley Crüe.[53] Seu filme lançado mais recentemente é Big Time Adolescence, que estreou no Festival de Cinema de Sundance em 2019. Baker também participou de dois episódios do Wild 'n Out da MTV em 2013 e 2017.

Vida pessoal editar

Baker tem uma filha nascida em 2009.[54]

Baker fala abertamente sobre o uso de cannabis e afirmou em muitas entrevistas que fuma diariamente, descrevendo-o como uma "fonte de felicidade e uma maneira para as pessoas poderem sentir um pouco mais de amor [por direito próprio]". Ele frequentemente faz referências à cannabis em letras de suas músicas, tornando-a uma vanguarda tanto de seu rap quanto de seu caráter pessoal.[55]

Baker cita DMX e Eminem como influências musicais, bem como ouvir ter ouvido bandas de rock como Guns N 'Roses e Blink-182 durante sua juventude. Baker cita os últimos artistas de rap e rock como grandes influências musicais.[56] Em uma entrevista discutindo sua colaboração com DMX, Baker chamou o rapper de seu ídolo. Ele também afirmou que a música de DMX o ajudou em seus problemas enquanto crescia, especialmente quando sofria bullying.[57]

Em relação à sua filosofia política, Baker se identifica como um anarquista.[58]

Desde Junho de 2020, ele está namorando a atriz Megan Fox.[59]

No dia 9 de junho de 2022, entrou em uma polêmica ao ser visto usando um brinco de seringa contendo sangue e com uma pedra na ponta na estreia do filme Taurus, durante o Festival de Tribeca. Em fevereiro de 2021, ele já havia afirmado que usava um colar onde o pingente continha o sangue de Megan Fox. Em janeiro de 2022, durante o anúncio de seu noivado, já haviam admitido que bebiam sangue um do outro. Também, a atriz já afirmou em abril para a revista Glamour que eles bebiam ocasionalmente algumas gotas de sangue um do outro em rituais.[60]

Discografia editar

Álbuns de estúdio

Filmografia editar

Cinema editar

Ano Título Papel Notas
2014 Beyond the Lights Kid Culprit
2016 Punk's Dead: SLC Punk 2 Crash
Nerve Ty
Viral CJ
The Land Slick
2018 Bird Box Felix
2019 Big Time Adolescence Nick
Captive State Jurgis
The Dirt Tommy Lee
2020 Ray Jr's Rent Due Ele mesmo
The King of Staten Island Proprietário de uma Loja de Tatuagem
Project Power Newt
2021 Downfalls High Narrador
Midnight in the Switchgrass Calvin
The Last Son Cal / Lionel
2022 Good Mourning London
Machine Gun Kelly's Life in Pink Ele mesmo Documentário
One Way Freddy Sullivan / Alfredo

Televisão editar

Ano Título Papel Notas
2016 Roadies Wesley 10 episódios
2023 Bupkis Ele mesmo Episódio: "Show Me the Way"
Dave Episódio: "Met Gala"

Prêmios e indicações editar

American Music Awards editar

Ano Trabalho nomeado Categoria Resultado Ref(s)
2022 Machine Gun Kelly Artista de Rock Favorito Venceu [62]
Mainstream Sellout Álbum de Rock Favorito Indicado

Billboard Music Awards editar

Ano Trabalho nomeado Categoria Resultado Ref(s)
2017 "Bad Things" (compartilhado c/ Camila Cabello)
Top Rap Collaboration
Indicado

iHeartRadio Music Awards editar

Ano Trabalho nomeado Categoria Resultado Ref(s)
2018 "Say You Won't Let Go" (com Camila Cabello)
Best Cover Song
Indicado [64]

MTV Europe Music Award editar

Ano Trabalho Nomeado Categoria Resultado Ref(s)
2012 Machine Gun Kelly US Artist About To Go Global Venceu [65]

MtvU Woodie Awards editar

Ano Trabalho Nomeado Categoria Resultado Ref(s)
2012 Machine Gun Kelly Breaking Woodie Venceu [66]
2013 Woodie of the Year Venceu [67]

Ohio Hip Hop Awards editar

Ano Trabalho Nomeado Categoria Resultado Ref(s)
2009 Machine Gun Kelly Best Live Performer Venceu [68]
2010 Venceu [69]
"Alice in Wonderland" Best Music Video Venceu
2011 Machine Gun Kelly Best Mixtape Artist Venceu [70]
"Lace Up" Best Mixtape Venceu
Machine Gun Kelly Best Male Artist Venceu
"Cleveland" (com Dubo) Video of the Year Venceu
2012 Machine Gun Kelly Best National Artist Venceu [71]
"Rage Pack" Best National Mixtape/Album Indicado
"Police" (com Pooh Gutta) Best Collaboration Venceu
2014 Machine Gun Kelly National Noise Maker Venceu [72]
"Mind of a Stoner" (com Wiz Khalifa) Best National Music Video Venceu
"Breaking News" Best National Music Video Indicado
"Mind of a Stoner" (com Wiz Khalifa) Best National Collaboration Venceu

