Abrir menu principal

Marcelo Cirino

futebolista brasileiro

Marcelo Cirino da Silva, mais conhecido por Marcelo Cirino ou apenas Marcelo (Maringá, 22 de janeiro de 1992), é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente joga pelo Athletico Paranaense.

Marcelo Cirino
Informações pessoais
Nome completo Marcelo Cirino da Silva
Data de nasc. 22 de janeiro de 1992 (27 anos)
Local de nasc. Maringá (PR), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,82 m
Destro
Apelido MC7, Bolt, Cirilo, Ciribolt, Sinistro
Informações profissionais
Período em atividade 2009–presente
Clube atual Athletico Paranaense
Número 10
Posição Atacante
Clubes de juventude
2008–2009 Atlético Paranaense
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2009–2014
2011
2015–2017
2017
2017–2018
2018–
Atlético Paranaense
Vitória (emp.)
Flamengo
Internacional (emp.)
Al Nasr (emp.)
Athletico Paranaense
00152 0000(36)
0015 0000(1)
00104 0000(24)
0011 0000(1)
0026 0000(14)
0031 0000(12)
Seleção nacional3
2008–2009
2011
Brasil Sub-17
Brasil Sub-18
0001 0000(0)
0000 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 23 de abril de 2019.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 6 de dezembro de 2011.

Índice

CarreiraEditar

Athlético ParanaenseEditar

Marcelo Cirino começou nas categorias de base do Atlético Paranaense. Marcou seu primeiro gol contra o Fluminense, no Maracanã, na derrota por 2 a 1 em 2009. No ano seguinte, Marcelo Cirino teve suas chances no time principal do Furacão, mas voltou para o Sub-20 no mesmo ano.

VitóriaEditar

Marcelo Cirino assinou um contrato de 1 ano com o Vitória em março de 2011, mas conseguiu marcar somente um gol.[1]

Retorno ao Athlético ParanaenseEditar

Retornou ao Atlético Paranaense]] em 2012, foi um dos destaques do o time na campanha para volta a elite do futebol brasileiro, todo esse destaque lhe rendeu o quatro lugar na artilharia do campeonato, com 16 gols marcados.

Em 2013, destacou-se como um dos principais jogadores do clue, finalista da Copa do Brasil e que ainda terminou o ano como 3º colocado no Campeonato Brasileiro, qualificando-se para a Copa Libertadores da América de 2014. Sua excelente performance lhe rendeu o título de revelação do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2013. [2] No ano seguinte, no dia 8 de abril, Cirino deu passe para Adriano o "Imperador", marcar seu primeiro gol pelo Furacão, mas não pode evitar a derrota para o The Strongest por 2 a 1, que eliminou o time Paranaense da Libertadores.

Na reinauguração oficial do estádio Arena da Baixada que foi utilizado durante a Copa do Mundo realizada no Brasil, no amistoso entre o o Atlético Paranaense e o Corinthians ocorrido em 14 de maio de 2014, Marcelo marcou o primeiro gol oficial da Arena após a reforma, mas o time paranaense acabou perdendo o jogo por 2 a 1.[3]

FlamengoEditar

Em 29 de dezembro de 2014, com ajuda de um grupo de investidores da Doyen Group, Marcelo Cirino foi contratado pelo Flamengo por três temporadas.[4] Estreou pelo clube carioca numa amistoso realizado contra o Shakhtar Donetsk no estádio Mané Garrincha. Marcou seu primeiro gol pelo rubro-negro e único pelo visto, na goleada por 4 a 0 diante do Barra Mansa em partida válida pelo Campeonato Carioca, Marcelo ainda marcou outro gol.[5]

Até o final de março de 2015, Cirino foi considerado pelo "índice Footstats" o melhor jogador do Campeonato Carioca de 2015. O índice leva em consideração todos os números do jogador no Estadual. Ate aquele momento, ele tinha um total de 132.6 pontos, 9 a frente do segundo colocado.[6]Apesar de não ter conquistado o título, Cirino conquistou a artilharia da Taça Guanabara, com 9 gols ao lado de outros 3 jogadores, entre eles Alecsandro, também do Flamengo.

Em maio de 2015, o departamento médico do Flamengo vetou as participações do atacante, isso em conta de um exame de imagem que apontou um edema na sua coxa esquerda. Por causa desse problema, Marcelo Cirino não pode atuar na 2ª e na 3ª rodada do Brasileirão, e também no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil contra o Náutico.[7]

Cirino sofreu uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda durante o treino fechado do dia 30 de julho de 2015, e desfalcou o rubro-negro no duelo da 16ª rodada, contra o Santos, pelo Campeonato Brasileiro. Ele, que não foi a campo, está fazendo fisioterapia e não tem previsão de retorno[8].

