Mapa de Turim

O mapa de Turim é um mapa do Antigo Egito,[1] geralmente considerado o mais antigo mapa sobrevivente de interesse topográfico do mundo antigo. Ele é desenhado em um papiro supostamente descoberto em Deir Almedina em Tebas, coletado por Bernardino Drovetti (conhecido como procônsul de Napoleão) no Egito em algum momento antes de 1824 d.C e hoje preservado no Museu Egípcio de Turim. O mapa foi desenhado cerca de 1160 a.C pelo conhecido escriba do túmulo Amenaquete, filho de Ipui. Foi preparado pela expedição mineira de Ramessés IV para o Uádi Hamamate no Deserto Oriental, que revela as rochas Pré-Cambrianas do Escudo Arábico-Nubiano. O objetivo da expedição era obter blocos de pedras bekhen (arenito de metagrauvacas) para serem utilizados para estátuas do rei.

Metade esquerda do mapa de Turim, cortesia de J. Harrell
Metade direita do mapa de Turim, cortesia de J. Harrell

DescriçãoEditar

ReferênciasEditar

  1. «David Lister on An Ancient Egyptian Ma». www.britishorigami.info. Consultado em 26 de outubro de 2020 
  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.