Maple é um sistema algébrico computacional comercial de uso genérico. Constitui um ambiente informático para a computação de expressões algébricas, simbólicas, permitindo o desenho de gráficos a duas ou a três dimensões. O seu desenvolvimento começou em 1981 pelo Grupo de Computação Simbólica na Universidade de Waterloo em Waterloo, no Canadá, província de Ontário.

Maple
Captura de tela
Desenvolvedor Waterloo Maple
Lançamento Janeiro de 1982
Versão estável 2017.0 (25 de maio de 2017; há 3 anos)
Idioma(s) Inglês, Português[1]
Sistema operacional multiplataforma
Gênero(s) Sistema de álgebra computacional
Licença Proprietário
Página oficial «www.maplesoft.com/products/maple/» (em inglês). www.maplesoft.com 

Desde 1988, o Maple tem sido desenvolvido e comercializado pela Maplesoft, uma companhia canadense também baseada em Waterloo, Ontario. É comercializado como "a ferramenta de produtividade essencial para cada profissional técnico." A versão actual é Maple 2017.

IntroduçãoEditar

Maple é uma linguagem de computação algébrica e simbólica. Como é frequente nos sistemas de álgebra computacional, as expressões simbólicas são armazenadas na memória como grafos acíclicos dirigidos.

Desde a versão 6, a linguagem de Maple permite variáveis de alcance lexical (lexically-scoped variables).

VersõesEditar

  • Maple 1.0: janeiro de 1982
  • Maple 1.1: janeiro de 1982
  • Maple 2.0: maio de 1982
  • Maple 2.1: junho de 1982
  • Maple 2.15: agosto de 1982
  • Maple 2.2: dezembro de 1982
  • Maple 3.0: maio de 1983
  • Maple 3.1: outubro de 1983
  • Maple 3.2: abril de 1984
  • Maple 3.3: março de 1985 (primeira versão disponível ao público)
  • Maple 4.0: abril de 1986
  • Maple 4.1: maio de 1987
  • Maple 4.2: dezembro de 1987
  • Maple 4.3: março de 1989
  • Maple V: agosto de 1990
  • Maple V R2: novembro de 1992
  • Maple V R3: março de 1994
  • Maple V R4: janeiro de 1996
  • Maple V R5: 1 de novembro de 1997
  • Maple 6: 5 de dezembro de 1999
  • Maple 7: 1 de julho de 2001
  • Maple 8: 16 de abril de 2002
  • Maple 9: 30 de junho de 2003
  • Maple 9.5: 15 de abril de 2004
  • Maple 10: 10 de maio de 2005
  • Maple 11: 21 de fevereiro de 2007
  • Maple 12: maio de 2008
  • Maple 13: abril de 2009
  • Maple 14: abril de 2010
  • Maple 14.01: 28 de outubro de 2010
  • Maple 15: 13 de abril de 2011
  • Maple 15.01: 21 de junho de 2011
  • Maple 16: 28 de março de 2012
  • Maple 17: março de 2013
  • Maple 18: março de 2014
  • Maple 2015: março de 2015
  • Maple 2016 2 de março de 2016
  • Maple 2017 25 de maio de 2017
  • Maple 2017.1: 28 de junho de 2017
  • Maple 2017.2: 2 de agosto de 2017
  • Maple 2017.3: 3 de outubro de 2017
  • Maple 2018.0: 21 de março de 2018

Versões para estudantesEditar

A Maplesoft comercializa o Maple em versão profissional e versão estudantil. A diferença de preços é substancial (ex: 2000 Euros, comparado com 100 Euros, respectivamente).

Edições estudantis recentes (a partir da versão 6) não contêm limitações computacionais mas trazem menos documentação impressa (agora disponível electronicamente). É o mesmo que se passa com a diferença entre as edições de estudante e profissional do Mathematica.

Em edições anteriores à versão 6, a versão de estudante tinha as seguintes limitações:

  • Um máximo de 100 lugares decimais para cálculos e resultados
  • Tamanho máximo de 8000 (em palavras máquina ou objectos contidos) para qualquer objecto algébrico.
  • Um máximo de 3 dimensões para arranjos (arrays).

Referências

  1. «Suporte a idiomas» (em inglês) 

Ligações externasEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Livros e manuais no Wikilivros