Abrir menu principal

Wikipédia β

Manuel Zeferino (Navais, Póvoa de Varzim, 23 de julho de 1960) foi um ciclista e director desportivo de ciclismo português. Vencedor a Volta a Portugal em 1981, é um dos mais vitorioso directores desportivos do ciclismo português.

Manuel Zeferino
Nome completo Manuel Ramos Zeferino
País Portugal
Data de nascimento 23 de julho de 1960 (57 anos)
Local de nascimento Navais, Póvoa de Varzim
Informação de equipas
Profissional
1980-1982
1983
1984
1985
1986
1987
1988
1989-1992
PortugalFutebol Clube do Porto - UBP
Portugal Mako Jeans
PortugalSporting Clube de Portugal - Raposeira
EspanhaZor - Gemeaz (Espanha)
PortugalLousa - Trinaranjus - Akai
PortugalSporting Clube de Portugal - Vitalis
PortugalBoavista Futebol Clube
PortugalRecer - Boavista
Maiores vitórias
Portugal Vencedor Volta a Portugal (1981)
Portugal Vencedor Prémio da Juventude Volta a Portugal (1982)
Portugal Vencedor Volta ao Alentejo (1986)
Portugal Vencedor Clássica Matosinhos - Régua (1989)
Última atualização:
2017-10-22 Manuel Ramos Zeferino (em francês) Site du Cyclisme

Índice

BiografiaEditar

Manuel Ramos Zeferino nasceu em 23 de julho de 1960, em Navais, Póvoa de Varzim, (distrito do Porto).[1][2]

Iniciou a sua carreira em 1975.[carece de fontes?]

Como ciclista profissional, começou em 1980 no Futebol Clube do Porto - UBP. Passa depois pela Mako Jeans (1983) e pelo Sporting Clube de Portugal - Raposeira (1984) antes de ingressar na espanhola Zor - Gemeaz (1985). Continua a sucessão de equipas em Portugal com Lousa - Trinaranjus - Akai (1986) e Sporting Clube de Portugal - Vitalis (1987) antes de ingressar no Boavista Futebol Clube - Sportlis (1988), depois Recer - Boavista onde terminaria a sua carreira em 1992.[1][2]

Enquanto ciclista destacam-se as vitórias de Manuel Zeferino na Volta a Portugal em 1981 (com apenas 21 anos) e na Volta ao Alentejo em 1986, juntando-se ao seu palmarés a Clássica Matosinhos - Régua (1989) e os Grandes Prémios Sical, Jornal de Notícias (1982), Costa Azul (1986), Jornal Crescendo (1988) e Correio da Manhã (1989).[1][3]

Manuel Zeferino recebeu o Prémio da Imprensa (1981), ou Prémio da Bordalo, como "Revelação" na categoria de "Desporto", entregue pela Casa da Imprensa, em 1982, numa cerimónia em que também foram distinguidos, na mesma categoria, os atletas Rosa Mota, Fernando Mamede e Armando Aldegalega (Recompensa de uma Carreira), o futebolista António Oliveira e o treinador Mourinho Félix.[4]

A nível internacional destacam-se as participações como ciclista no Tour de França (1984) com o Sporting Clube de Portugal-Raposeira, na Vuelta a Espanha (1985) na espanhola Zor - Gemeaz e na Volta Ciclista Internacional do Brasil (1988) com a Boavista Futebol Clube - Sportlis.[1][2]

Em 1993, tornou-se director desportivo da equipa da União Ciclista da Maia (Maia-Milaneza-MSS, Póvoa Cycling Club, LA-MSS).[3][5]

Como líder desta equipa da Maia, treinou os vencedores de 4 Voltas a Portugal, 1 Volta a Valencia, 1 Volta às Astúrias tendo ainda um 2.° lugar na Volta à Polónia e um 3.° por equipas na Volta a Espanha.[carece de fontes?]

Manuel Zeferino, um dos mais vitorioso directores desportivos do ciclismo profissional português, saiu da modalidade em 2008, após um caso de suposta dopagem na LA-MSS, equipa à data com sede na Póvoa de Varzim e que se extinguiu por essa altura. O director desportivo e o médico espanhol Marcos Maynar foram acusados de coautoria de um total de 16 crimes de administração de doping e de manipulação de substâncias alimentares e medicinais. O Tribunal Póvoa de Varzim absolveu-os das acusações em 2010.[5][6][7]

PalmarésEditar

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l «Manuel Ramos Zeferino» (em francês). Site du Cyclisme. 1998–2017. Consultado em 22 de outubro de 2017 
  2. a b c «Manuel Ramos Zeferino» (em inglês). First Cycling. 2017. Consultado em 22 de outubro de 2017 
  3. a b c d e f g h «Pedalar para o Sucesso». Correio da Manhã. 30 de agosto de 2002. Consultado em 22 de outubro de 2017 
  4. «Prémios Bordalo». Em 1981 denominado "Prémio da Imprensa". Presumida gralha "1992" para data de cerimónia. Sindicato dos Jornalistas. 22 de janeiro de 2002. Consultado em 22 de setembro de 2017 
  5. a b Duarte Ladeira (2 de abril de 2010). «Doping existia nas equipas de Zeferino há vários anos». Diário de Notícias. Consultado em 22 de outubro de 2017 
  6. «Manuel Zeferino prepara regresso em 2010 ou 2011». Record. 22 de setembro de 2010. Consultado em 22 de outubro de 2017 
  7. «Ciclismo: Manuel Zeferino e Marcos Maynar ilibados de doping». Correio da Manhã. 2 de julho de 2010. Consultado em 22 de outubro de 2017 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre ciclismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.