Maomé III, o Justo

Maomé III, o Justo
Nascimento 26 de maio de 1566
Manisa
Morte 22 de dezembro de 1603 (37 anos)
Constantinopla
Sepultamento Istambul
Cidadania Império Otomano
Progenitores Pai:Murad III
Cônjuge Handan
Filho(s) Ahmed I, Mustafa I, Yahya, Dilruba
Ocupação governante
Coat of arms of the Ottoman Empire (1882–1922).svg
Religião Islã
Assinatura
Tughra of Mehmed III.svg

Mehmed III (Turco-otomano: محمد ثالث Meḥmed-i sālis, Turco:III.Mehmet) (Manisa, 26 de maio de 1566Istambul, 22 de dezembro de 1603) foi o filho de Murade III, que o sucedeu como sultão do Império Otomano de 1595 até sua morte.

BiografiaEditar

Mehmed III permanece notório na história do Império Otomano por ter condenado à morte vinte e sete irmãos e meio-irmãos e vinte irmãs para permanecer no poder. Todos foram estrangulados. Mehmed III deixou o governo para sua mãe Safiye Sultan, dando-lhe o título de valide sultan. O maior evento durante seu governo foi a guerra com o Império Austríaco na Hungria, entre 1596 e 1605.

A derrota Otomana na guerra levou Mehmed III a comandar pessoalmente o exército, sendo o primeiro sultão a fazer isso desde Suleyman. Os exércitos de Mehmed III conquistaram Eger em 1596 e derrotaram Habsburg, bem como as forças Transilvânias na Batalha de Keresztes durante a qual o sultão teve de ser dissuadido de fugir do campo de batalha, antes de os combates serem finalizados. No ano seguinte, os médicos proibiram-no de ir à guerra em função de sua má saúde, causada por "excesso de comida e bebida".

O período em que Mehmed III esteve no poder ganhou má reputação. Ele teria dado exagerada atenção à seu harém, organizando festas suntuosas e deixando de lado os negócios de Estado.

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Maomé III, o Justo

Precedido por
Murade III
Sultão Otomano
1595–1603
Sucedido por
Amade I