Marcélia Cartaxo

actriz brasileira

Marcélia de Souza Cartaxo (Cajazeiras, 27 de outubro de 1963) é uma atriz e diretora brasileira. Atriz versátil, no cinema teve destaque no filme A Hora da Estrela, baseado no romance de Clarice Lispector, que lhe rendeu vários prêmios, inclusive Urso de Prata, no Festival de Berlim, e como uma prostituta, no filme Madame Satã.[1]

Marcélia Cartaxo
Marcélia Cartaxo recebe o prêmio de melhor atriz no 48º Festival de Brasília.
Nome completo Marcélia de Souza Cartaxo
Nascimento 27 de outubro de 1963 (58 anos)
Cajazeiras, PB
Nacionalidade brasileira
Ocupação
Período de atividade 1985–presente
Festival de Berlim Urso de Prata de melhor atriz - (1986)
A Hora da Estrela

BiografiaEditar

Nos tempos de adolescência, Marcélia fugia de casa, na pacata Cajazeiras, para ensaiar às escuras, no quintal de amigos. Sua trupe era a "Turma do Mickey", composta por uma dúzia de crianças que encenavam um repertório dos mais convencionais; Sonhava em montar Chapeuzinho Vermelho e dublar As Frenéticas. Uma vez por ano, a turma ia para João Pessoa, que para a turma era sua Hollywood.

A mãe de Marcélia foi quem menos gostou da ideia de ver a filha se tornar atriz. Para ela, uma atriz se tornava prostituta e ator era vagabundo. De nada adiantaram as repreensões da mãe, Marcélia pegava as moedas que os fiéis depositavam no Santo Antônio de sua cidade e ia correndo para o cinema, sonhar com Greta Garbo e Marilyn Monroe. Chegou um dia a dizer que o santo devia ter achado um bom investimento, porque nunca a descobriram. E pensava: "Um dia lhe pago, meu santo."[2]

CarreiraEditar

No começo da década de 1980 o grupo de Marcélia resolveu montar Beiço de estrada, um texto original de Eliezer Filho, único universitário da equipe. Viajaram pelo Brasil todo, como parte do "Projeto Mambembão". Quando a montagem chegou a São Paulo, Marcélia encontrou a chance de sua vida: da plateia a cineasta Suzana Amaral observava o jeito tímido e forte daquela menina. A partir daí a toma impulso a carreira da atriz.[3][4]

Na semana em que viajou até Berlim para receber uma premiação por seu papel em A Hora da Estrela, a atriz foi fisicamente agredida por uma alemão anti-semita dentro de um ônibus, que justificou sua agressão por achar que Marcélia fosse judia.[5]

Em 2003, por sua atuação em Madame Satã, como a prostituta Laurita, recebeu o Prêmio de Melhor Atriz no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro.

Em 2020, recebeu Prêmio de Melhor Atriz, no 47° Festival de Gramado, por seu trabalho memorável no filme Pacarrete.

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Título Personagem Notas
1987 Alta Rotação Márcia
1990 Mico Preto Divina Episódio: "1 de dezembro de 1990"
A História de Ana Raio e Zé Trovão Antônia
1991 Amazônia Maria das Dores (Das Dores)
1992 Você Decide Episódio: "Mamãe Coragem"
1993 Guerra sem Fim Suely
1995 Tocaia Grande Vangé
1997 Mandacaru Amália
1999 Suave Veneno Enfª. Joana Participação especial
Vila Madalena Luciene
2000 Aquarela do Brasil Dora
Você Decide Episódio: "O Poderoso"
Episódio: "A Poderosa"
2001 Porto dos Milagres Quirina
2007 Desejo Proibido Antonieta (Tonha)
A Pedra do Reino Filipa Quaderna
2011 Aquele Beijo Damiana Barbosa
2013 Alexandre e Outros Heróis[6] Das Dores[7]
O Canto da Sereia Salete
2016 Velho Chico Josefa[8]
Fim do Mundo Mazé
2018 Lama dos Dias Madalena Episódio: "Alta Ansiedade"
2020 Os Ovos da Raposa Lila