Radio Disney Music Awards editar

Ano Trabalho nomeado Categoria Resultado Ref(s)
2017 "Bad Things" (com Camila Cabello) Best Collaboration Venceu [73]

MTV Video Music Awards editar

Ano Trabalho nomeado Categoria Resultado Ref(s)
2020 "Bloody Valentine" Best Alternative Venceu [73]
2021 "My Ex Best Friend feat Blackbear" Venceu [74]

Referências editar

  1. «Listen to Machine Gun Kelly go pop-punk on new song 'Why Are You Here'». NME Music News, Reviews, Videos, Galleries, Tickets and Blogs | NME.COM (em inglês). 19 de Dezembro de 2019. Consultado em 15 de Setembro de 2020 
  2. «21. Machine Gun Kelly – The Best 25 Rappers 25 And Under». Complex. 14 de Junho de 2012. Consultado em 15 de Setembro de 2020 
  3. Abramovitch, Seth; Abramovitch, Seth (10 de dezembro de 2021). «Why Colson Baker Ditched 'Machine Gun Kelly' Name for Acting: "I Don't Feel Like Being 'Inception' in a Person"». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 20 de novembro de 2022 
  4. Machine Gun Kelly (16 de Março de 2017). «figured I'd post this to end the years of seeing people debate what my actual name is. so uh, hello, I'm Colson Baker.». Instagram. Consultado em 15 de Setembro de 2020. Arquivado do original em 22 de abril de 2019 
  5. Thomas, Fred. «Machine Gun Kelly Biography». AllMusic. Consultado em 15 Setembro de 2020 
  6. FunkWorm (23 de Janeiro de 2012). «How They Came Up: The Machine Gun Kelly Story». Indie Hip Hop. Consultado em 15 de Setembro de 2020 
  7. «Songwriter/Composer: Baker, Richard Colson». Broadcast Music Inc. Consultado em 15 de Setembro de 2020 
  8. «Machine Gun Kelly: My Life». machinegunkelly.com. 22 de Abril de 2011. Consultado em 15 de Setembro de 2020. Cópia arquivada em 3 de Novembro de 2013 
  9. Cleveland's own MGK is riding a wave of 'raging' rap. The Plain Dealer. Retrieved 24 de Agosto de 2011.
  10. «Nardwuar vs. Machine Gun Kelly». YouTube. Consultado em 15 de Setembro de 2020 
  11. Twista, Shawnna, Big Sean & Rhymfest Join Forces On "Midwest Block Starz" | Hot 107.5. Hothiphopdetroit.com (April 8, 2010). Retrieved 9 de Outubro de 2012.
  12. iTunes – Music – Alice In Wonderland by Machine Gun Kelly. iTunes Store.com (August 11, 2010). Retrieved9 de Outubro de 2012.
  13. Machine Gun Kelly – Alice In Wonderland. YouTube. Retrieved 9 de Outubro de 2012.
  14. "Who Can Get Busy": XXL’s Feature On the Growing Trend of White Rappers April 2011 Magazine Excerpt. Xxlmag.Com. Retrieved 24 de Agosto de 2011.
  15. Video: Machine Gun Kelly – Naked & Almost Famous (Ep.1) Arquivado em 2011-07-24 no Wayback Machine. The Source (20 de Março de 2011). Retrieved 24 de Agosto de 2011.
  16. New Music: XV x Machine Gun Kelly "Finally Home". Rap Radar (22 de Fevereiro de 2011). Retrieved 24 de Agosto de 2011.
  17. «Billboard.com: Hot 100». Billboard. Consultado em 15 de Setembro de 2020 
  18. iTunes Store. Retrieved 9 de Outubro de 2012.
  19. iTunes Store. Retrieved 9 de Outubro de 2012.
  20. MGK "Tears Up" Verizon Commercial. Rap Radar (November 17, 2011). Retrieved October 9, 2012.
  21. Machine Gun Kelly Named MTV 'Hottest Breakthrough MC Of 2011'. Baller Status. Retrieved December 15, 2011.
  22. Machine Gun Kelly wins MTVu Breaking Woodie 2012. MTV. Retrieved March 19, 2012.
  23. «And XXL's 2012 Freshmen are…». 2DopeBoyz. 28 de Fevereiro de 2012. Consultado em 15 de Setembro de 2020 
  24. Martin, Andrew (13 de Agosto de 2012). «Mixtape: Machine Gun Kelly Presents "EST 4 Life"». Complex. Consultado em 31 de Agosto de 2012 