Em outubro, Cirino chegou a ser afastado pela diretoria do Flamengo, após a polêmica com o chamado "Bonde da Stella". Ao somar a polêmica com as más atuações e as lesões, o ano não foi bom para o atacante,[9] e tudo indicava que ele sairia do clube.[10]

Com a chegada do técnico Muricy Ramalho à Gávea, que bancou a permanência do atacante no clube, Cirino novamente ganhou confiança e a titularidade na equipe.[9]

Em 30 de março de 2016, após 21 clássicos disputados em toda a sua carreira (7 pelo Atlético-PR e 14 pelo Fla),[11][12] Cirino finalmente marcou seu primeiro gol em clássicos, na partida Flamengo 1 a 1 Vasco da Gama, disputado em Brasília.[13] Cirino chegou a marcar em clássicos também contra o Botafogo, no empate do Rubro-Negro em 2 a 2. Seu último gol pelo clube, foi contra o Santa Cruz, na vitória Rubro Negra por 3 a 0 pelo Brasileirão 2016.

InternacionalEditar

Em 24 de abril de 2017, se transferiu para o Internacional. Devido ao seu baixo rendimento no clube, Marcelo Cirino aos poucos foi perdendo espaço no time titular e foi transferido para o futebol árabe [14].

Al-NasrEditar

Sem espaço no Internacional, o atacante foi emprestado ao Al Nasr, dos Emirados Árabes. O jogador irá defender o clube árabe até meados de 2018.[15] Nos Emirados, Cirino marcou logo na estreia pelo Al Nasr. E foi um golaço, com um chute forte da entrada da área no ângulo do goleiro, que fechou a vitória por 3 a 0 sobre o Ajman, pela Copa da Liga, no dia 9 de setembro. Depois, o Al Nasr ficou no 0 a 0 com o Al Sharjah, pela Liga dos Emirados Árabes. O segundo gol de Cirino pelo clube foi na derrota de 2 a 1 para o Al Wahda, de cabeça. Contra o Al Jazira time de Romarinho (ex-Corinthians), Cirino abriu o placar logo aos quatro minutos do primeiro tempo, e Wanderley fez dois na vitória de 4 a 2, em Abu Dhabi.[16]

Seleção BrasileiraEditar

Sub-17Editar

Durante os anos de 2008 e 2009, Cirino foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-17, inclusive sendo convocado para o Campeonato Sul-Americano Sub-17 de 2009.[17]

Sub-18Editar

Em 2011, ele foi convocado pelo treinador Ney Franco para a Seleção Brasileira Sub-18, onde ele disputou a Copa Internacional do Mediterrâneo da categoria.[18]

CaracterísticasEditar

Marcelo tem como principais características a velocidade, a explosão física e a finalização,[19] se destacando pelos dribles rápidos dados pelos lados do campo. Segundo o comentarista e ex-atacante Caio Ribeiro, Cirino é "um estilo de atacante diferente, raro hoje em dia. Um velocista que não é burro."[20]

Quando chegou no Flamengo, os membros da comissão técnica do clube se surpreenderam positivamente não só com a velocidade para piques curtos, como também na chamada resistência de velocidade. Ou seja, o quanto ele consegue suportar um ritmo de alta intensidade. Sua força física foi outra coisa que lhe rendeu elogios. Ele chega a atingir uma velocidade superior a 30km/h, quando a média de velocidade máxima de um jogador em campo é entre 27 e 28km/h. Nos tiros de 20 metros, o atacante já marcou o tempo de 2,2s, quando a média de atletas considerados rápidos é de 2,4s. De acordo com o fisiologista Claudio Pavanelli, Marcelo tem duas características favoráveis à velocidade: a condição genética, uma vez que o grande velocista tem fibras musculares diferenciadas, e a biomecânica, pois é alto e magro.[21]

Quando defendeu as cores do Atlético-PR e do Vitória-BA, Marcelo atuou sempre como ala, ou como segundo atacante, fazendo o papel apenas de um atacante driblador e veloz. Jogando assim, ele marcou apenas 41 gols em 5 anos (desde 2009, quando subiu aos profissionais, até 2014, última temporada no time paranaense).[22]

Suas arrancadas desconcertantes o colocaram como o principal alvo durante o Campeonato Brasileiro 2014. Segundo dados do GloboEsporte.com, Cirino foi o jogador que mais sofreu faltas na competição, sendo parado pelas defesas adversárias em 114 vezes - uma média de 3,45 faltas sofridas por confronto, ou 21% do total de 543 faltas sofridas pelo Furacão durante todo o campeonato.[23] Ele terminou o campeonato com 39 dribles, e 27 finalizações.[24]

Quando chegou ao Flamengo, o técnico da equipe na época, Vanderlei Luxemburgo, optou por escalá-lo mais centralizado, próximo ao gol, como um autêntico centro-avante. Esse novo posicionamento gerou algumas críticas por parte da imprensa e da torcida, pois Marcelo era visto apenas como um atacante driblador e veloz, e não como um artilheiro.[25] Na concepção de Luxemburgo, explorar sua arrancada mais próximo da área é mais vantajoso que com ele distante.[26]

