Manifesto de Dresden

O Manifesto de Dresden é um texto onde supostamente um grupo de teólogos protestantes luteranos (sem mencionar seus nomes) teria publicado em Dresden, então Alemanha Oriental, na revista Spiritus Domini, datada de maio de 1982, em que questionam a "recusa e indiferença" por parte de outras denominações protestantes à Virgem Maria, argumentam que o próprio Martinho Lutero foi um devoto de Maria e, entre outras questões, se demonstram "perplexos" diante da recusa dos milagres e aparições de Maria por estes grupos.

Esse suposto manifesto foi divulgado em meios católicos de língua portuguesa.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.