  25. Caulfield, Keith (17 de Outubro de 2012). «Macklemore & Ryan Lewis Score Top Billboard 200 Debut, Mumford Still No. 1». Billboard. Nielsen Business Media. Consultado em 17 de Outubro de 2012 
  26. «Hip Hop Album Sales: The Week Ending 10/21/2012». HipHop DX. Consultado em 24 de Outubro de 2012. Cópia arquivada em 23 de Novembro de 2012 
  27. «Upcoming Releases». Hits Daily Double. HITS Digital Ventures. Cópia arquivada em 17 de Setembro de 2015 
  28. «Machine Gun Kelly's Next Single Will Feature Meek Mill and Pusha T [Video] – XXL». Xxlmag.com. 28 de Janeiro de 2013. Consultado em 25 de Agosto de 2013 
  29. Horowitz, Steven J (18 de Fevereiro de 2013). «Machine Gun Kelly Announces 'Black Flag' Mixtape, Reveals Cover Art». HipHopDX. Consultado em 25 de Fevereiro de 2013. Cópia arquivada em 24 de Fevereiro de 2013 
  30. «Machine Gun Kelly 'Black Flag'». Complex. 26 de Junho de 2013. Consultado em 25 de Agosto de 2013 
  31. «Machine Gun Kelly 'Black Flag' (Artwork & Tracklist) – XXL». Xxlmag.com. 11 de Junho de 2013. Consultado em 25 de Agosto de 2013 
  32. «This project is dedicated to...». Instagram.com. 4 de Junho de 2013. Consultado em 28 de Junho de 2013 
  33. HipHopDX (January 23, 2014). "MGK Says He's Scared To Listen To Eminem's "MMLP2"" Arquivado em 2014-12-31 no Wayback Machine. HipHopDX.
  34. «Machine Gun Kelly talks directing his 'A Little More' music video and updates the status of his new album». MTV. 18 de Maio de 2015. Consultado em 23 de Maio de 2015 
  35. «album number two. #GeneralAdmission». MGK. 25 de Junho de 2015. Consultado em 26 de Junho de 2015 
  36. «Machine Gun Kelly & Camila Cabello Team Up for 'Bad Things' Single: Exclusive Cover Art». Billboard. 11 de Outubro de 2016. Consultado em 11 de Outubro de 2016 
  37. Trust, Gary (30 de Janeiro de 2017). «Migos Hold Atop Hot 100, Alessia Cara Hits Top 10». Billboard. Consultado em 31 de Janeiro de 2017 
  38. Ralph, Caitlyn (2 de Maio de 2017). «Linkin Park announce tour with Machine Gun Kelly and One Ok Rock». Alternative Press. Consultado em 24 de Maio de 2017 
  39. Findlay, Mitch. «Machine Gun Kelly Pays Tribute To Chester Bennington With "Numb" Cover». Hotnewhiphop. Consultado em 29 de Julho de 2017 
  40. Peters, Mitchell (3 de Setembro de 2018). «Machine Gun Kelly Fires Back at Eminem With Scorching Diss Track 'Rap Devil'». Billboard. Consultado em 5 de Setembro de 2018 
  41. Lamarre, Carl (14 de Setembro de 2018). «Eminem Fires Back at Machine Gun Kelly With Blistering Diss Record 'Killshot'». Billboard. Consultado em 15 de Setembro de 2018 
  42. «Machine Gun Kelly's "Binge" EP Album Sales Fail To Capitalize On Eminem Beef». HipHopDX. Consultado em 30 de Setembro de 2018 
  43. «MGK's "Binge" EP Does Underwhelming Numbers In First Week Sales». HotNewHipHop. Consultado em 30 de Setembro de 2018 
  44. «Read about Kelly's fourth album title Hotel Diablo». Billboard. Consultado em 12 de Junho de 2019 
  45. «Machine Gun Kelly Feat. Trippie Redd: Candy». IMDB. 9 de Julho de 2019 
  46. «Glass House [Explicit] [feat. Naomi Wild] by Machine Gun Kelly on Amazon ... - Amazon UK». Amazon. Consultado em 16 de Julho de 2019 
  47. Caulfield, Keith (14 de Julho de 2019). «'Revenge of the Dreamers III' Debuts at No. 1 on Billboard 200 Albums Chart». Billboard. Consultado em 15 de Julho de 2019 
  48. Johnson, Josh (7 de Agosto de 2020). «Machine Gun Kelly shares another new 'Tickets to My Downfall' song, "My Ex's Best Friend"». ABC News Radio. Consultado em 7 de Agosto de 2020 
