Malique Jaã Canum, Made e Olia

política iraniana

Malique Jaã Canum, Made e Olia (em farsi: 'ملک جهان خانم، مهدِ عُلیا, lit. 'Malek Jahan Khanom, Mahd-e Olia'; 26 de fevereiro de 1805 - 2 de abril de 1873), nascida Malique Jaã Canum Cajar Govanlu (Malek Jahan Khanom Qajar Ghovanloo), foi uma princesa persa da dinastia Cajar, esposa do xá da Pérsia Maomé Xá Cajar (r. 1834–1848) e mãe de Naceradim Xá Cajar. Era neta de Fate Ali Xá Cajar e prima de seu marido. Foi xabanu (rainha) do Império Cajar de 5 de setembro até 5 de outubro de 1848, entre a morte de seu marido e a ascensão ao trono de seu filho. Mas como rainha-mãe e exerceu muita influência política durante o reinado de seu filho de 1848 até sua morte em 1873. É descrita como uma personagem politicamente forte.[1][2]

Malique Jaã Canum, Made e Olia
Rainha da Pérsia
Reinado 1848
Consorte Maomé Xá Cajar
Antecessor(a) Maomé Xá Cajar
Sucessor(a) Naceradim Xá Cajar
Dinastia Cajar
Nascimento 26 de fevereiro de 1805
  Teerã, Pérsia
Morte 2 de abril de 1873
  Teerã, Pérsia

Referências

  1. «Iran Heads of State». www.guide2womenleaders.com. guide2womenleaders.com. 13 de setembro de 2013. Consultado em 16 de março de 2017 
  2. «Women in power 1840-70». www.guide2womenleaders.com. guide2womenleaders.com. Consultado em 16 de março de 2017