CinemaEditar

Ano Título Personagem Notas
1985 A Hora da Estrela Macabéa
1986 Brasa Adormecida Angélica
1987 Fronteira das Almas Luciana
1988 Sonhei com Você Marcela
1990 Césio 137 - O Pesadelo de Goiânia Esposa de Vavá[9]
1992 A Última Canção da Terra Princesa
1994 Dente por Dente Dona Lizete[10] Curta-metragem
1995 A Árvore de Marcação
16060 Viúva
1997 For All - O Trampolim da Vitória Miloca
1998 Policarpo Quaresma, Herói do Brasil Sinhá Chica
2000 Amélia Dona Abadia
2002 Um Trailer Americano Nádia Curta-metragem
Madame Satã Laurita
2003 Tempo de Ira Cícera Candóia também diretora[11]
2005 Quanto Vale ou É por Quilo? Adélia
Crime Delicado Atriz na peça
2006 O Amigo Invisível Conceição
O Céu de Suely Marcélia
2007 Batismo de Sangue Nildes
Baixio das Bestas Ceiça
2009 O Sonho de Inacim Bia
2010 Feliz Desaniversário Mãe Curta-metragem
Doce de Coco Maria
Antoninha
2013 Trampolim do Forte Dona do Céu[12]
2015 A História da Eternidade Querência[13]
2016 Maria Maria
Redemunho direção, roteiro e produção[14]
Big Jato Mãe de Francisco
Moído Curta-metragem[15]
2018 Nova Amsterdam Sra. Coelho, esposa de Francisco Coelho
Nova Iorque [16] Curta-metragem
2019 A Ética das Hienas mulher[17] Curta-metragem
Ambiente Familiar Sônia, mãe de Alex [18]
Pacarrete Pacarrete[19]
2020 Ela Que Mora no Andar de Cima Luzia
Cartaxo Ela mesma Curta-metragem
2021 Acqua Movie Tia
Helen Maria das Graças de Almeida (Dona Graça)

Prêmios e indicaçõesEditar

Ano Prêmio Categoria Nomeações Resultado
1985 Festival de Cinema de Brasília Melhor Atriz
A Hora da Estrela
Venceu
1986 Festival Internacional de Cinema de Berlim Melhor Atriz (Urso de Prata) Venceu
1987 Festival de Cinema de Brasília Melhor Atriz Coadjuvante
Fronteira das Almas
Venceu
1995 Festival de Cinema de Brasília Melhor Atriz Coadjuvante
16060
Venceu
2003 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz
Madame Satã
Venceu
Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro Melhor Atriz Coadjuvante Venceu
Cine PE - Festival do Audiovisual Melhor Atriz em Curta-metragem
Tempo de Ira
Venceu
Festival de Cinema, Vídeo e Dcine de Curitiba Melhor Curta-metragem Venceu
2008 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz Coadjuvante
Baixio das Bestas
Indicado
2014 Festival de Cinema de Paulínia Melhor Atriz
A História da Eternidade
Venceu
2015 Festival de Cinema de Brasília Melhor Atriz
Big Jato
Venceu
2016 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz
A História da Eternidade
Indicado
Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro[20] Melhor Atriz Coadjuvante Venceu
2017 Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro Melhor Atriz Coadjuvante
Big Jato
Indicado
2019 Festival de Cinema de Gramado Melhor Atriz
Pacarrete
Venceu
Los Angeles Brazilian Film Festival Melhor Atriz Venceu
Festival de Cinema de Vitória Melhor Atriz (voto júri) Venceu
2021 Festival SESC Melhores Filmes[21] Melhor Atriz Nacional Venceu
Grande Prêmio do Cinema Brasileiro[22] Melhor Atriz Venceu
Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro[23] Melhor Atriz Pendente

