Malhada

município do Estado da Bahia, Brasil

Malhada é um município brasileiro do estado da Bahia. O município esta localizado na região sudoeste da Bahia. Sua população estimada em 2018 era de 17.375 habitantes. Malhada é a 1º cidade Baiana a receber as águas do rio São Francisco.

Malhada
  Município do Brasil  
Símbolos
Brasão de armas de Malhada
Brasão de armas
Hino
Apelido(s) "Terra do algodão"
Gentílico malhadense
Localização
Localização de Malhada na Bahia
Localização de Malhada na Bahia
Mapa de Malhada
Coordenadas 14° 20' 09" S 43° 46' 26" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Municípios limítrofes Norte: Bom Jesus da Lapa;Sul: Minas Gerais; Leste: Palmas de Monte Alto; Oeste: Serra do Ramalho (Bahia) e Carinhanha
Distância até a capital 781 km
História
Fundação 1963 (58 anos)
Aniversário 7 de abril
Administração
Distritos
Prefeito(a) Gimmy Everton Mouraria Ramos[1] (PT, 2021 – 2024)
Vereadores 11
Características geográficas
Área total [2] 2 138,093 km²
População total (IBGE/2010[3]) 17 375 hab.
Densidade 8,1 hab./km²
Clima semi-árido (BSwH)
Altitude 433 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 46440-000
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [4]) 0,575 baixo
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 105,559,508 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 6 582,21
Outras informações
Padroeiro(a) Santa Cruz
Sítio malhada.ba.gov.br (Prefeitura)

HistóriaEditar

Malhada teve sua origem do nome ao fato de que ali era um lugar de descanso de Gado. Em 1712 pela primeira vez entrou nas suas terras o homem civilizado que foi o famoso Bandeirante Manoel Nunes Viana, vencedor implacável dos paulistas na Guerra dos Emboabas no Capão da traição,que vencendo a resistência dos índios, fixou-se no local desenvolvendo a criação de gado. “Manoel Nunes Vianna, chefe emboaba, foi Senhor e régulo da Tabua e Procurador de D. Isabel de Brito, da Casa da Ponte. Tendo se fixado à margem dessa rica corrente comercial na sua posição fortificada da Tabúa, para dirigir, com energia, inteligência e agudo instinto de lucro, os acontecimentos de que se fez centro e chefe. Na fazenda da Tabua, região do Escuro, no Rio Carinhanha, Manoel Nunes exerceu, nos acontecimentos históricos do período, ação vigorosa e decisiva e se reservou, assim, relevante papel na vida política da Colônia”.

Ponto de descanso e travessia de boiadas para o Estado de Minas Gerais, formou-se o Povoado denominado Malhada (pouso de gado) elevando-se à Vila em 1931. Em 8 de junho de 1931, através do Decreto Estadual nº 7.479 passa o povoado a categoria de Distrito de Carinhanha. com o Topônimo de Malhada. A sua emancipação se verificou em 29 de novembro de 1961 através do Decreto Lei nº 1.563

Formação AdministrativaEditar

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, figura no município de Carinhanha o distrito de Malhada.  Em divisões territoriais datadas de 31 de julho de 1936 e 31 de julho de 1937, o distrito de Malhada permanece no município de Carinhanha.  Assim permanecendo em divisão territorial datada de primeiro de julho de 1960.

O distrito foi elevado à categoria de município com a denominação de Malhada, pela lei estadual nº 1563, de 29 de novembro de 1961, desmembrando- se de Carinhanha, com Sede no antigo distrito de Malhada; constituído de 3 distritos (Malhada, Iuiu e Parateca ), todos desmembrados de Carinhanha e Instalados em  07 de abril de 1963.

Em divisão territorial datada de 31 de julho de 1963, o município é constituído de três (3) distritos: Malhada, Iuiu e Parateca; Conservando assim a divisão territorial datada de 1988.

Pela lei estadual nº 4833, de 24 de fevereiro de 1989, desmembra- se do município de Malhada o distrito de Iuiu; sendo este último  elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1993, o município é constituído de dois distritos (Malhada e Parateca).  Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1995.

Pela lei municipal nº 019, de 22 de setembro de 1993, é criado o distrito de Canabrava e anexado ao município de Malhada. Em divisão territorial datada de 2001, o município é constituído de três distritos: Malhada, Canabrava e Parateca; assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Na atualidade, o município é composto de três distritos, sendo a cidade de Malhada designada sede, Canabrava e Parateca como distritos rurais os quais aglomeraram outros povoados emergentes, tais como: Ilha de Zezé, Serra de João Alves, Esperança, Papaconha, Riachão, Fundão e Caatinga seca, com papel relevante no que diz respeito à formação geográfica, demográfica e econômica.

GeografiaEditar

Vegetação, clima e hidrografiaEditar

 
Malhada vista a noite do balneário Pontal

Com a extensão territorial de 2. 138,093 km² , o município esta localizado no Centro Sul Baiano, na região sudoeste da Bahia.

Seu clima é frio no verão e em quase todos os meses do ano, constatando pela alta pluviosidade e sua temperatura média é de 25 C. A exploração predatória do carvão vegetal oriundo da vegetação nativa tem reduzido drasticamente as matas da nativas da região. Malhada tem um potencial econômico muito grande devido a sua localização geográfica estar localizado na Bacia do Rio São Francisco e do Rio Verde Grande, além disso possui várias lagoas sendo as principais Lagoa do Mocambo, Lagoa da Samba e Lagoa da Cruz.

  • RPPN Fazenda Retiro está localizada no município de Malhada e possui 3.000 hectares de área, onde as aves migram do Pantanal Mato Grossense, tornando a Caatinga em um verdadeiro berçário

EconomiaEditar

O pilar deste município é a pesca a agricultura e a pecuária.

Mas nos últimos anos a agricultura esta a desejar, pois o forte mesmo era a plantação de algodão, localizado na região do distrito de Canabrava que se configura como a região de maior dinamismo econômico do município, mas com o surgimento de insetos devoradores principalmente o bicudo, o ouro branco esta dando lugar para outros tipos de plantações que antes não existia.

O distrito de Canabrava hoje se configura como um dos mais evoluídos da região. Apresenta a segunda maior concentração urbana, e segundo maior colégio eleitoral. Canabrava ainda conta com uma usina de beneficiamento de algodão vários estabelecimentos comerciais, fazendo uma movimentação financeira grande nesse local.

A pecuária vem mostrando um grande avanço na região, tanto na criação de suíno, caprino, gado de corte e leiteiro.

 
Ponte sob o rio São Francisco

O comércio aos poucos vem evoluindo, e já tem uma participação de mais de 52% no PIB municipal. De acordo com informações o município de Malhada tem um rebanho bovino estimado em 55 mil cabeças

 
Malhada é a 1º cidade Baiana a receber as águas do rio São Francisco

Referências

  1. «Candidatos a vereador Malhada-BA». Estadão. Consultado em 14 de maio de 2021 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 16 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.