Abrir menu principal
Maomé ibne Muça ibne Tulune
Nacionalidade Reino Tulúnida
Etnia Turca
Ocupação General e governador

Maomé ibne Muça ibne Tulune (Muhammad ibn Musa ibn Tulun - "lit. Maomé, filho de Muça, filho de Tulune") foi um membro da dinastia tulúnida e brevemente foi governador de Tarso. Foi nomeado por seu primo, o governante tulúnida Chumarauai (r. 884–896), para substituir Amade ibne Tugane Alujaifi como governador de Tarso no começo do verão de 892. Em 18 de agosto de 892, contudo, foi deposto por uma revolta da população, irritada com a tentativa tulúnida de aprisionar e confiscar a propriedade do magnata local Ragibe. Chumarauai foi forçado a ceder: Maomé partiu da cidade, e Amade ibne Tugane foi restaurado como governador.[1][2]

Ver tambémEditar

Precedido por
Amade ibne Tugane Alujaifi
Governador de Tarso
Verão de 892 - 18 de agosto de 892
Sucedido por
Amade ibne Tugane Alujaifi

Referências

  1. Stern 1960, p. 220.
  2. Fields 1987, p. 177.

BibliografiaEditar

  • Fields, Philip M., ed. (1987). The History of al-Ṭabarī, Volume XXXVII: The ʿAbbāsid Recovery. The War Against the Zanj Ends, A.D. 879–893/A.H. 266–279. Albany, Nova Iorque: State University of New York Press. ISBN 0-88706-053-6 
  • Stern, S. M. (1960). «The Coins of Thamal and of Other Governors of Tarsus». Journal of the American Oriental Society. 80 (3): 217–225. doi:10.2307/596170