  49. https://www.altpress.com/news/machine-gun-kelly-blackbear-2020-collab/
  50. «Machine Gun Kelly's debut film, 'Beyond the Lights,' suffers from predictability». Cleveland.com. 12 de Novembro de 2014. Consultado em 23 de Setembro de 2018 
  51. Kaufman, Gil (20 de Maio de 2016). «Watch Machine Gun Kelly in Trailer For Nas-Produced Skater Film 'The Land'». Billboard. Consultado em 23 de Setembro de 2018 
  52. Snierson, Dan (13 de Julho de 2016). «Roadies: Eddie Vedder to guest on Showtime series». Entertainment Weekly. Consultado em 23 de Setembro de 2018 
  53. Smith, Troy L. (12 de Março de 2018). «Here's what Machine Gun Kelly looks like as Tommy Lee in 'The Dirt'». Cleveland.com. Consultado em 23 de Setembro de 2018 
  54. https://www.instagram.com/p/CDCyGlwpm0N/?igshid=1k6xsq181uhfr
  55. «MGK Smoked A Pound of Weed For This Interview». BroBible.com. 1 de Janeiro de 2010. Consultado em 30 de Maio de 2015 
  56. «Machine Gun Kelly's 30 favorite albums». Complex. 30 de Setembro de 2012. Consultado em 27 de Junho de 2015 
  57. «EXCLUSIVE: Machine Gun Kelly Says DMX'S Music Helped Him Against Bullying Growing Up». AllHipHop.com (em inglês). Consultado em 21 de Dezembro de 2019 
  58. «MGK Doesn't Believe In The Government». 2 de Setembro de 2012. Consultado em 5 de Dezembro de 2016 
  59. «Machine Gun Kelly Confirms Relationship With Megan Fox». 17 de Junho de 2020. Consultado em 17 de Junho de 2020 
  60. «Noivo rapper de Megan Fox usa brinco de seringa com sangue». F5. 10 de junho de 2022. Consultado em 11 de junho de 2022. Cópia arquivada em 11 de junho de 2022 
  61. Campbell, Rachel (14 de Janeiro de 2020). «Machine Gun Kelly Reveals Travis Barker-Produced Pop-Punk Album Name». Alternative Press. Consultado em 15 de Janeiro de 2020 
  62. Atkinson, Katie; Atkinson, Katie (21 de novembro de 2022). «Here Are All the 2022 AMAs Winners (Updating)». Billboard (em inglês). Consultado em 21 de novembro de 2022 
  63. «Drake, The Chainsmokers Lead Nominees for the 2017 Billboard Music Awards». billboard.com. Consultado em 2 de Junho de 2017 
  64. Aniftos, Rania (10 de Janeiro de 2018). «Rihanna, Ed Sheeran & Bruno Mars Lead iHeartRadio Music Awards 2018 Nominees». Billboard. Consultado em 19 de Junho de 2018 
  65. «MTV EMA 2012 Complete Winners List». mtv.com. Consultado em 2 de Junho de 2017 
  66. «MGK Thanks Fans For Breaking Woodie Win - MTV». MTV. Consultado em 2 de Junho de 2017 
  67. «mtvU Woodie Awards 2013 Winners List». mtv.com. Consultado em 2 de Junho de 2017 
  68. «Ohio Hip Hop Awards». ohiohiphopawards.com. Consultado em 2 de Junho de 2017 
  69. «Ohio Hip Hop Awards». ohiohiphopawards.com. Consultado em 2 de Junho de 2017 
  70. «Ohio Hip Hop Awards». ohiohiphopawards.com. Consultado em 2 de Junho de 2017 
  71. «Ohio Hip Hop Awards». ohiohiphopawards.com. Consultado em 2 de Junho de 2017 
  72. «Ohio Hip Hop Awards». ohiohiphopawards.com. Consultado em 2 de Junho de 2017 
  73. a b «Radio Disney Music Awards 2017 Winners: The Complete List». eonline.com. Consultado em 2 de Junho de 2017 
  74. Childers, Chad (12 de setembro de 2021). «Machine Gun Kelly Wins Best Alternative Video for 'My Ex's Best Friend' at 2021 MTV Video Music Awards». Loudwire (em inglês). Consultado em 20 de novembro de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 

Ligações externas editar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Machine Gun Kelly