Maomé Alifrani

Maomé Alifrani, também grafado Maomé Alçaguir Alifrini (em árabe: محمد الصغير الإفراني; romaniz.: Mohammed al Saghir al Afrini ou Muhammad al Saghir al Ifrani), Uafrani (Wafrani), Alufrani (el Oufrani) ou Elufrani (Marraquexe, 1669/1670 — 1743~1747) foi um erudito e historiador marroquino, conhecido sobretudo por ter escrito o Safwat man intashar, uma compilação de biografias de santos marroquinos do século XVII e Nozhet-el hadi bi akhbar moulouk el-Karn el-Hadi, a história do Sultanato Saadiano. Outras obras suas são, por exemplo, a história de várias dinastias africanas, nomeadamente a dos impérios Songai e do Gana e a biografia de ibne Sal de Sevilha, um dos maiores poetas do Alandalus, que viveu no século XIII.

Maomé Alifrani
Nascimento 1669 ou 1670
Morte
1743, 1744 ou 1745
Nacionalidade Marrocos
Ocupação historiador
Principais trabalhos História da Dinastia Saadiana

Pouco se sabe da sua vida. Membro da tribo ifrânidas, nasceu em Marraquexe e estudou em Fez. É provável que tenha tido um cargo na corte do sultão alauita Mulei Ismail. Foi imã e khatib (aquele que faz o sermão (khutba) de sexta-feira (jumu'ah) da Madraça ibne Iúçufe. Algumas das suas não chegaram até aos nossos dias.

Notas e referênciasEditar

BibliografiaEditar

  • Al Ifrani, Muhammad Al Saghir (2004). , Safwat mani Intashar (biographies of 16th century saints) (em inglês). [S.l.]: Ketabooks 
  • al Wafrani, Mohammad al Saghir ben al Hadj ben Abd-Allah; trad: Houdas, O. (1889). Nozhet-elhâdi - Histoire de la dynastie saadienne au Maroc (em francês). Paris: Ernest Leroux. Consultado em 11 de junho de 2012 
  • Benachir, Bouazza (2001). Négritudes du Maroc et du Maghreb (em francês). [S.l.]: L'Harmattan. 390 páginas. ISBN 9782747505093 


  Este artigo sobre história ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre figuras históricas de Marrocos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.