Luxemburgo, porém, criticou o chamado "faro de artilheiro" de Cirino. Segundo o treinador, "ele finaliza mal, não cabeceia bem. Precisa testar com mais firmeza." Um exemplo desta falta de "faro de gol" pôde ser comprovada no jogo contra o Barra Mansa. Ele recebeu a bola sozinho dentro da área, mas preferiu tocar para o companheiro. "O Marcelo Cirino optou em dar a bola para o Alecsandro. Foi muito bacana, mas ele tem que ter ambição de fazer o segundo, o terceiro... Artilheiro tem que querer fazer gol, ter vontade de fazer gol. Se ele não passasse a bola, eu também ia achar normal. Não quero que ele se acostume a ser garçom como no Athlético-PR. Quero ele com a ambição de fazer gol."[26]

TítulosEditar

Atlético Paranaense
Flamengo

Categorias de baseEditar

Atlético Paranaense
  • Copa Tribuna de Futebol Junior: 2009
  • Campeonato Metropolitano Juvenil: 2008
Seleção Brasileira
  • Copa do Mediterrâneo Sub-18: 2011

Prêmios individuaisEditar

Referências

  1. «Vitória troca Adailton por Marcelo Cirino». 15 de março de 2011. Consultado em 19 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 23 de março de 2012 
  2. «Atleticanos são homenageados na festa da Premiação Brasileirão 2013». 11 de dezembro de 2013 
  3. Corinthians vence Atlético-PR na inauguração da Arena da Baixada Jornal O Globo
  4. «Grupo de investimentos confirma Marcelo no Fla por três temporadas». GloboEsporte.com. 29 de dezembro de 2014. Consultado em 29 de dezembro de 2014 
  5. «Cirino desencanta, faz dois, e Fla goleia o Barra Mansa: 4 a 0 no Maraca». GloboEsporte.com. 5 de fevereiro de 2015. Consultado em 5 de fevereiro de 2015 
  6. extra.globo.com/ Estatísticas colocam Marcelo Cirino, do Flamengo, como melhor jogador do Campeonato Carioca; Fred é o segundo
  7. http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2015/05/cirino-esta-vetado-do-jogo-contra-o-sport-e-alecsandro-assume-vaga.html
  8. http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2015/07/marcelo-cirino-sofre-lesao-na-coxa-esquerda-e-desfalca-o-fla-no-domingo.html?utm_source=Facebook&utm_medium=Social&utm_content=Esporte&utm_campaign=globoesportecom
  9. a b c esportes.terra.com.br/ Titular absoluto, Cirino agradece Muricy: “Ele me deu muita confiança”
  10. odia.ig.com.br/ Novidade no time titular do Flamengo, Marcelo Cirino se destaca em treino
  11. globoesporte.globo.com/ Marcelo Cirino busca primeiro gol em clássicos para dar fim a longo jejum
  12. lance.com.br/ VÍDEO: Tá na seca! Cirino revela cobrança por primeiro gol em clássicos na carreira
  13. oglobo.globo.com/ Em jogo nervoso, Vasco e Flamengo ficam no 1 a 1 em Brasília
  14. Zarko, Raphael (24 de abril de 2017). «Agora do Inter, Cirino ainda pode custar 3,5 milhões de euros ao Fla no fim do ano». Globoesporte.com. Consultado em 24 de abril de 2017 
  15. «Com aval do Flamengo, Marcelo Cirino é emprestado a clube árabe». Lance. 28 de julho de 2017. Consultado em 29 de julho de 2017 
  16. «Três gols em quatro jogos: Cirino faz mais um nos Emirados Árabes». Globoesporte 
  17. «Neymar é convocado para Seleção Brasileira Sub-17». correio24horas.com.br. 23 de março de 2009. Consultado em 28 de fevereiro de 2017 
  18. «Atacante do Vitória é convocado por Ney Franco para a seleção Sub-18». correio24horas.com.br. 22 de março de 2011. Consultado em 29 de maio de 2015 
  19. espn.uol.com.br/ Arquivado em 15 de abril de 2015, no Wayback Machine. A chegada de Marcelo Cirino e as opções de Luxemburgo
  20. sportv.globo.com/ Para Caio Ribeiro, Dunga deveria considerar Marcelo Cirino: "Raro"
  21. globoesporte.globo.com/ Velocidade impressiona, e Marcelo "Bolt" é tratado como joia rara no Fla
  22. lancenet.com.br/ No Flamengo, Marcelo Cirino se vê mais ambicioso
  23. globoesporte.globo.com/ No alvo: Marcelo termina o ano como o jogador mais caçado do Brasileirão
  24. esportes.r7.com/
  25. esporteinterativo.com.br/ Feliz com os primeiros gols, Marcelo Cirino afirma: "Quero fazer mais"
  26. a b esporte.uol.com.br Marcelo Cirino vive dilema entre ser goleador ou garçom no Flamengo
  27. sportv.globo.com/ Luxa cita Neymar e CR7 ao explicar mudança no posicionamento de Cirino
  28. esporteinterativo.com.br/ Confira a seleção do Campeonato Carioca 2015
  29. «Radio Globo». Consultado em 15 de novembro de 2018. Arquivado do original em 7 de junho de 2015 

Ligações externasEditar