Abrir menu principal


Malanje
Localidade de Angola Angola
(província)
Angola Provinces Malanje 250px.png

província de Malanje
Dados gerais
Gentílico Malanjinho
Província Malanje
Município(s) Cacuso, Caombo, Kalandula, Cambundi-Catembo, Cangandala, Kiwaba Nzogi, Cunda-Dia-Baze, Luquembo, Malanje, Marimba, Massango, Mucari, Quela e Quirima
Características geográficas
Área 98.302 km²
População 998.000 hab.
Altitude 500 m a 1500 m
Clima Seco
Temperatura 20°C a 25°C

Malanje está localizado em: Angola
Malanje
Localização de Malanje em Angola
9° 32' 00" S 16° 21' 00" E{{{latG}}}° {{{latM}}}' {{{latS}}}" {{{latP}}} {{{lonG}}}° {{{lonM}}}' {{{lonS}}}
Projecto Angola  • Portal de Angola

Malanje (por vezes erroneamente grafada Malange) é uma província de Angola. Tem uma área de 98 302 km² e uma população de aproximadamente 998 000 habitantes. A cidade de Malanje é a capital da província. É constituída pelos municípios de Cacuso, Caombo, Kalandula, Cambundi-Catembo, Cangandala, Cuaba Nzogo, Cunda-Dia-Baze, Luquembo, Malanje, Marimba, Massango, Mucari, Quela e Quirima.

Índice

HistóriaEditar

A palavra Malanje, vem do contexto kimbundu antigo que significa "as pedras" (MA-LANJI).

Versões sobre surgimento do nome Malanje:

1ª versãoEditar

Antes da colonização portuguesa, o rio Malanje era conhecido como rio Kadianga ou Carianga, para os portugueses. Ao chegarem na região de Malanje, os portugueses atravessaram um rio, como na época não existiam pontes, os portugueses tinham que passar pelos rios em cima de pedras. Após atravessar o rio, os portugueses viram moradores locais. Assim, eles perguntaram qual era o nome do rio e os moradores (que não compreendiam a língua portuguesa na época) responderam "Ma-lanji Ngana" (são pedras, Senhor).

2ª versãoEditar

Uma expedição portuguesa, liderada por Rodrigues Graça (1843), chegou às margens no rio Kadianga e encontraram 3 mulheres locais. Então os portugueses perguntaram o que as moradoras locais estava a fazer e elas responderam "Estamos moendo mandioca". Os europeus ficaram encantados com a quantidade de mulheres e perguntaram sobre os homens da região, então elas responderam em kimbundu: "Mala hanji", que significa: "Também há homens."

3ª versãoEditar

Os portugueses enviaram emissários aos soba (mwen'exi) locais com o objectivo de prevenir que eles tivessem que usar a força para ocupar a região. Quando um dos emissários foi dar a mensagem ao soba local, ele respondeu: "Malagi?", em português: "São malucos?"

EconomiaEditar

Malanje é subdividida em três zonas Geo-Económicas, são elas: O planalto de Malanje, a Baixa de Kassanji e a Zona do Luando. A sua vegetação é composta de florestas, savanas e o misto de floresta-savana e balcedo-savana. Em relação aos mineiras, são encontrados os seguintes tipos: diamantes, calcário, urânio e fosfatos.

Malanje é uma província essencialmente agrícola, destacando-se pela produção das seguintes culturas: mandioca, arroz, algodão, milho, batata-doce, ginguba, girassol, feijão, soja e hortícolas. Apesar disso, Malanje possui uma pequena indústria, no qual são fabricados materiais de construção, produtos voltados para a alimentação e tabacos. Já na pecuária, destaca-se por possuir gado bovino, caprino, suíno e ovino.

Outra fonte substancial de renda vem da produção energética da Central Hidroelétrica de Capanda.

EducaçãoEditar

Malanje tem uma Faculdade de Medicina (é a primeira da província e fica localizada na capital), que surgiu como extensão da Universidade Lueji A'Nkonde[1], que está sediada no Dundo. Malanje também tem um Instituto Médio Agrário, denominado Instituto Médio Agrário de Malanje, localizado na comuna do Quéssua. E também com duas escolas de professores do futuro para o ensino médio e primário que é a EPF na comuna do Lombe município de Cacuso que fica 25km da cidade de Malanje, também tem uma escola técnica de saúde que é o IMS.

GeografiaEditar

A província situa-se no norte de Angola e a sua altura varia de 500m a 1500m em relação ao nível do mar. O clima é seco e varia de 20°C à 25°C.

TurismoEditar

A província é conhecida principalmente por possuírem as grandes Palancas Negras, animais símbolo de Angola, elas estão localizadas no Parque Nacional de Cangandala.

Outros pontos importantes de Malanje são as famosas Pedras Gigantes de Pungo Andongo e as Quedas do Kalandula.

As Quedas do Kalandula são as segundas maiores de toda a África e ficam localizadas no município do Kalandula.

Referências

  1. Exibir biografia do autor - RD Ferramentas de Leitura
Web
Bibliográficas
  • SANTOS, Egídio Sousa. "A Cidade de Malanje na História de Angola”, Editorial Nzila, Angola, 2005
  Este artigo sobre geografia de Angola, integrado no Projecto Angola, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.