Referências

  1. IMDB - Internet Movie Database
  2. Adoro Cinema - perfil da atriz
  3. «Mulheres no Cinema Brasileiro». Consultado em 30 de outubro de 2006. Arquivado do original em 31 de outubro de 2006 
  4. «Jornal da Tarde». Consultado em 12 de novembro de 2006. Arquivado do original em 28 de setembro de 2007 
  5. www.renatofelix.wordpress.com
  6. «Elenco e direção participam de coletiva de lançamento de "Alexandre e outros herois"». Gshow. Consultado em 22 de março de 2018 
  7. Kogut, Patrícia. «'Alexandre e outros heróis': uma pequena obra-prima na Globo». O Globo. Consultado em 22 de março de 2018 
  8. «Marcélia Cartaxo fala sobre a novela "Velho Chico" e o cinema na Paraíba». Wscom. Consultado em 22 de março de 2018. Arquivado do original em 4 de março de 2016 
  9. «Césio 137 - O Pesadelo de Goiânia». Cinemateca Brasileira. Consultado em 15 de março de 2017 
  10. «Dente Por Dente». Cinemateca Brasileira. Consultado em 15 de março de 2017 
  11. «Tempo de Ira». portacurtas.org.br. Consultado em 30 de março de 2021 
  12. «Trampolim do Forte». Academia Brasileira de Cinema. Consultado em 15 de março de 2017 
  13. «A História da Eternidade». Estadão. Consultado em 15 de março de 2017 
  14. MERTEN, Luis Carlos (15 de junho de 2016). «'Velho Chico' e 'Big Jato' celebram Marcélia Cartaxo». cultura.estadao.com.br. Consultado em 30 de março de 2021 
  15. «Moído». portacurtas.org.br. Consultado em 23 de março de 2021 
  16. «Nova Iorque». portacurtas.org.br. Consultado em 23 de março de 2021 
  17. «A Ética das Hienas». portacurtas.org.br. Consultado em 23 de março de 2021 
  18. «Ambiente Familiar». AdoroCinema. Consultado em 12 de novembro de 2019 
  19. «Pacarrete». AdoroCinema. Consultado em 27 de agosto de 2019 
  20. «21º Prêmio Guarani :: Premiados de 2015». Consultado em 15 de outubro de 2021 
  21. «Melhor Atriz Nacional». Festival Sesc. Consultado em 18 de fevereiro de 2021 
  22. «Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2021: Indicados». Cenas de Cinema. 28 de setembro de 2021. Consultado em 29 de setembro de 2021 
  23. «26º Prêmio Guarani :: Indicados de 2020». Consultado em 24 de novembro de 2021 

Ligações externasEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Marcélia Cartaxo

Precedida por
Débora Bloch
por Noites do Sertão
Troféu Candango de Melhor Atriz
por A Hora da Estrela

1985
Sucedida por
Louise Cardoso
por Baixo Gávea
Ana Beatriz Nogueira
por Vera
Precedida por
Dandara de Moraes
por Ventos de Agosto
Troféu Candango de Melhor Atriz
por Big Jato

2015
Sucedida por
Elisabete Francisca
por A cidade onde envelheço
Francisca Manuel
por A cidade onde envelheço

Precedida por
Júlia Lemmertz
por A Cor do Seu Destino
Troféu Candango de Melhor Atriz Coadjuvante
por Fronteira das Almas

1987
Sucedida por
Xala Felippi
por O Mentiroso
Isa Kopelman
por Romance
Precedida por
Dercy Gonçalves
por Oceano Atlantis
Troféu Candango de Melhor Atriz Coadjuvante
por 16060

1995
Sucedida por
Maria Sílvia
por Como Nascem os Anjos
Precedida por
Juliana Carneiro da Cunha
por Lavoura Arcaica
Grande Prêmio de Melhor Atriz
por Madame Satã

2003
Sucedida por
Débora Falabella
por Dois Perdidos numa Noite Suja
Precedida por
Jo Kennedy
por Wrong World
Urso de Prata de Berlim
por A Hora da Estrela
(com Charlotte Valandrey por Rouge Baiser)

1986
Sucedida por
Ana Beatriz Nogueira
por Vera