Abrir menu principal

Manifesto de Dresden

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Manifesto de Dresden é um texto onde supostamente um grupo de teólogos protestantes luteranos (sem mencionar seus nomes) teria publicado em Dresden, então Alemanha Oriental, na revista Spiritus Domini, datada de maio de 1982, em que questionam a "recusa e indiferença" por parte de outras denominações protestantes à Virgem Maria, argumentam que o próprio Martinho Lutero foi um devoto de Maria e, entre outras questões, se demonstram "perplexos" diante da recusa dos milagres e aparições de Maria por estes grupos.

Esse suposto manifesto foi divulgado em meios católicos de língua portuguesa.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.